quinta-feira, 1 de outubro de 2015

Antes e depois da codependência

Por Kel.

O que é exatamente ser um codependente?

Segundo definições da Wikipédia

Codependência é um termo da área de saúde usado para se referir a pessoas fortemente ligadas emocionalmente a uma pessoa com séria dependência física e/ou psicológica de uma substância (como álcool ou drogas ilícitas) ou com um comportamento problemático e destrutivo (como jogo patológico ou um transtorno de personalidade).[2] É um fato conhecido que a dependência patológica causa grande impacto e sofrimento na vida das pessoas próximas, mas poucos percebem como a codependência é altamente prejudicial para ambas partes envolvidas. Ao invés de ajudar o dependente a melhorar, certos tipos de codependentes acabam reforçando o comportamento patológico.
O codependente acredita que sua felicidade depende da pessoa que tenta ajudar, e assim se torna dependente dele emocionalmente, sendo excessivamente permissivo, tolerante e compreensivo com os abusos do outro, mesmo que este seja excessivamente controlador, perfeccionista e autoritário. É comum que o codependente coloque as necessidades do outro, acima de suas próprias. É comum que desenvolvam duplo vínculo.

Analisando tudo o que vivi, descrevo a minha fase codependente como achar que era obrigação minha ajudar as outras pessoas, eu sempre fui independente, nunca jamais dependi de alguém pra ser feliz...então a descrição que faziam de pessoas codependentes como alguém que não tem vida própria me incomodava, porque eu não era assim, mais ainda assim eu tinha me tornado uma codependente.
Me tornei codependente por viver em um paradigma onde é feio não se sacrificar pelo outro, onde a mulher tem que ser compreensiva, onde sucesso é ter a família margarina, a todo custo.
Devemos sim ajudar o próximo e não nos tornarmos alguém extremamente egoista, maaaaaassss, existe um limite, sabe qual? O seu limite....Se respeitar, se amar, não permitir sofrer abusos e se libertar da idéia que a felicidade está no outro, na profissão, nos bens materiais...a chave da felicidade ta ai dentro de você.

Hoje eu ainda convivo com um adicto, mas não consigo abrir mão dos meus sonhos ou me prejudicar por qualquer insanidade que ele cometa, aprendi...pois ainda estou me recuperando das minhas insanidades que foram cometidas ao longo desses anos, ainda não sai totalmente do poço, to subindo pra voltar a estaca zero e ai sim começar a voar.

Ainda não recuperei completamente a minha vida... A MINHA VIDA...sim financeiramente ainda estou me acertando...

Um dia perguntei a uma amiga, quanto tempo eu demoraria pra sair do poço, logo que iniciei a busca pela minha recuperação, ela respondeu: O caminho da ida é o mesmo que da volta...rs...

Ironicamente me afundei no meio de 2006 há 2012, 5 anos e meio anos pra chegar no fundo do poço (lembrando que o fundo de poço de cada um é diferente), estou prestes a completar 3 anos no caminho de volta, e a minha previsão para que minha vida fique zerada pra dai então eu passar a construir novamente é por volta de 2017, 2018...em torno de uns 5 há 6 anos de caminhada...hehehe

Ao todo quase 12 anos de pura transformação, mergulhar na escuridão e renascer das cinzas...e voltar ao lugar que sempre foi meu...voltar a brilhar.
Na verdade esse lugar não é apenas meu...todos no mundo, todos sem exceção, estão aqui pra brilhar, pra serem felizes, basta se transformar!!

Olhe pras suas experiências e descubra o caminho da libertação!!


Nenhum comentário:

Postar um comentário