quarta-feira, 4 de junho de 2014

a vida vale o Orgulho ferido ou a Vergonha da derrota de Si mesmo?



Ontem ele me ligou na hora do almoço, é seu segundo dia como coordenador na empresa em que trabalha, aquele ânimo que ele apresentava na sexta-feira quando recebeu a noticia de sua promoção tinha desaparecido.
Eu com o hábito que tenho de brincar com tudo quis anima-lo e disse:
- Eita sorte lascada, entrou o inverno e a promoção veio na hora certa, saiu da rua e agora ta na sua sala, tranquilo "diboa", ao invés de ficar passando "veneno" em cima da moto na rua..rs
Ele desânimado:
- É tem seus prós e contras
Eu:
- Mais já não faz nem dois dias, um e meio ..rs..já deu pra ver os contras...rs
Ele:
-Rá, eu não to legal, to daquele jeito, acho que a dopamina como dizem deve estar menos zero
Eu:
- Bom você sabe o que precisa fazer, não vou rezar a missa, só sinceramente não entendo, você sabe que vai da merda, já está até me antecipando e não faz nada pra evitar.
Ele:
- É eu pensei em ir em um especialista em dependência química que vi aqui perto.
Eu:
- Você já ta pensando em ir nele a quase um ano, porque não vai?
Ele:
- Há Rá estão me chamando preciso ir, tchau.
Eu:
- Tchau..

Deve doer demais nele admitir tenho uma doença, a qual ele mesmo tem preconceito, ele mesmo enxerga a adicção como um problema de caráter e não uma doença.

Então devido ao seu orgulho e a sua vergonha é melhor fingir que não é tão ruim, ele ainda não "bateu a nave" como ele mesmo diz

Resultado, passou lá em casa ficou com a gente uma hora e foi "pra casa", liguei não atendeu e nem retornou

Ta nas mãos do Papai do Céu, que com certeza cuida bem melhor do que eu..rs

Quantos adictos vivem assim?
Acredito que a imensa maioria

Quantas famílias se culpam, se desesperam?
Muitas

E assim como o adicto a família só busca ajuda quando chega no fundo do poço e cada qual tem o seu.

É isso gente, eu em relação a ele realmente estou tranquila, estou meio que em uma batalha comigo mesma em assuntos em que nada tem haver com ele ou com nós

Mas em relação ao mundo, as pessoas, ao que elas dizem ser e o que elas realmente são.

Estou tentando me pegar naquela frase: não é da minha conta...rs..mais e meu ego deixa?

kkkkkk ta difícil...

Mais o papai do céu há de me ajudar..rs..

Namastê

Nenhum comentário:

Postar um comentário