segunda-feira, 19 de maio de 2014

vamos Pensar

Já ouviram aquela frase: "Quanto mais penso que sei, mais tenho a certeza de que nada sei"

Não sei quem é o autor, mais quem a disse sabia exatamente do que estava falando.

Voltando ao post anterior onde coloco algumas situações e questiono, será esse o nosso único papel no mundo?

Será somente isso?

Será que a felicidade é se sentir realizado ou aceito?

Bom pensando pelo lado das pessoas que encaram nossa passagem como esse pequeno tempo com início, meio e fim sim essas reflexões são válidas.

Se eu nascesse, vivesse e morresse e depois disso eu estivesse sentenciado ao inferno ou ao paraíso, realmente eu não precisaria me preocupar com mais nada a não ser em ser uma pessoa relativamente boa e me realizar como pessoa.

O que penso é que o universo é infinitamente desconhecido e misterioso e Deus seria pequeno demais se tivesse criado somente esse planetinha cuja estrela é considerada uma estrela anã pelos astrônomos e com um bando de seres humanos que estudam, se formam para pesquisar formulas da fonte da juventude e não se importam com milhões de pessoas que morrem de fome em outro continente.

Deixo outra reflexão e por favor não tenham medo de se questionarem e PENSAR...coisa que poucas pessoas fazem, pois a maioria é adestrada por uma religião, por uma cultura, por alguém que diz saber a verdade e vivem de forma programada: nascer, crescer, comprar pra se realizar e morrer.

A reflexão que deixo a todos é:

Sendo o universo infinito e desconhecido, e "Deus" o criador de todas as coisas, não estamos pensando de forma limitada demais? E vivendo de maneira totalmente contrária quanto ao seu maior ensinamento?

DEUS EXISTE?


Nenhum comentário:

Postar um comentário