terça-feira, 22 de julho de 2014

O tamanho do amor

"Ela acreditava que soubesse amar e ser amada, mas sofria por achar que doava muito e recebia pouco. Seu maior problema no entanto, era justamente pensar assim. O amor verdadeiro não é mensurável, logo não há uma equação que o determine. Quando ocorre em sua plenitude nunca sabemos o quanto estamos doando ou recebendo, pois o Amor de verdade não se mede.
Temos o péssimo hábito de colocar tudo na balança e de atribuir medidas e pesos. Nossa mente está muito presa a matéria. Ao trazermos o amor para o campo terreno, imprimimos a ele valores tangíveis, mais o seu real valor ainda nos é invisível aos olhos.
No fundo da alma Mirley sentia saber tudo isso, mas andava entediada com tanta teoria perfeita e uma prática nada satisfatória" - trecho do livro Somos Todos Anjos

E não é verdade que vivemos tentando medir o amor?

Pra provar pra nós ou pro mundo o quanto se ama, como se merecêssemos uma medalha por isso, e hoje tenho consciência que nesse mundo quem conhece o amor em sua plenitude? Nós humanos imperfeitos?

Temos tanto a aprender acreditem a vida ainda irá nos surpreender muito.

Um comentário:

  1. Esses dias vi uma frase: "Aceitamos o amor que achamos merecer". É que nem você sempre diz. A questão é nos amarmos mais e a partir daí, dar e receber.
    Beijos

    ResponderExcluir