terça-feira, 6 de maio de 2014

familia um Cancêr da humanidade

Ouvi essa frase e me causou desconforto, mas vamos as explicações.

Amar ao próximo como a ti mesmo

Quem é o próximo?
TODOS

Quando de alguma forma amamos mais uns do que outros, estamos fazendo uma divisão, ou seja, se precisar escolher entre alimentar um filho ou um estranho, escolherei meu filho.

Mais e o estranho também não é teu próximo?

Quando nos separamos em familias, fortalecemos essa divisão que se estende pra uma comunidade, pra uma cidade, pra um pais, pra um grupo religioso, pra um continente...e quando separamos os nossos próximos classificando os que eu amo mais dos que eu amo menos ou não amo.
Criamos entre as familias: muros
Entre as comunidades: diferenças
Entre as cidades: barreiras
Entre os grupos religiosos: preferências
Entre os continentes: fronteiras

Então acontecem GUERRAS, DESUNIÃO, MORTES.

Devido a competitividade que foi criada pela divisão do amor

Se Jesus nos ensinou AMAR AO PRÓXIMO COMO A TI MESMO

E não abriu nenhum parenteses de quem seria nosso próximo, nós como sabichões interpretamos erroneamente só pra não ter que aprender a se modificar e aprender amar a todos como ele nos ensinou.

Criamos milhões de desculpas para justificar nossos erros e não aprender como ELE nos ensinou

Temos algo a refletir não acham?


Bom dia e fiquem com Deus


Nenhum comentário:

Postar um comentário