terça-feira, 11 de março de 2014

somos Únicos



Bom dia galera...

Comigo tudo bem amém..rs..com o homi...já nem tanto....

Ontem por volta das 18:00hs me liga e diz assim: Quando chegar em casa eu te ligo.
Eu respondo: Deixa que eu ligo pq vou demorar um pouco
Ele: OK

Depois de uma hora e meia ligo, ligo e ligo e nada, de repente ele me liga, barulho de rua:
Eu digo: O "homi" aonde vc está?
Ele: Trabalhando no delivery
Eu: Trabalhando? Te ligaram pra ir hoje?
Ele: É
Eu: É mentira vc não está trabalhando ta no bar
Ele: É eu to no bar, eu menti...
Ai ficou nervosinho e desligou...tentei ligar de novo não atendeu

Não fiquei irritada, me impressionei comigo mesma, mas claro que pensamentos de codependente começaram a rondar, como começar impor limites a ele...tipo se vc fizer isso eu faço aquilo
Insanidade, não da certo...pq foi o que fiz até hoje, me concentrei nos meus limites, quais eram, então retornei aos meus afazeres.
Ai ele me liga denovo:
- Se você não quiser ficar comigo, pode falar, pode me mandar embora
Eu ouvi e respondi:
- Eu vivo te mandando embora caso vc volte a se matar, não porque eu não te aceito, mais porque não quero te perder, eu sei e você sabe que uma hora será impossível termos qualquer tipo de relação se você continuar nesse caminho, é só por isso que eu ficava te pressionando, mais fazer o que você sabe aonde isso tudo vai dar,a escolha é sua e eu não posso te modificar ou escolher por você.
Ele apenas respondeu: Tá bom Rá...e desligou.

Ao acessar o facebook e assisir o video da escritora Darléa Zacharias



Foi impossível conter as lágrimas.....

E retomei os meus afazeres, acordei hoje de madrugada pra dar continuidade no curso EAD de pedagogia, e assim minha vida contínua, depois desse telefonema não tive mais noticias dele.

e voltando ao tema do post SOMOS ÚNICOS

Inspirado na matéria que estudei hoje sobre a formação de nossa identidade, gostaria de repassar essas reflexões a vocês, para que os auxiliem a compreender melhor o próximo e a nós mesmos sem julgamentos.

Quem somos nós?

Quem é você?

De onde você veio?

Aonde você cresceu?

O que você viveu?

Quem cuidou de ti durante sua infância?

Como era a sociedade onde vivia?

Quais acontecimentos influenciaram sua vida?

Quais valores lhe foram ensinados?

Quais sentimentos em si foram gerados?

Essas são algumas questões que ajudam a definir quem somos hoje, e até o dia em que morrermos, esses fatos continuaram a acontecer.

Nossa identidade é única e vive em transformação.

Como posso julgar uma pessoa por uma atitude, se eu não vivi a vida dela, se não consigo olhar através de sua casca e compreende-la

Que ao menos eu me cale ao aponta-la

As palavras e os pensamentos tem força, creia

(olha só que evolução a minha...kkkk...se fosse a poucas 24 horas atrás eu tava aqui soltando os cachorro...kkk)

Bjaum e fiquem com Deus

Um comentário:

  1. Bom dia kel, espero que tenha um dia abençoado! Meu "homi" chegou as 5:43 da manhã... Mais enfim... Ele não quer entender que não pode beber...
    bjus nega

    ResponderExcluir