quarta-feira, 26 de março de 2014

e pra sair do Triângulo?

Vou começar me aceitando:

Sou uma codependente
Tenho problemas afetivos
Me relaciono de maneira doentia
Isso não é amor, é falta de amor
Aprendi a ser honesta comigo mesma
Aprendi a não precisar ser aceita e por isso usar o rótulo "por amor"
Aprendi, que não tem problema eu ser quem sou
Aprendi que sou assim não pq o homi é DQ, mais por que eu permito


Me sinto presa nesse relacionamento, não é por amor

Porque o amor não prende, o contrário o amor liberta

Estou aprendendo a me amar e assim espero, não terminar ou ficar com ele

Espero SER FELIZ

Só por hoje, chega de autopiedade, chega de ressentimento, chega de cobrança, vou olhar para as coisas boas do dia de hoje.

Obrigada Deus

2 comentários:

  1. e eu to gostando demais do que to lendo aqui...

    Janete

    ResponderExcluir
  2. Faço das suas palavras as minhas...apenas teoricamente, porque na pratica continuo sendo a juliana que vive constantemente na montanha russa....como hoje, em que eu e o adicto estamos um magoando o outro.:(

    ResponderExcluir