segunda-feira, 19 de janeiro de 2015

Edgar Morin

Conheci esse pensador através do curso de pedagogia, me encantei, nunca vi alguém conseguir unir o todo de maneira simples, deixo aqui uma entrevista dele, show de bola


3 comentários:

  1. Caramba esse senhor me encantou como ele disse...escrevo pras pessoas que de certa forma já traziam dentro de si os mesmos pensamentos que eu tenho....escrevo pra me entender....
    E pensar que conheci Edgar Morin, estudando pra uma prova em cima da hora, me encantei li um de seus livros e ao ouvir essa entrevista pude admira-lo mais ainda...vale a pena ouvir

    ResponderExcluir
  2. Kel, estou assistindo o vídeo e realmente o que ele fala é muito interessante. Achei muito bacana a resposta que ele deu quanto o entrevistador perguntou se ele acreditava em Deus. Confirmou o que eu disse ontem. Veja, fiz questão de escrever rs: "Não posso acreditar em uma divindade exterior ao mundo e que o cria como um objeto. Mas acho que há uma força criadora no interior do mundo. É um pouco o que pensava no século XVII o filósofo Spinoza, que rejeitou a ideia de um Deus externo mas que dizia haver uma força criativa divina. Essa força criativa manifestou-se no universo. Este universo nasceu do nada, não sabemos e comportou muitas destruições e criações. E mesmo em nosso planeta houve a criação de espécies muito diversas. E depois, na humanidade, houve grandes criadores como Mozart e Beethoven. Bem, em outras palavras, não posso negar que a força criadora acontece aqui e acolá. Não posso chamar isso de Deus."

    É exatamente a mesma coisa que acredito, só que chamo de Deus só pra simplificar rs... Mas se formos olhar bem o significado que os religiosos dão para a palavra "Deus", ele está certo, não tem nada a ver... A melhor definição mesmo seria força criadora.

    Agora fala, qual a diferença entre um ateu e alguém espiritualizado? Nenhuma, apenas detalhes de definições, a essência é a mesma.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pois é...por achar que sabemos tudo deixamos de aprender muitas coisas...

      Excluir