segunda-feira, 8 de setembro de 2014

Não é fácil...

Não é fácil pensar e tomar suas próprias decisões

Não é fácil assumir a própria vida e colocar nas mãos de um poder superior somente o que CABE A ELE resolver...santa oração

Senhor concedei-me a serenidade necessária para aceitar o que não posso mudar, coragem pra mudar o que posso e sabedoria...

Incrível como a minha insegurança, e a necessidade de aceitação me fazem refugar diante os meus caminhos...

Sim...minhas limitações como ser humano, me impedem de enxergar adiante, alguns conhecimentos que venho adquirindo, nada sobre o mistério divino, mas sobre mim mesma, esses poucos conhecimentos tem em guiado, e é incrível que quando me deparo com uma "verdade" quel alguém afirma, eu me perco.

Verdades!!?? Nesse mundo??!! Quem as tem??

Então me pego pensando em quantas "verdades" eu já afirmei

Porque estou escrevendo tudo isso? Por ao ler um comentário de uma leitora, que com carinho quis me alertar para "verdade", por um instante me perdi de mim mesma...pois é como se tudo que tenho aprendido e que pra mim faz tanto sentido, e é tão perfeito, que consegue me fazer entender um tiquinho do que eu considero amor Divido, justo, incondicional

Não consigo crer, em um Ser supremo, Criador e Vingativo, o qual irá punir os pecadores com o poder de sua IRA

Me perdoem, eu não consigo sequer pensar nisso, me entristece.

Saber que alguém em criou, me colocou em um mundo onde existe uma maldade muito grande e que através de alguns homens tão imperfeitos como eu, escreveram leis, através de parábolas as quais devem ser seguidas ao pé da letra.

Não quero entrar em discussão do que é certo e errado do que está escrito na bíblia,  mas já que entramos nessa questão no post anterior, por favor se alguém puder agradeço que me expliquem da visão que não acredita em outras vidas.

Desde pequena, bem pequena, eu questiono: Mãe se Deus ama a todos seus filhos, porque ele permite que algumas crianças nasçam com defeitos, doentes, sem ter o que comer? Porque algumas pessoas sofrem e outras não?

Sempre questionei isso, as respostas que me davam era que a pessoa havia pecado e isso seria um castigo, mas então eu voltava na questão das crianças dos bebes, que pecado eles teriam cometido para nascerem  em meio a tanto sofrimento, o que eles haviam feito de errado, pois se Deus nos ama e nos considera seus filhos, porque ele faria isso?
Então algumas pessoas me diziam que os filhos pagavam pelos pecados dos pais.

Por favor me expliquem, porque isso está escrito na bíblia então?

Ezequiel 18

1 ¶ E veio a mim a palavra do SENHOR, dizendo:
2 Que pensais, vós, os que usais esta parábola sobre a terra de Israel, dizendo: Os pais comeram uvas verdes, e os dentes dos filhos se embotaram?
3 Vivo eu, diz o Senhor DEUS, que nunca mais direis esta parábola em Israel.
4 Eis que todas as almas são minhas; como o é a alma do pai, assim também a alma do filho é minha: a alma que pecar, essa morrerá.
5 Sendo, pois, o homem justo, e praticando juízo e justiça,
6 Não comendo sobre os montes, nem levantando os seus olhos para os ídolos da casa de Israel, nem contaminando a mulher do seu próximo, nem se chegando à mulher na sua separação,
7 Não oprimindo a ninguém, tornando ao devedor o seu penhor, não roubando, dando o seu pão ao faminto, e cobrindo ao nu com roupa,
8 Não dando o seu dinheiro à usura, e não recebendo demais, desviando a sua mão da injustiça, e fazendo verdadeiro juízo entre homem e homem;
9 Andando nos meus estatutos, e guardando os meus juízos, e procedendo segundo a verdade, o tal justo certamente viverá, diz o Senhor DEUS.
10 ¶ E se ele gerar um filho ladrão, derramador de sangue, que fizer a seu irmão qualquer destas coisas;
11 E não cumprir todos aqueles deveres, mas antes comer sobre os montes, e contaminar a mulher de seu próximo,
12 Oprimir ao pobre e necessitado, praticar roubos, não tornar o penhor, e levantar os seus olhos para os ídolos, e cometer abominação,
13 E emprestar com usura, e receber demais, porventura viverá? Não viverá. Todas estas abominações ele fez, certamente morrerá; o seu sangue será sobre ele.
14 E eis que também, se ele gerar um filho que veja todos os pecados que seu pai fez e, vendo-os, não cometer coisas semelhantes,
15 Não comer sobre os montes, e não levantar os seus olhos para os ídolos da casa de Israel, e não contaminar a mulher de seu próximo,
16 E não oprimir a ninguém, e não retiver o penhor, e não roubar, der o seu pão ao faminto, e cobrir ao nu com roupa,
17 Desviar do pobre a sua mão, não receber usura e juros, cumprir os meus juízos, e andar nos meus estatutos, o tal não morrerá pela iniqüidade de seu pai; certamente viverá.
18 Seu pai, porque praticou a extorsão, roubou os bens do irmão, e fez o que não era bom no meio de seu povo, eis que ele morrerá pela sua iniqüidade.
19 Mas dizeis: Por que não levará o filho a iniqüidade do pai? Porque o filho procedeu com retidão e justiça, e guardou todos os meus estatutos, e os praticou, por isso certamente viverá.
20 A alma que pecar, essa morrerá; o filho não levará a iniqüidade do pai, nem o pai levará a iniqüidade do filho. A justiça do justo ficará sobre ele e a impiedade do ímpio cairá sobre ele.
21 ¶ Mas se o ímpio se converter de todos os pecados que cometeu, e guardar todos os meus estatutos, e proceder com retidão e justiça, certamente viverá; não morrerá.
22 De todas as transgressões que cometeu não haverá lembrança contra ele; pela justiça que praticou viverá.
23 Desejaria eu, de qualquer maneira, a morte do ímpio? diz o Senhor DEUS; Não desejo antes que se converta dos seus caminhos, e viva?
24 Mas, desviando-se o justo da sua justiça, e cometendo a iniqüidade, fazendo conforme todas as abominações que faz o ímpio, porventura viverá? De todas as justiças que tiver feito não se fará memória; na sua transgressão com que transgrediu, e no seu pecado com que pecou, neles morrerá.
25 Dizeis, porém: O caminho do Senhor não é direito. Ouvi agora, ó casa de Israel: Porventura não é o meu caminho direito? Não são os vossos caminhos tortuosos?
26 Desviando-se o justo da sua justiça, e cometendo iniqüidade, morrerá por ela; na iniqüidade, que cometeu, morrerá.
27 Mas, convertendo-se o ímpio da impiedade que cometeu, e procedendo com retidão e justiça, conservará este a sua alma em vida.
28 Pois que reconsidera, e se converte de todas as suas transgressões que cometeu; certamente viverá, não morrerá.
29 Contudo, diz a casa de Israel: O caminho do Senhor não é direito. Porventura não são direitos os meus caminhos, ó casa de Israel? E não são tortuosos os vossos caminhos?
30 ¶ Portanto, eu vos julgarei, cada um conforme os seus caminhos, ó casa de Israel, diz o Senhor DEUS. Tornai-vos, e convertei-vos de todas as vossas transgressões, e a iniqüidade não vos servirá de tropeço.
31 Lançai de vós todas as vossas transgressões com que transgredistes, e fazei-vos um coração novo e um espírito novo; pois, por que razão morreríeis, ó casa de Israel?
32 Porque não tenho prazer na morte do que morre, diz o Senhor DEUS; convertei-vos, pois, e vivei.

2 comentários:

  1. Ola Rachel! Me mande seu email que te explico o que postou. Um BJ e Paz a todas!

    ResponderExcluir