quinta-feira, 23 de abril de 2015

Faz do jeito que você consegue...mas não desista de você


Nossa...uooouuu...rs...esses dias tem sido muito emocionantes...dias felizes....serei eternamente grata ao poder superior por ter tido a oportunidade desse lindo despertar...

Bem agora voltando um pouco pro tema principal do blog: dependência e codependência gostaria de falar sobre o que ouvi do homi esses dias, já até relatei no post anterior, mas desta vez vou focar nessa frase apenas e tentar passar como me senti ao ouvi-la.

"Se ela (a ela sou eu) não tivesse batido de frente comigo, vixx não sei não..."

Sim já ouvi frases parecidas ditas por ele em outras ocasiões, mas era da boca pra fora, na verdade como ele ainda estava no ciclo da ativa, eu sabia que ele me dizia o que eu gostaria de ouvir pra que ficássemos bem, dessa vez foi diferente, há pouco mais de 5 meses limpo, se cuidando, e nós tendo a oportunidade de vivermos em paz, ele tornou a dizer a frase acima.

Essa frase me levou a um passado recente, onde eu era a revolta em pessoa...rs....e muitas vezes desabafei, esbravejei, xinguei aqui no blog, gritando aos quatro cantos que eu não aceitava, que eu não queria....que ele não podia fazer isso comigo...etc etc

Por muitas vezes acabei sendo incompreendida o que é normal....muitas vezes duvidaram dos meus sentimentos por ele...o que também é normal...

Mas sabe, ter ouvido essa frase fez eu me sentir confiante....me mostrou que eu estava certa, mesmo não agindo da melhor maneira, eu estava certa em não aceitar conviver com a morte, a dor e a destruição.

E gritar, brigar, esbravejar era a forma que eu tinha para lutar contra, naquele momento, eu nunca quis controla-lo, eu nunca quis modifica-lo eu apenas não queria fazer parte daquilo tudo e não sabia como sair dali.

Eu sempre o amei e o aceitei como ele era, eu apenas não concordava com as suas atitudes que só traziam dor e destruição pra nós.

Não aceitem a derrota em sua vida, lutem, lutem até o fim...a derrota que eu me refiro é a vontade de viver.

Jamais por nada e por ninguém desistam de vocês....nem que pra isso seja necessário por determinado tempo brigar, gritar, xingar, esbravejar....

Lutem até o fim.



5 comentários:

  1. Que amizade linda e verdadeira ( também já me sinto parte disso tudo rsrsrs) nunca imaginei que pudesse dividir com pessoas "estranhas" as minha piores dores, sofrimentos e alegrias.... Estou chegando agora e já sonho de um dia todas nós nos encontrarmos ( Janete, Poly, Sharon, kel, E, Lu, flor, dona barriga...) e tantas outras que me ajudam à ser uma pessoa melhores a cada dia. Sou muito carente!!! e quando vejo algum de vocês sofrendo (como está a Sharon nesse momento de separação) me dá vontade de pegar no colo e dizer cara a cara: Estou aqui e vou te ajudar (mesmo não conseguindo nem me ajudar direito) bjs para todas. Ass.: Carla Cristina

    ResponderExcluir
  2. Oi Carla, tava sumida! Sim, você com certeza faz parte também! Eu também sinto isso, essa vontade de ajudar e cuidar, mesmo muitas vezes não dando conta nem de mim rs... É que sabemos muito bem como é ruim sofrer e não queremos ver nossas amigas desse jeito... Por isso colocamos aqui textos e vídeos que nos ajudaram, pois quem sabe ajuda alguém que esteja passando pelo que já passamos né? Eu sinto falta de vocês (vc, Sharon e Janete) quando não comentam...
    Sobre o texto... Kel, fico muito feliz por você pelo homi finalmente estar tomando jeito rs... Já era hora né? rsrs... Você merece ser feliz =)

    ResponderExcluir
  3. A primeira coisa que faço todas as manhãs é abrir o blog rsrsr, mas nem sempre consigo postar....geralmente dá erro.... erro. .. até eu ficar p... e desistir. Rsrs acho que é a minha net que tá ruim. Bjs

    ResponderExcluir
  4. Me emocionei agora... chorei!
    Carla... aceito o colo, tô precisando tanto... só eu sei oque estou passando!
    Ai meninas vcs não sabem como é bom compartilhar com vcs, como é bom ler que uma, duas, aliás tomara que todas estejam bem!
    Kel, quando vc diz: " E gritar, brigar, esbravejar era a forma que eu tinha para lutar contra, naquele momento, eu nunca quis controla-lo, eu nunca quis modifica-lo eu apenas não queria fazer parte daquilo tudo e não sabia como sair dali" é exatamente como eu me sentia e sinto em relação ao meu dq...
    Sabem às vezes fico pensando - eu poderia ter tido mais um pouco de paciência, lutar mais, ser mais forte, quem sabe agora estaríamos juntos... ai volto repenso e digo pra mim mesma, Sharon vc já sofreu tanto na vida, vc não tinha mais forças pra suportar tal sofrimento, foi melhor assim...
    Ou seja, cada uma sabe seu limite e meu chegou, mas admiro muito a força que tem a Kel, a Polly, com toda certeza já devem ter passado muita coisa que passamos, dependendo da situação e do momento com maior ou menor intensidade, mas não admiro porque continuam com seus maridos e hoje eles estão bem, caminhando... tbm isso, mas o principal é porque souberam em meio a guerra buscar meio de se manterem de pé, buscarem paz e calma aos seus corações. Se hoje os "homi" estão de é é porque a luta de cada uma em buscar o certo, em praticar os 12 passos, em serem firmes nos seus ideais e se amarem em primeiro lugar foi maior que a tristeza, a dor...
    A E. ao que me parece está seguindo os mesmos passos e com certeza vai ter sua vitória...
    A Carla está ainda perdida, assim como eu estava ( não que não esteja, mas agora não estou no meio do furacão)... lute amada, muito com todas as armas, mas se cuide, se está assim busque ajuda, vá ao grupo, busque o espiritual, se tiver uma terapeuta busque tbm... não se deixe adoecer, depois que as coisas acontecem não adianta lamentar e sim mudar para que a vida possa ser bonita novamente!
    A flor reconstituindo a sua vida, continua com seu amor, com seus sentimentos, mas tbm está de pé e bem.
    Agradeço a Deus por todas em minha vida e não estou olhando os blogs com tanta frequência, mas sempre vou ver e conversar com vcs... (hoje comentei todos da semana kkk) queria muito voltar ao grupo, mas vou voltar assim que estiver na minha casa, assim não ouço coisas do tipo, que vou lá porque tenho esperanças de voltar, que como sempre separei mas daqui a pouco caio novamente...
    Agora quero preservar a minha paz, buscando meu espiritual e conversando com vcs já me faz um bem enorme.
    Como me disse a flor outro dia, Sharon volte ao grupo, ninguém sabe o dia de amanhã, vcs se amam e um dia podem voltar e vc precisa estar bem...
    E ela está certa, preciso estar bem, passei por muitas coisa e lá encontro ajuda pra me recuperar...
    Meninas amoooo vs... obrigada por compartilharem
    bjsss
    TMJ

    ResponderExcluir