segunda-feira, 30 de março de 2015

Existem mundos onde...

Por Kel.

Me lembro quando eu vivia presa em um mundo

Um mundo de êxtases, de fé...de amor...de desespero...de fúria...de tristeza e de esperança, era assim minha vida quando eu estava no olho do furacão segurando o adicto pra que não se esborrachasse no chão.

Tudo era muito, tudo era intenso, as vitórias as derrotas, era impossível sair do carrinho da montanha russa, me sentia presa e não tinha forças ou coragem pra pular.

Pulei....ainda eu o vejo em seu carrinho, mas hoje eu só olho, não embarco junto...

De fora as emoções ainda povoam meu coração, mas é de leve, sem aquela intensidade, sem aquela necessidade de controlar para que tudo saia como eu gostaria.

Hoje não são meus pensamentos que me controlam, eu controlo eles...e escolho.

Existe um mundo tão cheio de segredos a ser desvendado fora desse redemoinho....existe paz....existe amor...existe felicidade....e não é preciso escolher lutar ou desistir de alguém.

É preciso somente olhar pra si mesma e se dar o direito de ser feliz....

A meditação não é um esforço, não é uma atividade. Pelo contrário, é uma profunda pratica de rendição...Apenas ser é meditação - não fazer nada, não desejando nada, nem com vontade de ir a algum lugar, apenas estar aqui e agora, simplesmente estar aqui e agora, isso é o que eu chamo de meditação.

Osho 

Namastê (O Deus que habita em mim saúda o Deus que habita em você)


21 comentários:

  1. Encontrar a paz dentro de si mesmo...ou não encontrar em lugar algum. Ainda to buscando mas já sei o caminho.

    Janete

    ResponderExcluir
  2. Hoje fazem 9 dias que me separei...
    Dói muito!
    Mas antes a dor da ativa, a dor da loucura, do não saber oque vai acontecer daqui 5 minutos era muito maior.
    Amo muito, mas me amo antes de qq coisa e decidi me afastar em definitivo.
    Estendi as mãos muitas e muitas vezes...
    Internações, psiquiatras, remédios...
    Eu quis a recuperação dele...
    Ele não quis se ajudar...
    Ele ainda não aceitou e nem reconhece que a drogadição é um mundo ilusório...
    Não percebe que tudo rui ao seu seu redor...
    que causa sofrimento e dor aos que estão ao seu lado.
    Em outubro internou-se em Janeiro começamos um tratamento com psiquiatra para reforçar...Quando veio a recaída em fevereiro foi infinitamente pior
    Tentei sustentar a situação sozinha da melhor forma
    ele virou outra pessoa... extremamente com os nervos a flor da pele, tudo o irritava, um conselho, uma conversa, ficou agressivo, tanto nas palavras quanto fisicamente...
    Lutei...
    Até que a minha segurança e integridade física ficou em cheque.
    Não havia mais oque fazer...
    Nem para onde correr...
    Só abrir mão do meu sonho, do meu desejo... da minha história de conto de fadas
    Doeu tanto... ver ele sair de casa, fazer as minha malas e mudar...
    voltar ao seio familiar apesar de reconfortante foi desafiador...
    O medo do novo, da mudança
    A saudade...
    A desilusão...
    Ver minha casa ser desfeita, meu lar... apesar das brigas, nos amamos... apesar das drogas somos apaixonados..
    Sem as drogas, tudo perfeito...
    Vida de faz de conta
    Mas todo recomeço é difícil...
    Agora separados, quem sabe ele se encontre
    E eu vou continuar a estudar e buscar minha serenidade...
    E a melhor maneira de começar e meditando...
    Tentar deixar de lado os sentimentos, se interiorizar...
    Orem por mim queridas...
    bjss

    ResponderExcluir
  3. Nossa Sharon...lendo seu comentário voltei ao passado, vou procurar a postagem que falo a respeito e colo o link aqui...força nega...Deus nos surpreende..ora de cuidar de vc

    ResponderExcluir
  4. http://dependenciaecodependencia.blogspot.com.br/2013_01_01_archive.html

    ResponderExcluir
  5. http://dependenciaecodependencia.blogspot.com.br/2013_01_01_archive.html

    ResponderExcluir
  6. http://dependenciaecodependencia.blogspot.com.br/search?updated-max=2013-01-30T02:19:00-08:00&max-results=7&reverse-paginate=true

    ResponderExcluir
  7. Sharon os links não direcionam direto pra postagem que eu queria te mandar...o primeiro é a postagem: Aonde está a minha metade?
    O segundo link: Eu mudei? e o terceiro,é que posso dizer que valeu a pena...rs..na verdade acho que vc consegue acessar as três postagens por um link só..rs...loira é foda...hehehe...bjus e fica bem

    ResponderExcluir
  8. Me fez ir às lágrimas...

    E quando diz no último post
    Percebi que TUDO exatamente TUDO que eu passei 6 anos tentando evitar, por covardia de não querer enfrentar de vez a situação, TUDO que eu passei adiando ACONTECEU.
    Olhei e vi que esse meu "esforço" em evitar varios acontecimentos foi em vão.
    Foi ai que SOLTEI A CORDA DE VERDADE.
    Foi ai que sabe quando a gente casa...a gente chega num ponto e fala...A MEU QUER SABER...FODA-SEEEE...
    Foi ai que eu tirei todo o peso de uma vida que não era minha e eu carregava nas costas e atirei no chão.
    Resultado imediato: Alivio
    Resuldado seguinte: Duvidas eu ja estava tão acostumada a carregar o peso dos outros que quando me vi livre não estava conseguindo manter meus pé no chão...eu flutuava em um lugar vazio...era como se eu não tivesse aonde me agarrar pra continuar caminhando, era estranho.

    É EXATAMENTE ASSIM QUE ME SINTO
    é um vazio...
    voltei a ler coisas que gosto, vejo tv, vou a igreja, oro, ouço músicas... o vazio não passa
    ao longe veem as lembranças dele, hoje passou a raiva então vem as partes boas
    dá saudade, mas ao mesmo tempo o medo de tudo que sofri
    lembro das drogas
    ai tento mudar o foco
    mudo por algum tempo
    daqui a pouco tudo denovo
    mas prevalece o vazio e as perguntas sem respostas

    Graças a Deus eu sei que passa...
    Tudo na vida passa

    Nesse meio tempo em meio ao vazio
    tento vislumbrar um futuro
    queria muito que fosse eu e ele
    mas não tenho forças pra continuar com na ativa
    não que se ele decidisse se internar 1 ou 2 anos eu iria voltar e apoiar
    mas o nós deu lugar a eu
    e o nós deu lugar a ele é por conta dele e não sei oque será

    ResponderExcluir
  9. o que eu fiz...foi não voltar atrás nem um momento...confiei no PS...olhei pra mim e só pra mim..muitas vezes fui egoista...mas era preciso naquele momento...e esperei o tempo passar...vai passar nega...dói...mais passa...esse vazio é a nossa vida...ela era vazia..pq vivamos a vida de outra pessoa...no inicio é foda..mais vc se encontra...e se ergue...e ressurge das cinzas...como a fenix...hehehe bjaum

    ResponderExcluir
  10. Sharon, não sei o que dizer, já senti inúmeras vezes essa dor, eu dizia que era para sempre a nossa separação. Mas quando eu encontrava com ele e via o estado em que as drogas o deixava, eu acabava levando ele para casa e cuidando dele.... e assim tenho vivido nessa luta constante.... Desejo que essa fase que você está vivendo passe logo. Quando você diz que existe amor entre vocês, fico emocionada e lembro que o maior "poder" que nós temos é o amor... Então não fique triste que DEUS cuida de tudo!!! bjs Tamos Juntas

    ResponderExcluir
  11. Meninas...é apenas minha maneira de pensar...o amor nunca...jamais machuca...o que chamamos de amor na verdade é apego...o amor mesmo cura...bju a todas..e eu não tenho vergonha de assumir..não sei amar...to aprendendo ainda

    ResponderExcluir
  12. Eu li os textos que você mandou pra Sharon... nos dois primeiros, como você era parecida comigo... rs
    Sharon, queria te dizer para ser forte... É uma decisão difícil, mas muitas vezes é a única possível... As vezes só largando a corda de vez é que eles acordam... Vamos torcer para isso, e primeiramente pela sua felicidade... bjos

    ResponderExcluir
  13. sei lá oque vai acontecer
    mas foi o melhor pra mim
    nossas vidas ja estavam incontroláveis, eram brigas, xingamentos, discussoes, agressoes
    eu nao sabia como espera lo depois do trabalho, se estava bem era um alivio, se estava irritado e vinha puxando brigas eu ja sabia que passaria a noite na rua bebendo e usando e eu em casa nervosa, chorando
    no meio dessas brigas sempre era humilhada, maltratada, palavras que ferem e agridem muito nos mulheres
    o amor existe, amo ele, quero estar juntos, quando a droga não esta no meio parece que somos um só, é paz, tranquilidade,, carinhos, fé, planos... enfim amor mesmo, mesmo que hajam divergencias, mas é possivel uma conversa um consenso, um meio termo bom para ambos
    e a ativa é um kamikase...
    e eu ja estava adoecendo, sem animo, sem vida, sem perspectiva, sem esperança
    e oque me moveu a ter tomado essa decisao nao foi da noite pro dia, foram alguns meses dizendo pra mim mesma: Sharon, ei acorda, parece que vc é a adicta que esta procurando a recuperação e não ele
    ele não quer
    ele não se ajuda
    ele tem tudo pra ter uma vida maravilhosa, tem saude, juventude, um bom trabalho, um bom salario, uma boa esposa, uma boa casa, um filho, uma familia que o apoia, ou seja não falta nada a ele, mas se não surgiu a vontade de mudar é porque ele não busca a motivação pra mudar
    que ele gosta desse mundo ilusorio
    so que as duas coisas p ele é otimo ter, mas pra vc não esta dando certo, vc quer mais, precisa de mais
    precisa de alguem que queira ter um futuuro, que te de segurança de que se vc precisar a pessoa esta ali pra te ajudar e apoiar
    vc da isso a ele e ele nunca estava quando vc precisou
    não estava quando vc perdeu o bebe... logo apos sua pequena cirurgia ele chegou e no dia posterior ele arrumou briga e foi p rua usar e vc ficou com os pontos sozinha numa cama chorando
    poxa era o filho de vcs
    no momento em que sua tia-mae e tio pai faleceram ele usou e virou na rua e usou eles como desculpa o nao ir ao trabalho
    quando vc nao esta bem ele reclama
    enfim... tudo me fazia me sentir usada sabe
    e comecei a pedir p Deus me dar forças p suportar ou pra ele me dar forças p sair desse ciclo
    me ajudasse...
    e sexta retrasada foi o ápice
    queria dinheiro p droga eu nao dei arrumou briga... coloquei ele na parede que dali tinha que ter um resultado pro bom ou pro ruim...
    ai veio a briga os insultos e ia pra rua... e eu disse se for ja leva as tuas coisas... no impulso mas movida por todos esses sentimentos e fatos eu fui firme e acabamos

    E nos seus posts Kel tem um trecho em especial que é exatamente oque estou sentindo
    Percebi que TUDO exatamente TUDO que eu passei 6 anos tentando evitar, por covardia de não querer enfrentar de vez a situação, TUDO que eu passei adiando ACONTECEU.
    Olhei e vi que esse meu "esforço" em evitar varios acontecimentos foi em vão.
    Foi ai que SOLTEI A CORDA DE VERDADE.
    Foi ai que sabe quando a gente casa...a gente chega num ponto e fala...A MEU QUER SABER...FODA-SEEEE...
    Foi ai que eu tirei todo o peso de uma vida que não era minha e eu carregava nas costas e atirei no chão.
    Resultado imediato: Alivio
    Resuldado seguinte: Duvidas eu ja estava tão acostumada a carregar o peso dos outros que quando me vi livre não estava conseguindo manter meus pé no chão...eu flutuava em um lugar vazio...era como se eu não tivesse aonde me agarrar pra continuar caminhando, era estranho.

    Tomara que passe logo

    queria muito q como num filme o tempo passasse ele fosse em busca da recuperação e me procurasse e o felizes para sempre fosse o final
    mas sei que nao sera assim
    o nós deu lugar ao ele e a vida dele
    o nós deu lugar a sharon em busca de outra realidade de outro futuro

    ResponderExcluir
  14. O que você fez é o que a maioria de nós esposas estamos buscando: a recuperação deles ou separação. Você foi forte em tomar essa decisão, agora precisa de mais forças para continuar sua caminhada ao encontro com a sua felicidade. Não pense no futuro, pense no presente, pense como é bom dormir em paz, como é bom não ter ninguém gritando e te humilhando, como é bom andar de cabeça erguida ( eles fazem a gente passar cada vergonha)..... eu não tenho uma receita mágica ( mas como queria ter) para viver sem o meu adicto, tanto que me separei e voltei outras vezes, mas posso te afirmar que enquanto estava focada no " como é bom...." não voltava para ele (já chegamos ficar 8 meses sem mal nos falar).... mas quando o encontrava debilitado aí batia a vontade de colocar no colo e levar para casa para cuidar e assim fazia e faço; não sei se isso é amor, aliás até sei que não é. ..mas no momento não tenho forças para fazer diferente forte. Então digo para você ter forças independente do que vai acontecer lembre-se sempre de Deus e de como a sua felicidade é importante para você e para as pessoas que torcem por você!!!! Bjs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ai Carla como está difícil...
      Acabo de entrar no face do de cara com o dele...
      puts...
      As vezes me pergunto pq eu não levei como sempre numa boa e deixei passar a raiva e continuaria tudo igual... ia suportar até quando?
      Depois não é... a família se envolve, entreguei as chaves da minha casa, meus moveis foram p casa da minha vó, que está a venda.
      minhas tias, meu irmão, meus primos... todos sairam em meu socorro, preocupados com oque poderia acontecer
      as pessoas q sabem do problema dando conselhos, falando que eu tomei a decisão certa...
      meu sogro junto com a madrasta dele disseram, se tu voltar quem merece uma camaçada de pau é tu...
      então assim,todo mundo torceu pela mudança, mas viram que não é possivel e estão de todas as formas tentando me fazer acordar
      A fico pensando, sera que sou tão doente assim que todo mundo sabia do tamanho do buraco só eu não?
      depois vem a saudade... caraaa dói muitoooo
      nossa, cabeça zonza 24 h

      Excluir
  15. É bem assim sharon, todos acabam se envolvendo por que gostam da você e querem seu bem. No meu caso até a família dele também foi ao meu favor de me separar. .... e voltar para ele acaba sendo "vergonha" já até mencionei aqui que há dois anos meus amigos do trabalho pensam que estou separada. Kkkk da penúltima vez a briga foi tão feia que acabei me desabafando com meus amigos.... daí me separei e todo mundo deu muita força, até que voltei para ele e não tive coragem de contar para os outros. Kkkkk essa dor que você sente e essa culpa achando que se fizesse como outras vezes apaziguando a briga vocês estariam juntos, acho que todas nós já passamos. Lembro que quando meu adicto queria brigar e eu não dava confiança, ele agia igual criança, tipo pisava no meu pé, não pedia desculpas e daí já começava uma briga da parte dele alegando que eu coloquei meu pé no caminho de propósito para ele cair. Kkkkkk daí a tal briga que ele queria estava já armada, eram três dias na rua usando. ....Hoje ele está tranquilo indo na igreja e diz que não sente falta de usar. .. mas até quando será assim?! . Até quando sharon você vai perder sua juventude, o melhor de você por ele.... (essa pergunta faço todos oa dias para mim, mesmo ele em recuperação) . Até onde isso vale a pena?. Desejo que você se mantenha forte!!! E estamos qui para o que precisar.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sim, isso é verdade.
      A vergonha, porque no final das contas as pessoas pensam que ou é "mulher de malandro" ou está porque tbm usa drogas...
      As famílias já estão tão cansadas que dizem... faz oque vc quiser eu vou apoiar, mas vc está num barco pronto a naufragar...
      tô reunindo forças de onde não tenho pra seguir, mas é muito difícil...
      Estou seguindo a razão, mas o coração está em pedaços...

      Excluir
  16. Eu também já passei por essa vergonha com família e amigos... tanto que quando nos separamos eu agora evito falar... Pois sempre acho que vai ser definitivo depois acabo voltando atrás...Mas agora pelo menos minha postura em relação a ele mudou bastante.

    ResponderExcluir
  17. rsrrss..
    pior que é assim, de tanto passamos vergonha pelos nossos atos acabamos mudando e segurando tudo no peito sozinhas... acho que foi ai que não consegui segurar o rojão e sai...
    entro no face no whats me dá falta de ar em pensar em espiar o perfil dele...
    ai não faço...
    penso em ligar a todo instante...
    que suplício!!!!

    ResponderExcluir
  18. O que me salvou foi ter a Kel pra desabafar... Atualmente só falo dele e da nossa relação com ela, pois ela me entende e não me julga. E com vocês no blog, claro... Mas para os outros é inútil falar... Só que felizmente cada vez menos tenho necessidade de falar dele... Tô cada dia mais tranquila, pensando em muitas outras coisas... Ele ainda faz parte da minha vida, mas é um detalhe cada vez menos importante... Antes ele era o centro. Cara, quanta diferença! E se eu posso, todo mundo pode... Eu era muito louca kkk

    ResponderExcluir