quinta-feira, 28 de agosto de 2014

É preciso aprender a viver

Do final de semana pra cá, depois do uso, ele voltou ao auto engano, parou de ir na igreja, e mais uma vez espera viver comigo de forma como se a adicção não existisse, seria bom se fosse possível, mas não da pra fingir, não por muito tempo, se tratando de uma doença progressiva e fatal.

E sempre que percebo essa acomodação dele, instintivamente eu me afasto, convivo amigavelmente, mas não consigo me aproximar, pois não quero viver isso e ele como sempre não aceita, se desespera, faz pressão, manipula, ameaça e minha resposta é sempre a mesma: não finjo que está tudo bem se pra mim não estiver, você tem o direito de viver da forma que quiser, não estou te criticando por isso, apenas não quero participar dessa sua escolha.

Ele não desiste, insiste, liga, me acusa...ontem a noite foram mais de 100 ligações perdidas...

Graças a Deus, no momento eu fico sim estressada, mas aprendi a me controlar, me preservar, acalmar minha mente, meu coração e olhar de fora pra situação toda.

Ele está sofrendo, muito, por isso age de forma desesperada, porque não sabe lidar com a vida, não sabe viver, só que não cabe a mim resolver essa situação pra ele, cabe a ele aprender a lidar com as frustrações da vida, por mais sofridas que elas sejam, ele não é mais criança.

Eu faço minha parte o tratando com respeito e me respeitando, orando pra que ele se encontre.

Eu não vou compactuar com uma escolha destrutiva, eu não vou me destruir junto, eu não posso julga-lo pelas suas escolhas

Viva e deixe viver....Desligamento Emocional

Eu o amo, é quem eu gostaria de dividir minha vida, é quem eu gostaria de envelhecer mas de forma saudável, equilibrada, juntos, dividindo, somando, ajudando e não apenas cedendo em troca de um pouco de atenção e carinho

Relacionamento vai além de trocas de caricias, além do sentimento, relacionar-se é dividir o espaço e não invadir e sobrecarregar o espaço alheio.

Que Deus lhe de direcionamento

Amo essa música, segue ai pra vocês


Um comentário:

  1. Ei querida...
    Desde minha última postagem, relatando o fim de minha história, não dou uma passada pelos blogs.
    Estava com saudades...

    Lastimo o momento dele e, consequentemente, o seu também..
    Compartilho seus sentimentos, mas confesso que hoje estou leve, apesar de ainda sentir dor.

    "Viva e deixe viver" é um de meus lemas preferidos, e é assim que estou caminhando.

    Desejo serenidade, paz e amor pra você.
    bjs...

    ResponderExcluir