terça-feira, 15 de abril de 2014

MERGULHE...

FONTE: http://www.viagemastral.com

Vou dividir o que considero mais um sonho do que projeção, um grande aviso e ajuda.
Talvez seja útil para alguém.
hoje de manhã, sábado levantei e fui no banheiro molhar a porcelana e voltei pra cama.
Ao deitar senti aquele sono forte(chamo de sono da morte), e algumas puxadas energéticas na cabeça. É como um deslocamento, parece mesmo que a cabeça está caindo do corpo, é algo curioso e considero um sintoma projetivo, poderia até chamar de oscilação astral.
Perdi a consciência e entrei em sonho não sei quanto tempo depois.
Estava voando por um lugar infernal.
O ar estava sujo, todos pareciam morrer sufocado, haviam pessoas sem respirar direito.
Todos nem andavam bem.
Eu não estava lúcido de projeção, achava que era real em princípio, que o mundo estava daquele jeito, era tipo um armaggedon.
O ar tinha uma energia avermelhada, como se uma gelatina estivesse deixando todos lentos.
Levantei vôo (mas ainda continuava sem entender direito e processar a lucidez).
tentei achar um lugar no céu e não havia um só lugar limpo.
Tentei entrar numa casa para correr daquilo.
Então vi um rio com correntezas fortes e também imundo, com a mesma gosma que tirava o ar.
Pensei que mergulhando nele melhoraria e veria um lugar mais limpo, pois estava horrível e sabia que se ficasse muito tempo ali iria “morrer”.
Então fui mais fundo e ainda estava sujo.
Até que uma voz falou dentro de mim e foi aí que comecei a melhorar a consciência:
“Vá mais fundo…”
Desci mais ainda no rio e comentei com aquela voz:
- Mas eu vou me afogar
E ela repetia sussurrando:
- Vá mais fundo…
Desci, desci e desci…
Até que consegui sair da gosma e a água ficou limpíssima, clara e consegui respirar dentro dela o ar mais puro que me lembro ter sentido em meus pulmões…
Olhei para cima e vi a gosma avermelhada, ela não conseguia chegar ali onde estava.
Até que abri a lucidez de vez e percebi o que alguma coisa tentou me mostrar.
Mas não deu muito tempo, abri os olhos no corpo físico e me lembrando de tudo fiquei refletindo por um tempo…
Para respirar,
para sermos o que somos,
para sairmos do peso que vivemos,
da falta de ar da consciência,
do mundo frio e lento,
da tristeza que nos rodeia,
do lugar onde todos estão desesperados,
é preciso ir fundo, muito fundo…
E esse lugar, amigo, não está em parte alguma…
Ele só pode ser encontrado dentro de nós.
E é preciso andar muito para entender…
Não é fácil chegar nesse lugar é preciso ter coragem para aprender a RESPIRAR DENTRO DE SI MESMO!
E foi assim que interpretei, foi o que senti

2 comentários:

  1. Meus sonhos, meus conflitos, minhas psicoses normais muitas vezes se apresentam sob o manto de pesadelos, mas não os tenho, enquanto durmo, faz muito tempo. Achei o seu sonho salutar, carregado de alegorias interessantes que me transportou para o mundo real. O que achei impressionante foi o seu estilo em transmitir uma mensagem. A princípio imaginei que estivesse no Inferno de Dante e você mostra que precisamos efetuar um mergulho, profundo, capaz de ultrapassar as barreias, vencer o medo, até encontrar o que buscamos: o autoconhecimento que nos conduz à paz. Bem, foi o meu modo de interpretar seu sonho. Algo de bom produziu em mim, ao menos consegui respirar um ar diferente. Parabéns pelo post inteligente, sob fundo azul!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. obrigada pelo comentário e fico feliz que o texto tenha lhe tocado de alguma forma...mais não é meu não..kkk o texto é do site que deixei no inicio....www.viagemastral.com.br....inclusive indico os videos dele no you tube, independente de acreditar ou não em viagem astral, os faqs dele falam muito sobre equilibrio, autoconhecimento...eu to gostando...um abraço e feliz páscoa

      Excluir