quinta-feira, 8 de maio de 2014

perdão, amor, Simplicidade



Perdoar...amar...apreciar as coisas simples

Sabe quando alguém nos ensina algo aparentemente simples: perdoe seus inimigos ou aprecie os momentos simples da vida

Entendemos o que significa, tentamos colocar em prática, porém por vezes e principalmente nas dificuldades nossas verdadeiras emoções afloram, pelo menos eu sempre fui assim

Tipo na teoria e pra ensinar a alguém parecia fácil, mais quando os momentos difíceis apareciam instintivamente eu reagia, depois me arrependia, depois me permitia novamente a nova agressão e depois reagia novamente...e assim vivia usando o perdão como fuga de mim mesmo.
Aproveitava os momentos simples da vida de forma inicialmente forçada, até aceitar o que me machucava como não tão ruim pra continuar a caminhar sobre aquelas pedras, também usava as simples coisas como fuga de mim mesma.
Vivi assim durante 32 anos da minha vida, usando o perdão e aceitando as coisas pra fugir de mim mesma.

Tenho começado a ter o grande privilégio de experimentar o verdadeiro perdão e a verdadeira forma de apreciar as coisas simples.

Quando alguém me magoa eu não aceito mais suas atitudes e palavras que me ferem, não me coloco mais na posição de vitima de um agressor, eu compreendo as dificuldades dele como ser humano imperfeito e por isso o perdoo, pois também sou imperfeita e também posso ferir alguém, mas ao contrário de sustentar a posição de vitima eu me ergo e me defendo, com serenidade, consigo fazer isso quando enxergo a natureza de meus defeitos e porque o agressor consegue me ferir.
Peço a Deus que me auxilie a compreender, que me auxilie a melhorar e que me ajude a agir de forma amorosa para com meu agressor e IGUALMENTE para comigo, assim perdoo.

E quando passo por esse processo que apesar de simples não é fácil pra um ser imperfeito como eu, e ao saber que esse caminho em busca de si mesmo é eterno quem sabe além da vida aqui na terra, só existe algo capaz de me acalmar, as coisas de Deus, as coisas simples que Deus nos deixou na terra.

A natureza, o abraço dos meus filhos, o sorriso de um amigo, um abraço fraterno, uma oração e em resposta uma calma e paz no coração.

Tenho aprendido que a vida segue seu curso rumo a evolução a modificação só ocorre quando o velho morre e o novo nasce.

E assim dia a dia tenho permitido que nasça dentro de mim um novo ser humano, dia a dia, passinho a passinho eternamente.

Enfrentando as pedras, calçando os sapatos que Deus me manda e conseguindo o SIMPLES pra sorrir.

Fiquem com Deus 

Nenhum comentário:

Postar um comentário