quarta-feira, 4 de fevereiro de 2015

Desce....

Bom dia...pessoas

Há muito tempo ando reparando nas pessoas, em mim mesma, como é fácil falar de amor, esperança, perdão, decisões quando as coisas caminham de forma equilibrada em paz, mas e quando o carrinho desce?

Quando os problemas aparecem, aprendi a observar a mim mesma como reajo nessas situações, por vezes o discurso de amor, esperança, perdão se tornaram palavras de ódio, desânimo e raiva, sim muitas e muitas vezes agi assim, e vejo muitas pessoas agirem assim também.

Acredito que o foco do desligamento está ai, não reagir ou descer junto com a situação, mais tentar se manter bem como se estava antes, ser dono de si e não permitir que os outros e a vida mandem em você.

É fácil? Não é mesmo....porque isso implica em autoconhecimento, em respeitar limites, pois existem limites que se ultrapassados farão você reagir, é preciso ir se modificando sem exigir perfeição, aos poucos e ponderar aonde você se sente segura e aonde não.

E te garanto que a pessoa que é esperta não fica medindo forças com os limites alheios, do tipo se ele (a) pode eu também posso...quem de fato é esperto olha pra si e aprende a reconhecer o que pode e o que não dá pra encarar, independente dos outros ou do mundo.

Afinal a vida é sua e quem arcará com as consequências das escolhas é somente você, por isso digo lute por você sempre.

Ontem tive que treinar a prática do carrinho descer e eu ficar sem me abalar, o engraçado é quando nos preparamos pra determinadas situações corriqueiras e somos surpreendidos por outra que achávamos estar superada...rs...ai o bicho pega...hahaha

Ontem o "homi" estava se sentindo a vitima do mundo e achando que eu podia salva-lo, explico:

Ele quer ir pra praia esse fim de semana, esse mês to zerada voltei de férias, 13º atrasado, escola nova das crianças, material escolar, uniforme, etc, etc....

Ele vira pra mim e diz:

- Se você ajudar com R$ 100,00 já da pra descermos.
Eu:
- Olha vou receber somente isso e tenho que pagar isso, fazendo as contas na verdade vai faltar mais de R$ 100,00 pra mim conseguir chegar até o final do mês, caso saia meu 13º eu vou, senão será impossível
Ele:
- Nossa mais o que são R$ 100,00...é que pra você tanto faz, você não está na minha pele, não sabe a importância que isso tem pra mim, esses momentos bons que consigo ter ao teu lado é o que me salvam e eu não estou suportando esses dias
Eu:
- Você entendeu as contas que eu fiz? Quer que eu tire R$100,00 de onde (começou a me subir o sangue e a vontade era de mandar a merda, pro inferno, pra puta que pariu)
Ele:
- Mais é só R$ 100,00
Eu:
- Se é só R$ 100,00 então arruma você, ou quer que eu faça ponto na rua a noite pra ver se vira uma grana extra (já começando a perder as estribeiras)

Uma pausa....nesse domingo fui ao centro espirita, fazia mais de dois meses que não ia, e no atendimento falo das minhas dificuldades, em agir de forma assertiva, sem me prejudicar e sem prejudicar os outros, o conselho o qual eu já ouvi várias vezes mais incrivel parece que nessas horas de tensão somem da mente...rs...haja com amor e paciência, lembrando que pra agir assim você não precisa ser conivente ou estar presente fisicamente em uma situação.
Eu pedi me explica melhor...rs..
Me disseram evite falar com rispidez, isso faz uma enorme diferença, as vezes o irmãozinho está caído e com a mão levantada querendo ajuda, pense antes de falar, e pondere, ao dizer algo de uma forma que sabe que irá ofender pense se não há outra forma que poderá explicar e se pra você falar de uma forma ou de outra não fará diferença então escolha a forma que não irá derrubar mais ainda o irmãozinho.
Eu tá, mas sou um ser humano com limitações e quando as situações me fizerem reagir e eu não souber como falar o que eu faço?
Peça ajuda a Deus, quantas vezes for preciso, e qualquer atitude que tiver faça apenas pra se proteger, sempre vibrando amor.
Eu como eu vibro amor quando estiver sentindo raiva?
Peça ajuda a Deus pra vibrar amor por ti e imagine a pessoa que te atingiu, bem, imagine ela em paz, pense nela feliz, não alimente raiva ou ódio e lembre-se sempre...amor...amor...amor..paciência..paciência e paciência...
Unf...rs

Continuando....como essas palavras estavam recentes em minha mente e percebi que faltava muito pouco pra mim não soltar um vai a merda bem grande...comecei a falar com Deus

Deus...da uma ajuda ai...eu não sei vibrar amor nessas situações...vibra por mim...prometo que vou calar meus pensamentos...e forçar a pensar coisas boas...mais vibra amor ai pq eu ainda não sei amar nessas situações de raiva...

Enfim...parei de responder...e de fazer cara de insatisfação...e ficava pensando com meus botões...vai pra luz ser...rs...fica em paz...kkk

E assim por diante...no fim ele foi embora do mesmo jeito se vitimizando...mais eu fiquei em paz...sem reagir...consegui vencer a mim mesma...foi legal..pq não precisei ceder as suas chantagens e manipulações e não precisei estourar com ninguém pra respeitar meus limites.

Nosso pensamento é poderoso...acho que já disse isso aqui...repara no que anda pensando e entenderá a razão de seus sentimentos...e mude o que pode...já que não pode evitar que sentimentos fluam...controle o que pensa...isso ajuda um bocado.

Beijão galera e fiquem com Deus

12 comentários:

  1. Não consigo evitar na minha mente a imagem da criança na loja de brinquedo fazendo chantagem por causa do brinquedo, e a mãe tentando explicar que não pode comprar....eita dificuldade em crescer.....

    Janete

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. ÓTIMA comparação...kkkkk...bem isso....mais se quiser um dia ser um pai de familia...terá que crescer..hehehe

      Excluir
  2. Ótimo texto! Nossa, passei por algo muito parecido ontem. O homi fez um cartão de crédito, segundo ele pra poder tirar o óculos dele de grau. Só que o limite dele é pouco, só R$250,00 (ainda bem). Aí teve um dia que compramos uma pizza e ele passou no cartão dele. O fim do mês de janeiro e esse mês de fevereiro tô igual você, zerada. Contando moedinha pra pagar todas as contas, voltei de férias, então o salário vai vir menos (10 dias a menos), teve cirurgia da cachorra, e outros imprevistos, além de termos gastado muito no passeio de fim de ano... Enfim. Aí ontem chegou a fatura do cartão dele. Veio 40 e poucos reais, 30 e poucos da pizza e 2,90 de anuidade. Aí ele pegou a boleta e falou comigo assim: e agora? Tipo, ele queria que eu falasse: deixa comigo amor, que quando eu receber pago pra você. Mas eu falei: quando receber vai no caixa eletrônico e paga, é só passar o código de barras (não falei ignorante nem nada, falei com naturalidade, como se não tivesse entendido a intenção dele). Aí ele: no Itaú dá pra pagar? (pergunta idiota, é claro que dá ne, acho que foi pra ver se eu me tocava rs). Eu: dá. Aí depois disso o homi murchou, não causou briga mas ficou lá todo borocoxô. É sempre assim, é só falar em dinheiro ou ele fica bravo ou deprê. No dia de pagamento ele nunca fica feliz, só triste e estressado. Olha a miséria que ganha depois de ter ralado o mês inteiro e aí fica lá se fazendo de vítima... Tenho certeza que na cachola dele tava pensando: ralo o mês inteiro pra ganhar uma miséria e quase 50 reais já ta comprometido. Paciência... Não dei muita ideia, perguntei depois o que ele tinha, disse que tava passando mal. De fato tava com febre, mas sabia que o problema mesma era outro. Perguntei porque tava triste, não quis falar, aí eu fui pra cozinha. Como eu não fiquei em cima dele, dando atenção, depois ele veio e novamente com papo de ir embora, mas dessa vez sem brigar, numa boa. Perguntou se eu entenderia se ele fosse embora, que não ta aguentando isso mais. Eu falei (também muito numa boa): não, não tem o que entender. Se vc quer separar de mim, vou entender o que. Aí ele: não quero separar de você. Eu: quer ir pra casa da sua mãe ficar lá atoa? Ele: não, vou trabalhar lá. Eu: pq não trabalha aqui? moramos numa capital, sua mãe no interior. Não é possível que não tenha nenhum emprego aqui além do que você tá. Ele calou, me deu um abraço.
    Ele é BURRO, tem parente aqui, parente que tem dinheiro, que tem contatos, que poderiam arrumar um emprego p ele fácil só com uma ligação, mas ele é orgulhoso, não pede, aí fica trabalhando pesado e se fazendo de vítima... ah...
    Até a mãe dele falou que ele deveria pedir uma indicação pro tio dele, ele comentou comigo. Mas aí eu toquei no assunto e ele: nossa, você fica falando isso toda hora. Aff, não falo mais, já brigamos uma vez por causa disso, me acusou até de interesseira na época, falo mais nada... Ele só fala de fazer as coisas, mas nunca põe em prática. Se falo pra ele procurar outro emprego ele vira o jogo e fala que eu tô acomodada, que o bicho ta pegando pro meu lado e eu não tô fazendo nada, sendo assim que se eu for transferida ele não vai comigo...
    Chantagem...
    Haja paciência, só Deus viu...
    Mas quando agimos assim, evitando palavras ríspidas e dar muita importância realmente dá mais certo...

    ResponderExcluir
  3. Ai G-zuiss
    Ontem foi o dia de eu perder a paz a calma.. As boas palavras... Boas vibracoes...
    Mandei p inferno p puta q pariu pra casa do capeta e ai vai...
    Meu marido e ainda vive no mundinho eu amo entao eu sinto ciume!
    Ah va p c... Com ciume.
    Tive q sair a tarde p buscar uns documentos p a empresa q trabalho...
    A noite veio me perguntar onde eu tinha ido porque era sempre naquele horario q eu ia q era estranho q ia ligar no escritorio e perguntar p minha colega... Falei nao seja por isso... Liguei e ela disse fosse banco pegar instrumentos de protesto agradeci e o pau fechou la em casa... Falei q se ele andou com vag... Se ela fizeram ele de idiota problema dele q eu sou muito fiel respeitosa e q ele pir tudo oq eu ja passei na mao dele tudo q ja me fez sofrer e tudo mais ainda sim continua duvidando q saisse de casa fosse atras de outra... Nao me recordo de alguns pontos mas teve um momento q me ameacou... Ah va pro inferno! Dai falei c todas as letras... Antes tu se drogava agora sem drogas tais mostrando o verdadeiro b... Q tu es... Pq agora nao tem mais desculpas
    Ainda se queimou mais... Resultado domimos em quartos separados e se ele acha q eu vou desculpar... Nunca! A cada dia me apega mais no passado ruim q vivi c ele ate hoje p me libertar disso... Uma hora chega... Paciencia e oq mais tenho... Nao sabe me valorizar nao sabe me respeitar e confiar... Vaza! E bem simples... Ou muda ou eu mudo... E todos oa dias me forco a lembrar de todo o mal p mudar ate o ponto q nao vai ter mais chances

    ResponderExcluir
  4. É sharon viver com eles na ativa é difícil mas em recuperação é bem pior kkk...no meu caso são doze anos de casados e um filho de 3 (época em que ele estava recuperado) . Foram 3 anos difícil e ele foi embora me tirando o meu carro e quase tirou a minha casa e detalhe ele nunca parou em trabalho por causa das drogas, ou seja não construiconstruiu nada e ainda me deixou na mão. Para resumir ficou 8 meses fora e para minha surpresa me pediu perdao e insistiu para reatar nosso casamento. Eu relutei mais aceitei já que ele estava recuperado há 3 anos e pediu perdão por ter ido embora. Eu tonta aceitei....resumindo ele já tinha voltado para o vício já não tinha mais carro e me enganou pedindo para voltar. Na verdade ele precisava de mim de novo. Mais isso só fui descobrir depois que ele voltou para casa... agora estou vivendo uma m...de vida ao lado dele.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Carla estou passada!
      Que dizer estava limpo, com um filho uma esposa, achou que isso não estava bom, que não merecia valorizar caiu no mundo... ai perdeu tudo e voltou!
      Bem típico!
      Isso não acontece apenas com adictos, mas com homens sem caráter! No momento ruim vc e seus filho serviram de tripé no momento bom fez igual a porco virou o gamelão!
      Cara isso não admito!
      Digo sempre pro meu marido quer terminar tudo bem, mas diga olha não dá mais, não te amo, numa boa eu vou aceitar e nunca mais procuro e tbm não quero que me procure.
      Agora arrumar confusão p sair, ir curtir, aproveitar a "liberdade" por semanas e depois voltar com cara de cachorro que caiu da mudança... vai plantar batatas isso sim!
      Amo muito meu marido, fiz muita coisa por ele, passei muita coisa por causa dessa merda de DQ, passo muita coisa nesses estágio inicial de recuperação... Sei que não sou salvadora da patria e nem quero, sei que tenho defeitos parecidos ou piores que o do meu marido, sou extremamente difícil de conviver, só que é assim não admito traição, não admito egoísmo, não admito ingratidão e pior de tudo não admito que me aponte o dedo e me fale uma merda ou seja digam coisas que não fiz e ainda duvide de mim - eu viro o demônio e vou mais longe quando estou p... quando meu marido vem com as merdas dele por causa de ciume me vejo em cima dele esganando ele! Então tem coisas que eu não admito e ele sabe bem então qual a saída dele quando ele faz uma besteira ou quer arquitetar alguma coisa? parte pra esse lado, porque ele sabe que eu viro o um bicho pra defender oque mais preso na vida que e a minha imagem, a minha postura e a minha índole!
      Ai começam as brigas... e feias... não pensem que é bate boca e deu... a sorte dele é que eu não tenho 1,92 e nem 92 kg como ele, se tivesse eu já tinha colocado ele no lugar dele... ai sim ou ia ou rachava de vez!
      Ai depois que as coisas acalmam... me vem com beijo abraço, carinhos, palavras doces.. de que adianta se já plantou o ódio e a raiva em mim?
      Ai que amor bandido e esse?
      Pq é certo se não me falar merda, se não me cutucar eu sou um anjo...
      agora já do contrário...
      Então pra que causar brigas se diz que ama tanto?
      é isso q me irrita, tira do sério... e me faz tão mal

      Excluir
    2. Mulher...preze pela sua paz...se ele joga sementes de raiva e discórdia não de terreno pra essas sementes brotarem...se vc regar a responsabilidade é sua por regar...escolha diferente...escolha sua paz...e não conte com o outro pra isso senão terá grandes chances de nunca conseguir

      Excluir
  5. Pior que eu sei Kel... eu sei disso, mas estou fraca emocionalmente e espiritualmente, não estou mais me encontrando!
    Depois do ratamento dele eu cai numa depressão ferrada, os medicamentos estão me ajudando a me manter de pé, meu rabalho está uma verdadeira b... em 07/14 meu ex patrão vendeu a empresa e quem comprou continuou comigo, mas como eu já gerencia há tempo e conhecia bem os clientes me colocaram na área comercial, a principio aceitei porque meu ex patrão me disse que se em 12/14 eu não tivesse me adaptado eu poderia voltar a trabalhar com ele em outra empresa do grupo... ai no final de dezembro procurei ele e ele me disse q tinha a vaga na área financeira mas era p eu ter chamado ele no inicio do mês e que chamou outra pessoa há alguns dias, ou seja estou infeliz no meu emprego, detesto atender pessoas, ligar visitar - bater perna na rua (vou visitar empresas de carro) não e pra mim, não estudei p isso!
    Desde então estou mandando CV, mas nada até o momento...
    Tbm estou com a minha tia/madrinha em coma na uti há 3 meses, um dia bem outro mal... e ela é como uma mãe p mim, então estamos eu e meu primo e uma tia minha dia e noite no hospital, porque ela está com muitas convulsões mesmo sedada... de manhã é um quadro a tarde muda... e assim vai.
    OU seja um caos total na minha vida... ai meu marido vem com isso é um prato cheio p eu despesas a minha raiva a minha magoa a minha tristeza a insatisfação, mas o pior é que me sinto pior, porque não consigo mais combater isso, não consigo mais filtrar...
    eu estava indo tão bem, cai num poço e não tô encontrando forças p sair... mas é questão de tempo, me conheço bem, sou forte e vou me reerguer já passei por coisas piores!
    Ore por mim!
    bjsss

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. com certeza estou orando...a primeira a coisa se acalma...e se force a pensar positivo..use do seu bom humor pq sei que vc tem....isso ajuda bastante...vai passar...vc sabe não está sozinha...vc consegue tenho certeza disso...bjaum eum forte abraço

      Excluir
  6. Sharon assista...to mandando heim...rs...zueira...sério assiste com carinho http://youtu.be/-TPmStsYZ5Q

    ResponderExcluir
  7. Sharon, eu sei que você está passando por coisas muito muito difíceis, mas não tem outro jeito pra sair dessa se não for buscando sua paz... Realmente não é nada fácil ter paz em um ambiente de guerra. Mas como você mesma disse, seu marido sabe muito bem como te tirar do sério... talvez ele nem esteja com ciúme ou desconfiando de verdade de você, só faz isso para te provocar... e se alterando vc dá a ela exatamente o que ele queria, o gostinho de te ver com raiva... O meu faz exatamente o mesmo. Ontem ele veio com um papo doido (depois vou postar e contar tudo que aconteceu), eu podia me alterar, podia arrancar os cabelos, cair no tapa com ele, começar a chorar... Mas não, mantive a calma, ignorei. Resultado? Quando viu que não tinha controle sobre mim quem perdeu as estribeiras foi ele. Quando fiquei calada ele se incomodou, disse: vai ficar assim? não quer conversar? Eu: conversar o que se vc só quer fazer oq vc quer, não importa o que eu fale? Aí ficou igual bicho e saiu.
    Veja o vídeo que a Kel te mandou, realmente muito bom...

    ResponderExcluir
  8. Sharon não fique assim vc precisa ficar mais calma. Nosso coração escolheu essa m... Então temos que manter a serenidade caso contrário ficamos doente. Não estou feliz, mas estou tentando estar em paz já que eu não consegui terminar de vez com meu adicto. Ele saiu de casa, levou meu carro eu fiquei p... mas comprei outro mil vezes melhor.... já voltamos há um ano e eu saio de carro e ele a pé. ele só sai de carro quando vai comigo em algum lugar que eu quero e comigo dirigindo kkkkk. Se ele saí e fica na rua usando drogas eu não procuro e não ligo no celular. Costumo dizer que ele é meu combustível quanto mais ele apronta mais eu quero ser uma pessoa melhor. Vivo sem expectativas e se ele está bem estamos bem, amo meu trabalho, minha família e sou independente financeiramente. Mas infelizmente ainda sou dependente emocionalmente dele. E até que eu consiga me livrar dessa dependência emocional vou tentando manter a serenidade. Tente isso sharon daí o fardo fica muito mais leve!

    ResponderExcluir