sexta-feira, 16 de janeiro de 2015

O que mais existe entre nós?



Bom dia galera!!

Hoje depois de poder conviver com o "homi" em seu estado normal, sem reações devido a crises de abstinência, olho pra gente e me pergunto: O que restou?

Nosso relacionamento não está bem, nossa vida, a estrutura em que estamos vivendo poderia ser uma grande oportunidade para nos reerguemos apesar de não ser a mais agradável, ainda assim vejo como uma oportunidade, mas ele vê como algo terrível que está destruindo a ele e ao nosso relacionamento.

Hoje moramos separados, ele na mãe dele, eu nos meus pais, um dos motivos é o financeiro, outro minha falta de confiança na convivência com ele.

Na minha cabeça penso que essa fase serviria para que se realmente fossemos ficar juntos, poderiamos unir forças, terminar com as dividas, buscar estabilidade em emprego e quando tudo estivesse no eixo, quando os dois pudessem ser independentes, então ai sim por escolha voltaríamos a morar juntos, essa fase duraria pelo menos mais uns 3 anos.

Mas ele não enxerga assim, e diz que quando pensa em esperar mais um mês, que tem vontade de abandonar tudo e fugir, mudar de estado, enfim...

Embora eu não concorde com a postura dele, eu compreendo ele, realmente ele não é obrigado a ter os mesmos planos que eu, não precisa planejar e sonhar junto comigo...ele está errado? Não são apenas escolhas dele, é a vida dele e ele sabe o que sente.

Ele até me entende, mas infelizmente na cabeça dele eu poderia me esforçar um pouco mais para morarmos juntos e ai sim reconstruirmos nossa vida....o que é financeiramente impossível e sinceramente eu não me sinto segura pra isso e não irei passar em cima dos meus limites por causa de ninguém.

Segundo ele, quem está se ferrando e deixando de respeitar os próprios limites é ele mesmo...também entendo...os limites são dele, não da pra dizer que ele está errado...ele que sabe como se sente.

Então eis que temos uma questão a resolver, e quando envolve a vida de um casal, alguém precisa ceder.

Eu já cedi demais....agora não dá...pra mim ceder seria abrir mão de mim mesma e se jogar em um precipício.

Pra ele ceder, é correr risco de vida e voltar pra ativa...

Infelizmente é isso, ele pode ir embora, arrumar outra, voltar pra ativa, pode fazer o que quiser, mas não dá, abrir mão de mim mesma dessa vez não dá...estou lutando há anos pra permanecer de pé e consegui, não vou jogar fora tudo que conquistei por amor a ninguém..dessa vez não dá.

Poderia usar meus filhos pra dizer que me dão forças...mais dessa vez eu posso dizer a força veio por mim mesma...NÃO DÁ...

Espero que o melhor venha acontecer pra nós dois....para que possamos caminhar sempre pra frente e não mais pra trás.

Um ótimo dia a vocês e fiquem com Deus

21 comentários:

  1. Muito cedo, sabemos que é cedo. A ibogaína é ótima, mas agora ele tem toda uma vida a (re)construir....se jogar no chão batendo as perninhas não ajuda muito. Seria mais produtivo arregaçar as mangas e aproveitar pq estando vcs na casa de seus pais ele tem mais autonomia para essa (re)construção. Poderia fazer em bem menos tempo. Enfim, mentalidade ainda parada, ainda de bebefante. Faz pra mim, cuida de mim....hum.....precisa de tempo pra amadurecer.

    Janete

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Exatamente...entendo...respeito...e sei que cada um cada um...Ok..mais pra mim não dá...escolhas cada um que faça as suas...eu to fazendo as minhas

      Excluir
  2. Eu acho que o comportamento dele é normal para alguém que acabou de tomar ibogaína. Porque ele só perdeu o vício, não mudou a personalidade. Ele tem que amadurecer? Tem. Será que ele vai amadurecer sozinho? Não sei. Por isso forcei a barra pro meu ir na terapia. Ele não queria ir, disse que era jogar dinheiro fora, se eu deixasse por conta dele nem iria. Mas insisti até que ele finalmente foi. Chegando lá ele parece ter gostado, marcamos a próxima já e ele disse que vai (até agora sem reclamar, vamos ver quando chegar o dia). Não estou fazendo isso só por ele, pelo contrário, tô fazendo por mim. Porque eu sei o quanto ele tem que amadurecer, sei que se ele não fizer terapia quem vai sofrer com a encheção de saco dele vai ser eu. Um exemplo: quando fomos pra terapia ele ficou se fazendo de vítima, "ah, que eu acordo 4h da manhã, trabalho o dia todo e ainda tenho que vir pra essa bobeira, você não tem dó de mim!". Aí chega lá na terapia, eu falei com o psicólogo que o trabalho dele deixa ele estressado, sabe o que ele falou: "eu to colhendo o que eu plantei ne"! Tipo, não sei se ele quis dar uma de bonzinho pro psicólogo ou se ele realmente reconheceu. Na verdade acho que ele reconheceu, muitas vezes ele reconhece isso e até me pede desculpas, mas em outras ainda se comporta como um bebefante... Claro que não dá pra obrigar, mas acho que forçar a barra não faz mal, afinal no fim das contas ele ate gostou, mas se eu não tivesse empurrado no começo, não teria nem ido pra ver como é.

    ResponderExcluir
  3. Bom dia!

    Sem o doloroso processo de abstinência, mas continuando a mesma vida, com as mesmas pessoas, inclusive na casa dele a tábua de salvação pra ele é vc, mais uma vez! É a chance de ir pra um lugar novo, um novo lar de vcs, como uma nova rotina, com o amor e carinho seu e dos filhos e que pra ele nesse momento é o mais importante, já que na casa dele pelo que vc fala não acontece isso!
    Compreensível...
    E do outro lado vc... batalhadora, guerreira, que está com unhas e dentes querendo se manter de pé e caminhando para frente.
    O medo do novo, o medo do passado ruim, as incertezas do futuro.
    Vc quer dar tempo ao tempo, ver as coisas tomando forma para ter a certeza de que vai fazer o certo e isso leva tempo, calma e cuidado.
    Totalmente compreensível tbm!
    Oque posso dizer??!
    Kel... é um comportamento normal! Muita calma nessa hora! Se vc o ama vá com jeito, converse, mostre o outro lado, mesmo que seja exaustante falar a mesma coisa! Tente falar de foma diferente!
    Um cede um pouco aqui, o outro ali e assim o tempo passa e vcs dois saberão ao certo que decisão vão tomar!
    TMJ
    Fica com Deus
    Que ele ilumine os caminhos de vcs!
    bjss

    ResponderExcluir
  4. E...eu já o forcei a tantas coisas...até sai de casa pra isso...terapia..já arrumei duas vezes de graça em um hospital conceituado inclusive...já fiz "acordos" do tipo...só te vejo se vc for ao NA...só nos encontramos se você passar no psicologo..na boa..se a pessoa não quiser não adianta forçar nada....ainda eu era acusada de querer mandar na vida dele...kkkkk....hoje o que faço é não exclui-lo trata-lo de forma normal como ele é um homem de quase 40 anos...sim tem a doença adicção....ele tem ajuda...tem grupos...tem terapia...tem igreja..e tem eu que querendo ou não sou a única pessoa que lhe estende a mão...só que na boa...agora eu só estendo e não carrego mais...ta mais do que na hora dele aprender a andar com as próprias pernas...e só ira aprender arrebentando a cara no chão...paciência....
    Sharon...penso que agora é hora dele aprender a lutar por ele...só assim ele vai crescer....ele tem capacidade...é trabalhador...só precisa parar com esse negócio de eu sofro..a vida é dura pra quem é mole...ele pode se ele quiser...todos podem se quiserem...e outra tudo que acontece hoje na vida dele são consequências de seus atos...simplesmente isso.....ele não precisa ser fraco se não quiser ser....dessa vez ou ele aprende a encarar a vida e fica de pé por ele mesmo...ou paciência vai continuar sofrendo as consequências de suas escolhas até aprender a escolher diferente.....faço o que posso...não facilito..e não carrego..apenas ajudo quando posso e quando sou solicitada...sabe meninas...acreditem...eu tentei...eu forcei...eu fiz de tudo...comprei carro..mudei de casa...casei...tive filhos...arrumei emprego...o ajudei a estudar...comprei moto...ajudei a internar...até a ibogaina...kkk...aconselhei..bati...kkk expulsei de casa...o que mais....procurei ajuda pra mim...levei ele junto...mostrei reportagens...mostrei os blogs...apresentei adictos em recuperação pra ele fazer amizade...incentivei a trabalhar em clinica...hoje deixo ele fazer as próprias escolhas apenas isso...sempre irei ajudado...como eu puder e quando ele pedir...no mais...ta entregue nas mãos de quem pode o poder superior

    ResponderExcluir
  5. há já até aceitei ele usando drogas...e não adiantou...hoje mudo quem posso eu

    ResponderExcluir
  6. O que mais...há já mostrei caminhos que ele podia seguir enquanto ele está na mãe dele...estudar por exemplo...não quer...comprar um carro e trabalhar como motorista fazendo entregas para ganhar mais...tb não quer...ummmm....o que mais...consegui um grupo de NA que funciona dentro da igreja que ele vai na congregação..arrumei psicóloga da congregação...arrumei clinica da congregação...que é a única coisa que ele acredita na palavra de Deus que ele ouve na congregação...ele diz que lá ele ouve que Deus irá mudar a vida dele...ai passa o tempo...ele não ganha na loteria...ninguém bate na porta dele oferecendo um emprego de uns 5.000 por mês...ele não ganha um carro...ai ele se revolta com Deus...e começa a dúvidar de Deus...ai abandona a igreja...então eu explico...com toda paciência coisas que antes eu explicava brigando...que Deus espera nós darmos o primeiro passo e depois ele age em nossa vida...ele ouve e esquece volta a sentar no chão e bater as perninhas...então ele tomou a ibogaina e por conseguir ficar limpo ele imaginou que Deus iria parar de castigar ele e que lhe daria o emprego...a casa...a familia de volta...passaram 2 meses e o Deus malvado não reconheceu que agora ele não peca mais...parece piada e não quero desanimar ninguém mais na boa...torno a repetir...a gente não precisa orientar nem dizer nada...pq quem quer faz quem não quer arruma desculpa....rs...pq quando ele quiz fazer as coisas ...ele simplesmente foi lá e fez sem eu dizer nada...a ibogaina foi um exemplo...eu apenas comentei sobre o estudo...ele se interessou e ficou me enchendo o saco que queria ir...não pense que eu sai correndo...dei uma canseira de uns 2 meses...qd ele começou a entrar em desespero que disse ta bom então vamos...não se iludam as pessoas só fazem quando realmente querem fazer...e se quiserem mesmo ninguém precisa dizer nada...

    ResponderExcluir
  7. Ai Kel... kkkk
    Tudo tudo isso sabemos... e vivemos cada uma com o seu, mas em geral tudo igual!
    Até a revolta com Deus e cm o mundo porque ninguem ajuda dá isso ou aquilo..
    E menos ainda o reconhecimento de que se estão colhendo é porque plantaram errado na passado...
    Olha se fizessemos uma mesa com essa mulherada guerreira e batalhadora iriamos passar o dia falando, contando histórias, revivenciando fatos e faltaria tempo!
    Mas, somos fortes e vamos nos manter de pé independente das escolhas dos nossos amados DQ fizerem...
    Buscamos o melhor e colocamos nas mãos de Deus que tudo pode
    Estamos Juntas queridas
    SPH eu creio no melhor

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. é nega...o bagulho é doido e o processo é lento..rs...

      Excluir
  8. Entendo. Não tô dizendo que você tenha que fazer algo além do que já fez, você já fez demais... Só acho que ele bem que deveria fazer terapia. Talvez agora depois da ibogaína faça mais efeito do que antes. Mas claro, isso não depende de você, mas dele. Pelo jeito ele quer continuar na zona de conforto, culpando os outros ao invés de mudar. Talvez um bom terapeuta pudesse fazê-lo enxergar a realidade. Mas não sei. Infelizmente a fé cega é uma das piores coisas. É perigoso duvidar até do terapeuta, achar que ele tá contra Deus... O meu já é o contrário, é difícil acreditar em algo. Mas mostrei pra ele aquele vídeo que você me mandou sobre Deus e física quântica, ele adorou!

    ResponderExcluir
  9. eu sei nega...mais o homi parece uma mula..ele acha que eu fantasio muito com essas coisas...kkkk...acha que sou maluca...até isso...no caso dele..insistir não funciona mais...tem que deixar se lascar sozinho...pq ai ele não tem como culpar mais ninguém a não ser ele mesmo

    ResponderExcluir
  10. eu sei, o meu é igual nisso... Me acusou de tudo quanto é coisa por eu insistir na terapia. Disse que a doida sou eu, eu que preciso, disse que eu não tenho o que fazer, disse que era jogar dinheiro fora, disse que eu tô ouvindo demais "essas mulherada doida" kkk... Mas no final foi e gostou. É doido, vai entender kkk...

    ResponderExcluir
  11. KKKKKKKKKKKKK
    somos as loucas, queremos ver o mal deles,não amamos, não ajudamos, queremos mandar, queremos controlar a vida, que eles são fantoches na nossas mãos....
    Ai Dai-me paciência Senhor, pq se der forças acho que eu mato! kkk
    É meninas, tudo pelo amor aos nosso maridos e nossas famílias!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sharon...não sei se o que vou dizer soe como "ruindade"...kkk..mais hoje tudo o que faço não é por amor a ninguém...e sim pela minha PAZ de espirito...acho que nem sei amar...to aprendendo ainda

      Excluir
    2. Certíssima.. eu tbm penso assim... faço de tudo, mas hoje que não passe por cima do meu eu, da minha paz!

      Excluir
  12. Kel, dá uma sugestão pra ele: arrumar uma casa ou apartamento,pode ser alugada, mobiliar, e ir morar lá sozinho, assim ele sai da casa da mãe. Depois de um ano que ele estiver vivendo bem e sozinho,se sustentando, vc terá segurança de que ele realmente tem condições de levar a familia. Enquanto isso ele se mantém ocupado lutando por essas coisas e também consegue um pouco de paz e independencia, se sente valorizado por conseguir suas próprias coisas....

    Janete

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sabe sábado fomos ver valor de aluguel, pra ele ir morar sozinho....ele até que se animou...ficou empolgado...caso eu seja demitida até empresto o dinheiro do depósito(pq sei que depois eu resgato e não me fará falta no primeiro momento)...porém de querer a fazer...ummm...to só observando....kkkkk...sei não...tomará que vá mesmo...mais eu não do prazo pra voltar a morar com ele..já disse só volto a morar com ele quando eu puder me sustentar sozinha...não que eu vá sustentar ele...mas caso o tsunamo volte eu posso pegar minhas coisas meu filho e zarpar sem nem precisar pedir a opinião de ninguém...e essa independência minha demora ai no mínimo 3 anos...rs

      Excluir
    2. Legal, aí sim sinto firmeza....deixa ele sentir as próprias pernas, aprender andar....ele mesmo vai gostar bastante disso.

      Excluir
    3. É... nada melhor que crescer, ganhar asas e voar.. a independência não tem preço!
      Independência emocional ou financeira ou afetiva... enfim sermos donos das nossas vidas e aprendermos a caminhar sozinhos é bom demais e deve ser valorizado.
      Eu valorizo muito a minha e queria que meu marido sentisse isso... e com ctz a hora que o seu ter vai ver a vida e as coisas por outro prisma!
      bjs

      Excluir
  13. Eu simplesmente cansei,são as mesmas desculpas,as mesmas mentiras,tem dias que nem consigo ouvir a voz dele,dezesseis anos!! A cocaína venceu, eu cansei de lutar sozinha

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. oi mulher...te entendo perfeitamente..eu desisti tantas vezes também....que você consiga encontrar sua liberdade e ser feliz :)

      Excluir