segunda-feira, 31 de março de 2014

Que me perdoem os Ateus
Que me desculpem quem acredita que existe uma explicação científica pra tudo

Mas o único capaz de me devolver realmente a paz do coração é ELE, Deus

É PRECISO CORAGEM PRA SUBIR
É PRECISO TER FÉ PRA ACEITAR
É PRECISO TER FORÇA E DIZER SIM

JUNTOS SOMOS MAIS FORTES



a Raiva

"Raiva é um sentimento de protesto, insegurança, timidez ou frustração, contra alguém ou alguma coisa, que se exterioriza quando o ego se sente ferido ou ameaçado. A intensidade da raiva, ou a sua ausência, difere entre as pessoas. Joanna de Ângelis aponta o desenvolvimento moral e psicológico do indivíduo como determinante na maneira como a raiva é exteriorizada.1
A raiva também pode ser um sentimento passageiro ou prolongado (rancor) e a expressão da irritabilidade e agressão humana. Outros nomes como fúriaira,cóleraódiocrueldade, etc. aplicam-se à distintas formas ou modulações desse sentimento que enquanto expressão do instinto de agressão é extensível aos demais vertebrados.

Fonte: Wikipédia"


Me identifico demais, minhas reações desastrosas, ocorrem quando sinto raiva, principalmente quando meu ego sente-se ferido ou ameçado, como dizem.

Na terapia, a psicóloga fez um exercício comigo, onde ela se aproximava de mim e eu tinha que dizer: para, quando  me sentisse incomodada.
Curiosamente eu só disse para, quando ela se aproximou pela minha frente, quando ela veio por trás ou pelo lado, ela chegou a me deslocar do meu lugar, e só assim eu disse para.

Eu não sei, não aprendi qual é meu espaço ou limite, então permito que as pessoas o invadam até que chega o ponto de me afetar, então eu reajo na raiva.

Confesso que as vezes penso, será que vou conseguir ser diferente, olho pra frente, olho pra minha realidade e por vezes o desânimo me pega, penso que faço tanta coisa pra continuar a caminhar, me esforço de verdade....tudo que já me disseram, faz que da certo eu fiz...e ainda me perco dentro de mim mesma.

Vou seguir um conselho de uma amiga, que segundo ela isso não saiu de sua cabeça, mas alguém toco seu coração: Deus te conhece melhor do que qualquer pessoa, tente ouvi-lo.

Que eu me permita ouvir e não me confundir quando as palavras de Deus.

Como dizem: Que seja feita a tua vontade.

Amém

confusão

Olá galera..

Essa palavra define minha mente, confusa, totalmente confusa, o que me leva a cansar de tudo.

Nossa na teoria acredito que sou formada, mestrada em assunto dependência e codependência, mais na prática aff...

Talvez eu me cobre demais

Talvez eu me engane demais

Talvez ...talvez...talvez...

O final de semana não foi as mil maravilhas, teve discussão, teve momentos de paz, teve de tudo...rs

Há meu filho mais velho aprendeu a andar de bike sem rodinha domingo....isso realmente me deixou feliz, ve-lo todo orgulhoso de si mesmo, de sua conquista...

O restante apesar de "aparentemente normal" tava mais pra vamos cumprir nossos papéis do que outra coisa.
Hoje to com um sono enorme sem tamanho, isso pq fui dormir as 9:00, corpo cansado dolorido de gripe.....mais bora-la a vida não para e a segunda começou, confesso que no trabalho é aonde descanso...rs...

Que Deus abençoe a vocês e vamos de música.



sexta-feira, 28 de março de 2014

entre a Fé e a Razão

Voltei a ouvir a biblia narrada pelo Cid Moreira, e estou na Genesis, a parte que Deus pede a Abraão que entregue seu filho a ele.

Bateu a revolta...rs...fui caçar na internet uma explicação pra essa passagem, e ao perguntar no google.

Qual a explicação pra essa passagem, achei essa música, enquanto eu ouvia eu chorava e lembrava de todas as mães e pais, todos familiares que se encontram perante o filho, que está em uma situação que corre risco de vida, e impossível não lembrar, de nós familiares que convivemos com essa doença horrorosa, a dependência quimica.

Queria deixar a vocês essa mensagem, façam até aonde seus braços alcançam e o que vocês não puderem mudar, entreguem a Deus.

Não podemos mudar o outro, não podemos escolher pelo outro, não podemos sofrer as consequências pelo outro.

Deixo a música a vocês, e lembrem-se não estamos sozinhos, confiem em Deus


Amo vcs

milagres!!



Os milagres fazem parte da história da humanidade há séculos, na bíblia existem diversos relatos de curas: cegos que voltaram a enxergar, paralíticos que voltaram a andar.
Na atualidade vemos depoimentos de pessoas que declaram terem sido curadas, por santos, por Cristo, por Deus, Ave Maria, e outras figuras que de alguma forma as ajudaram a alcançar o impossível.
Infelizmente como acontece quase que em tudo nesse mundo, os milagres, serviram de inspiração para algumas pessoas cujas intenções são duvidosas, e usam desse artifício para enganar os mais humildes e tirar vantagens pessoais.
E por esse tipo de história, acabamos nos tornando incrédulos, deixamos de crer no impossível e passamos a acreditar somente no que nos é possível provar, comprovar e fazer uma contra prova...rs

Muitas vezes agimos assim somente para nos defender, e deixamos de ter a oportunidade de vivenciar e se aproximar de Deus e sentir seu amor por nós.

Tenho certeza que você já vivenciou algum milagre, um milagre invisível, coisas entre você e Deus.

Esses dias tenho parado e olhado pra minha vida, pros meus sentimentos, pra minha incredulidade e reparado como eu me esqueço das maravilhas que Deus já fez em minha vida, nos milagres que ele fez por amor a mim, nos momentos em que estávamos somente eu e ELE.

Quantas vezes ele me provou que eu não estava sozinha, que ele estava ali do meu lado, foram tantos milagres, me lembro de um em especifico, vou contar a vocês.

Quando ganhei meu primeiro filho há 6 anos e meio atrás, minha vida estava um caos, no auge da minha codependência, eu estava totalmente fragilizada, sozinha, meus familiares não sabiam da adicção do "homi", eu pensava que a família dele não sabia, eu estava só, chorava todas as noites de medo, de dor, de desespero, um choro abafado pra ninguém perceber ou ouvir.
Quando meu filho nasceu deu tudo errado, ele fez coco na bolsa, aspirou o coco pelo nariz e foi pra UTI, foi um parto normal, difícil, ele nasceu a fórceps, eu perdi muito sangue. Me lembro que na UTI, faziam exames diários para controlar o estado de saúde dele, que estava estável, porém era necessário ele permanecer em observação, e no seu primeiro exame de sangue a pediatra foi até meu quarto eu estava sozinha e ela me informou: As plaquetas do seu filho estão com níveis baixissimos, o sangue dele não coagula, vou repetir o exame pra tirar a comprovação, mais provavelmente ele precise de uma transfusão de plaquetas, e vamos precisar investigar o motivo.
Ela saiu eu estava tão fragilizada ou como dizem "quebrantada" que eu não tinha o que fazer, algumas lágrimas rolaram e eu pedi a Deus que cuidasse do meu menino e que tudo aquilo terminasse logo para irmos pra casa e adormeci, não fiquei mais me preocupando com o exame, me forcei a esquecer, afinal não estava nas minhas mãos.
No dia seguinte, a pediatra após repetir o exame me disse: Não sei o que aconteceu, mais milagrosamente as plaquetas dele estão normais, pedi pra se certificarem se o exame não tinha sido trocado, o de hoje e o de ontem e me confirmaram que não, ele está bem.
Eu respirei aliviada e agradeci profundamente a Deus.
Isso passou eu não contei a ninguém, não sei porque, mais não contei.
Tem coisas que Deus faz que somente entre você e ELE.

E hoje ao escrever esse post, senti em contar um dos milagres que já aconteceram em minha vida, foram vários.

E hoje eu só peço a Deus que eu consiga ser grata a ele todos os dias, pelo amor incondicional que ele tem a mim.

Se essa estória te emocionou, ouça essa o testemunho de Bianca, com certeza irá te tocar e poderá ser o inicio de um milagre em sua vida.

"O maior milagre da vida é a nossa transformação, permita-se ser transformado por Deus, deixe a sementinha que está dentro de você brotar, regue, e cultive com amor"


Um ótimo final de semana, fiquem com Deus.

quinta-feira, 27 de março de 2014

recuperação



Por um bom tempo, entendia como recuperação ter uma vida "normal", trabalhar, pagar as contas, cuidar de mim, sair nos fins de semana com família e filhos, ter sucesso profissional, etc etc

Tudo que se refere a cumprir obrigações

Tudo que começa de fora

Tudo que os outros esperam que eu faça

Ok, existe momentos na vida que tudo ta um caos, as finanças, nossa aparência, nossa rotina, então precisamos começar a organizar e limpar a casa.

Entretanto, descobri que a recuperação vai muito além do que ter uma vida "digna" e "feliz" pra se apresentar a sociedade e todos baterem palmas: olha como ela conseguiu, é uma guerreira..

Ilusão...enquanto eu estive somente olhando pra fora, ainda eu evitava olhar pra mim e realmente começar a em modificar, pra não ter que me esconder atrás de um esteriótipo, da "mulher guerreira"

A recuperação começou a me ensinar que eu não vou mostrar o caminho da felicidade a ninguém, mas que posso apenas descobrir por onde devo ir

A recuperação me ensinou o quanto eu fui tola, em me sacrificar para poder exercer milhões de funções, para provar pra mim mesma e para os outros que eu era capaz.

Hoje a recuperação me mostra que eu sou apenas um ser humano, que quer aprender como viver a única vida que cabe a mim viver: MINHA PRÓPRIA VIDA

Sem ter que provar nada a mim e nem a ninguém, minha única obrigação é de aprender a me permitir e a recomeçar.

Um grande abraço, beijos e fiquem com Deus

quarta-feira, 26 de março de 2014

e pra sair do Triângulo?

Vou começar me aceitando:

Sou uma codependente
Tenho problemas afetivos
Me relaciono de maneira doentia
Isso não é amor, é falta de amor
Aprendi a ser honesta comigo mesma
Aprendi a não precisar ser aceita e por isso usar o rótulo "por amor"
Aprendi, que não tem problema eu ser quem sou
Aprendi que sou assim não pq o homi é DQ, mais por que eu permito


Me sinto presa nesse relacionamento, não é por amor

Porque o amor não prende, o contrário o amor liberta

Estou aprendendo a me amar e assim espero, não terminar ou ficar com ele

Espero SER FELIZ

Só por hoje, chega de autopiedade, chega de ressentimento, chega de cobrança, vou olhar para as coisas boas do dia de hoje.

Obrigada Deus

triângulo



Já ouviram falar no triângulo da auto obsessão?

Ressentimento, raiva e medo formam o triângulo da auto‐obsessão. Todos os nossos defeitos 
de caráter são derivados destas três reações. A auto‐obsessão é a essência da nossa insanidade.  
O ressentimento  é  a forma  como  a  maioria  de  nós reage  ao  nosso  passado.  É  o reviver 
contínuo de experiências passadas. A raiva é a forma como a maioria de nós lida com o presente. 
É a nossa reação e negação da realidade. Medo é o que sentimos quando pensamos no futuro. É a 
nossa resposta ao desconhecido, o avesso de uma fantasia. Estes três sentimentos são expressões 
da nossa auto‐obsessão. É a maneira como reagimos quando pessoas, lugares e coisas (quando 
passado, presente e futuro) não estão à altura das nossas exigências.
(fonte: http://www.csa-saopaulo.org/folhetos-livros-livretos.php)

Eu vivi entrando nesse triângulo, só substituir a droga pelo adicto o qual convivo, é exatamente isso que acontece:

Não quero mais viver o que vivi no passado (ressentimento)
Revivo o que eu não quero viver mais constantemente (raiva)
Confusão quanto a incerteza do futuro (medo)

Quando entro nesse triângulo, minha vida emocional paralisa, é como se qualquer movimento fosse causar um terremoto na minha vida, eu paraliso e vejo a vida passar...mesmo continuando com meus afazeres que eu faço muito bem no automático.

Preciso aprender a agir diferente, isso cansa.

Um bom dia a todos, fiquem com Deus

terça-feira, 25 de março de 2014

ACREDITA

Hoje tive a enorme satisfação de ter noticias de pessoas que passaram pela minha vida, e saber que eu de alguma forma representei algo de bom na vida delas, é uma enorme benção, o carinho de ser tratada como Quel, mesmo sem ter contato há anos me faz ser grata a Deus por ter tido a oportunidade de ter acertado com essas pessoas.

Triste fiquei em saber que elas também estão passando por dificuldades, nada haver com dependência química, mas que de certa forma essas dificuldades estão roubando os seus sonhos, as impedindo de sorrir e viver em sua plenitude.

Gostaria de dizer a vocês ACREDITEM, existe um caminho, existe uma porta.

Ela está dentro do seu coração, uma porta que te levará ao seu mais intimo segredo, que por vezes esquecido adormecido o aprisiona em si mesmo.

E confia, em Deus, Ala, Buda, não importa o nome, mas ACREDITA, há algo muito, muito, infinitamente maior do que você.

ELE, pode te curar
ELE, pode sarar suas feridas
ELE, pode lhe direcionar
Somente ELE pode abrir as portas que realmente irão lhe trazer, paz, crescimento, aceitação, amor, bondade, perdão, recomeço

Confia NELE

Quem é ELE, não importa o seu nome, o que importa é que ELE te ama, e está te aguardando de braços abertos retornar ao SEU encontro.

Figa com Deus ..P. e A.

Amo VOCÊS



fragmentos de Mim mesma



Quem sou eu?

Simplesmente não sei, não tive a oportunidade de conhecer a Rachel, do que ela realmente gosta, o que ela sonha, o que lhe faz feliz.

Sempre busquei a felicidade em afetos, em relacionamentos, procurava fora o que em algum lugar no passado faltou ser preenchido

Por isso esse sentimento que domina o meu peito.

Medo da solidão, não de ficar sozinha entendam bem, da solidão.

Eu havia aprendido a lidar com a solidão fugindo dela...por meios artificiais, quase uma dq...rs...

Mas no meu caso, melhor do que a droga, era ter uma "droga" que pudesse me abraçar, me beijar, e me fazer feliz.

Minha felicidade sempre foi vinculada ao estar com alguém, não importa se por um pouco tempo, mais viver sem carinho, sem troca pra mim é algo horrivel.

E quando conheci minha "droga" de preferência, foi a melhor sensação que tive na minha vida, nada, simplesmente nada pode substituir os primeiros meses de relacionamento que tive com meu atual marido, era mágico, amor a primeira vista, cumplicidade, paixão, tesão, era simplesmente tudo.

Como abrir mão de alguém que te leva as nuvens?

Como deixar de usar drogas?

Somente quando insistimos em tentar vivenciar os momentos da primeira dose,  quando percebemos que nunca mais será a mesma coisa, e começamos a enxergar os prejuízos que essa insistência traz pras nossas vidas que pensamos em parar.

Pra sobreviver a um relacionamento assim, vivemos abrindo um (parenteses) nessa história, nesses ( ), vivemos momentos de trégua, momentos "normais" para respirar e voltarmos ao ciclo.

Se você tem dúvidas que o que sente pelo seu companheiro é amor, se pergunte você pode viver sem ele?

Se a resposta for, não eu não posso viver sem ele.

Então digo com toda certeza, isso não é amor, é apenas uma necessidade emocional, porque você ainda não aprendeu nem a se amar e ninguém consegue dar o que não tem.

Um bom dia e fiquem com Deus

segunda-feira, 24 de março de 2014

simbiose Emocional

Simbiose no casamento

Adriana Tanese Nogueira

A simbiose é um conceito que pertence à biologia, e denota a associação entre dois seres que beneficia a ambos; melhor, ambos seres precisam de tal associação para continuarem vivos e produtivos. Já dá para entender como esse conceito é transportado para as relações de casal: os dois não conseguem viver um sem o outro. 

Vamos começar fazendo algumas distinções. Toda relação se constrói a partir de uma "troca" que pode parecer e, muitas vezes, é simbiótica: pais e filhos, amigos, casais e até empresas, grupos e assim em diante. Se estamos num relacionamento é porque ele nos dá algo de importante. Que esse "algo" nem sempre seja saudável são outros quinhentos. Para o sistema mental da pessoa, para seus hábitos, medos e limites, a vantagem se apresenta de alguma forma como superior aos riscos que uma possível mudança traria.
Na relação entre pais e filhos, onde aparentemente, os filhos são os que ganham mais, é bom lembrar do espaço gigantesco que estes ocupam na vida e no coração de seus pais. Além de responsabilidades e problemas, crianças oportunizam adultos que, talvez nunca teriam essa chance, de se sentirem importantes,  de estar "acima" de alguém - se amor e crescimento recíproco não fossem suficientes.

Uma segunda noção que precisamos esclarecer é a idéia de que quando se ama de verdade se tende a "não poder viver sem a outra pessoa". A atração sexual ou aquela íntima e profunda cria uma tamanha sinergia de forças que duas pessoas podem superar muitos obstáculos para estarem juntas. Por outro lado, porém, faz parte das qualidades do amor dar a força para aguentar a distância, quando ela for necessária. Distanciamento físico ou emocional podem marcar alguns momentos da relação amorosa. Porque ninguém é pronto e resolvido e  porque a vida é imperfeita, amar não equivale a ter sempre momentos agradáveis e cheios de compreensão recíproca. Portanto, o "não posso viver sem você" do pique do amor romântico é um modo de dizer que tem valor num plano simbólico, enquanto que no concreto deve fazer lugar à maduridade de saber lidar com altos e baixos e com as contradições.

O casamento simbiótico é algo diferente. Ele é o resultado, geralmente, da união entre duas pessoas durante sua juventude, quando sua referência à família de origem e, sobretudo, às feridas e faltas que esta lhes deixou estão ainda fortemente gravadas na alma, gerando anseio por preenchimento. Os pombinhos inicialmente tendem a repetir o padrão mamãe-papai, prova é que há casais que chamam uns aos outros "filho" e "filha". Se o padrão de base das relaçãoes entre homens e mulheres é o do pai-filha e o da mãe-filho, nos casais simbióticos esse modelo é levado ao extremo, e literalmente os dois não sabem estar sem o outro. Falta-lhe autonomia e independência.

A ausência de autonomia é a incapacidade de realizar atividades próprias à personalidade de cada um, e tomar escolhas que dizem respeito aos gostos de cada indivíduo. A individualidade lentamente se eclipsa e os dois formam um todo informe no qual não se distingue mais quem é quem. Se a autonmia é a capacidade de fazer coisas sozinhos, independência é aquela de ter iniciativa por si próprios. A pessoa independente não pede permissão para fazer o que sente vontade e é importante para ela. Ela própria se autoriza, seguindo seus instintos e pensamentos. No casal simbiótico, esses dois aspectos essenciais para o desenvolvimento saudável do ser humano se perdem, ou são sufocados.

O casal simbiótico é como um indivíduo com duas cabeças mas um corpo só. Mentalmente, eles continuam se sentindo diferentes um do outro, sabem reconhecer perfeitamente as falhas e qualidades de cada um, os hábitos e preferências. Mas, por baixo dessa camada consciente, existe o emaranhado de sentimentos inconscientes que eles partilham e os amarram.

O nó da meada é que eles sua união é funcional à cada um conseguir ir adiante na vida. Psicologicamente falando, uma série de projeções foi realizada sobre o outro, investindo não só sua função (por ex., trazer dinheiro para casa ou cuidar da casa), mas um nível mais profundo. O outro representa um pedaço de si, ou vários pedaços de si, ocupando um lugar tamanho e de tal relevo na vida psicológica da pessoa que, no bem ou no mal, ela não consegue fazer sem.

O problema dessa situação é que não conta com as mudanças. Apesar de tudo, a força evolutiva do ser humano é fenomenal. Nada permance igual e tudo muda. Mudamos, queiramos ou não. Mesmo numa situação psicologicamente amputada, como a do casal simbiótico, a pressão interna na direção da individuação (que implica necessariamente em maior autonomia e independência) insiste e perturba. Aquele dos dois que está "para trás", aquele no qual este processo está mais sufocado, começa a se sentir inseguro e ansioso. Aquele que está "para frente", no qual a pressão interna tem mais via livre (geralmente de forma totalmente inconsciente), sentir-se-á "sufocado" pelo modelo de relação na qual está.

A vontade interna de novas experiências vai crescendo inexoravelmente. É como um cavalo jovem, cheio de vida e relinchando, desejoso de poder galopar livre pelas pradarias. Na falta da liberdade verdadeira, que só viria evoluindo para fora desse modelo de relação, duas coisas podem ocorrer: sufoca-se mais energicamente o espírito de liberdade, inclusive com a ajuda de remédios ansiogênicos e calmantes; ou se encontra essa autonomia de forma escondida e nos espaços mais ilícitos, como traições pelos cantos, mentiras e subterfúgios.

Transformar uma situação dessa para melhor é complicado porque toda e qualquer mudança é percebida pelo casal simbiótico como ameaçadora. É como dividir gêmeos siameses, grudados pelo corpo. Há o risco da morte, que no caso do casal simbiótico é o risco de matar a relação, ou o impulso evolutivo que exige que ela seja renovada e, com ele, aniquiliar a individuação de cada um. Entretanto, adiar o processo de mudança, uma vez que as sementes já foram postas, na forma de insegurança, ansiedade, desconfiança e mentiras, promete um futuro sombrio.

O paradoxo desse tipo de relação é foi justamente graças à simbiose que ambos os indivíduos cresceram como pessoas ao ponto de sentirem agora a necessidade interior de ir além. É por causa da simbiose que hoje cada um têm condições de poder ir adiante sem ela. O tempo está maduro, é hora de virar gente grande


Fonte: www.psicologiadialetica.com/2011/07/simbiose-no-casamento.htm


POIS É CHEGOU A MINHA HORA DE VIRAR GENTE GRANDE!!!

atualizando




Bom dia Galera!!

O final de semana teve de tudo um pouco, eu consegui manter minha serenidade, as coisas acalmaram.

Como citei em um post da semana passada, o "homi" estava apresentando comportamentos de que iria entrar na negação, e foi o que aconteceu, no sábado começou com o famoso "embromeicham" pra arrumar desculpas e não ir ao NA, e eu mantive minha posição, OK não vai não saímos, ai aconteceu "o show da manipulação"...pegou pesado...eu não lembro ao certo tudo o que ele diz, porque eu ouço mais não escuto...rs...
Estava me culpando, se fazendo de coitado, ameaçando ir embora, um monte de bla bla bla.
Eu ouvia, enquanto ouvia orava e pedia que Deus me desse paciência e iluminasse a cabeça do ser, sua última ligação, era por volta de meia noite, ele me disse:
- Tá vendo, estou no bar, e vou voltar pra ativa, tudo porque você não quer fazer compania pra mim, você sabe que eu não sei viver sozinho, estou mau, estou pedindo a sua ajuda e você não faz nada.
Respondi:
- Tá mau? Você sabe que tem corujão no NA não sabe?,No Tatuapé, Ipiranga, Lapa, vai lá pedir ajuda.

Ele desligou

Eu dormi orando, Deus proteja esse ser...

Acordei fui assistir minha palestra espiritual, então o "homi" me liga:

- Tô no grupo

E desliga...rs..., depois do grupo ele foi pra casa, não perguntei nada, ele disse que foi mais por ELE e não por mim, que ele pensou na ressaca moral que ele ia ficar depois de usar, ai ia ficar se humilhando pra mim ficar com ele e que ele bebeu umas cervejas e foi pra casa, que depois do grupo ele nem ia ir lá em casa, que ia ir pro primo dele e sair com ele, mais que ele tinha decidido ir lá ficar com a gente, pq aquele tipo de vida não é a que ele quer de ficar trocando de mulher como troca de roupa

Eu ouvi e apenas respondi:
- Que bom que foi ao grupo por você

Passamos o domingo tranquilos

Eu sei e to lutando aqui pra não criar expectativa quanto ao acontecido, mas considero uma vitória dele, acredito no que ele disse, se estiver mentindo o maior prejudicado é ele mesmo.

Espero que ele continue voltando, pq eu só continuo ainda nessa caminhada se ele de alguma forma tiver ouvindo alguma coisa sobre recuperação, caso contrário vou lutar com todas minhas forças pra ficar bem longe das insanidades dele

Não me iludo galera, to buscando e não desisto de conseguir encontrar minha liberdade, uma das minhas metas é, no próximo surto não me abalar emocionalmente...nesse eu consegui não revidar, no próximo quero conseguir ficar bem...e me desligar a cada dia mais um pouco dessa relação que por vezes se torna doentia...
Eu o amo, posso um dia mudar de opinião sobre meu sentimento por ele e ver que de amor não tinha nada, mas hoje quando penso nele, tirando toda a insanidade minha e dele, eu digo que o amo.

Respondendo a pergunta de um leitor, sobre o que penso sobre o projeto "sala segura" que estão querendo implantar em SP.
Para acessar o que é esse projeto clique aqui PROJETO SALA SEGURA

Então, eu penso que antes de analisar e implantar devemos comparar o local que será implantado, quem será beneficiado, pra ver se realmente há chances de sucesso.

Esse projeto funciona na HOLANDA, pra dependentes de heroína.

Nós estamos no BRASIL, e seria implantado pra dependentes de crack.

O Brasil, infelizmente atualmente é um país dominado pela corrupção, onde a imprensa manipula as noticias a fim de nos influenciar, e acaba conseguindo, infelizmente a maioria sempre esquece, ou desvia o foco de assuntos os quais devemos cobrar, e no fim tudo acaba em pizza.

Na Holanda, não que seja um país perfeito, mais acredito que lá as coisas funcionam um pouco melhor, a justiça, a distribuição de renda, e não tem essa corrupção escancarada como aqui no Brasil.

Sinceramente, não acredito que funcione, acho loucura, mesmo porque como diz na reportagem, para se implantar esse projeto precisa mudar algumas coisas na constituição, visto que o Crack é ilegal, e se isso acontecesse hoje a prefeitura seria atuada por tráfico.

Então precisa-se antes liberar a droga, nem que seja para fins "medicinais", para depois implantar esse projeto.

Alguém teria que pagar pela droga comprada, adivinhem quem?..rs

Precisamos entender que NÃO EXISTE SOLUÇÃO pra essa problemática DROGAS, o que existem são TENTATIVAS, de se apagar incêndios.

O que podemos fazer atualmente, na MINHA OPINIÃO:

- Investir em tratamentos de qualidade, seguindo exemplos que vem dando certo, os passos do AA e NA, acompanhamentos psicológicos e psiquiátricos.
- Investir no acompanhamento dos familiares, seguindo exemplos que vem dando certo, os principios adotados pelo AMOR EXIGENTE, os passos utilizados pelo NARANON, também acompanhamentos psicológicos e psiquiátricos (quando necessário)
- Informação de qualidade, parar de achar que dependente químico é só quem mora na cracolândia, digo e repito, aquilo é só a ponta do Iceberg, informar quais são os comportamentos que os adictos costumam apresentar e com quais comportamentos a familia costuma reagir, formando o ciclo dependência e codependência.
- E pra mim o mais importante: PREVENIR, parar de incentivar através de propagandas publicitárias o consumo de drogas lícitas, assim como fizeram com o cigarro
- Educar nosso povo para nos tornarmos mais conscientes, mais participativos, e assim fazermos a nossa parte e saber exigir que o governo faça a dele, parar de se orgulhar do famoso "jeitinho brasileiro"

Pois é tem coisa heim pra mudar...rs

Adianta ficar procurando a solução pra algo que não tem solução?

Um bom dia a todos e fiquem com Deus



quinta-feira, 20 de março de 2014

meu contato com Deus



Bom dia Galera...

Eu sempre fui muito distante de Deus, sempre tive aquele relacionamento que se tem com um pai bravo, que te bate e te castiga se não obedece-lo, tinha medo e não respeito.

Assim o mundo me apresentou Deus, o criador de todas as criaturas existente no universo, que por amor havia nos criado para servi-lo, devido a uma desobediência de uma mulher chamada eva, os outros filhos que ele criaria viriam cheios de instintos, e da-li em diante, além de servi-lo deveríamos renunciar as nossas vontades e caso usássemos nosso livre arbítrio pra ir de contra suas regras, iriamos queimar a eternidade no inferno, um lugar cheio de sofrimento, dor, fogo e cheiro de enxofre.

Cara...como um cara desse pode ser perfeito, bondoso, amoroso e justo.

Primeiro ele ta lá sem fazer nada, e resolve criar os homens pra serem seus servos, porra que cara folgado, eu não pedi pra nascer, ele me cria, me coloca no mundo pra servi-lo...pra mim isso tá mais pra folga do que pra bondade

Segundo, ele inventa uma árvore, com frutos maravilhosos e diz não coma, não explica o porque, nãi diz nada simplesmente não coma, chega a serpente da uma idéia na Eva que era uma mulher inocente, e vai na onda, a Eva come a bendita da maçã, depois convence o Adão, come que é gostosa, pronto por causa da inocência de duas pessoas a humanidade inteira tem que pagar, isso é justo? Pra mim não

Então como piedade, ele tira a inocência das criaturas, que ele criou, que ele não orientou e simplesmente disse obedeça e me sirva, viva cantando pra mim e louvando, e os homens que vieram a nascer cheios de instintos podem usar seu livre arbitrio, porém Deus lhes diz, como um castigo, me sirvam e me glorifiquem, vocês não são obrigados, mais caso façam o contrário irei-lhes amaldiçoar e vocês arderam no mármore do inferno.

Como posso achar esse Deus, justo, amoroso, bondoso...pra mim ele era um folgado, tirano e que gostava de caçoar da cara dos outros...preferi me afastar

Depois de anos, vivendo a minha vida segundo os meus conceitos de justiça, algo como não fazer ao próximo o que não gostaria que fizessem com você, esse ensinamento me parecia coerente, então eu nas minhas ações procurava seguir.

Mas ainda assim existia um vazio, que eu busquei de todas as formas possíveis, em relacionamentos, em aventuras, em drogas, em estimular os meus instintos para me satisfazer, mais ainda assim nunca era o suficiente.

Está escrito na bíblia no Apocalipse, algo como alguém se apoderaria da verdade e enganaria os homens, os falsos profetas...
Então agora estudando Pedagogia e me aprofundando nos estudos espirituais, comecei a entender algumas coisas, Deus mandou seu filho Jesus a terra, para nos ensinar seu verdadeiro propósito o amor ao próximo.
Mais isso não era interessante pros poderosos da época, então crucificaram Cristo, seus apostolos continuaram a levar sua palavra, foram perseguidos e alguns jogados aos leões em roma, os poderosos tudo fizeram para conter sua mensagem de amor, mas essa mensagem se espalhava e conquistava a cada dia mais adeptos, seria impossível exterminar a todos.
Os poderosos muito inteligentes pensaram, " já que não podemos derrotar o inimigo nos juntemos a ele", assim fundaram uma religião.
Essa religião se apoderou das escrituras, as colocou em um livro chamado Biblia, que era escrito somente em um idioma, e somente essa religião tinha acesso as escrituras, então usando da palavra de Deus, ela impôs regras, e os que iam de contra eram considerados hereges, e assim essa religião enriqueceu, matou milhares de inocentes que contestavam a sua veracidade, assim essa religião travou guerra com os que não se convertiam a ela, foram séculos de morte e sangue, nas cruzadas, na inquisição.
Mais ainda assim a palavra de Deus de Jesus o amor era impossível de se conter, e veio a reforma protestante.
Mais uma vez a verdadeira palavra venceu, mas os poderosos são espertos, como o capitão nascimento no filme tropa de elite 2 disse: O SISTEMA MEU IRMÃO SE REORGANIZA"
E assim aconteceu, os poderosos se reorganizaram se espalharam por todas religiões que começaram a surgir, e agora diplomaticamente ou politicamente dizendo, continuavam a dar as cartas manipulando a população.
Mais está também na bíblia, não sei aonde, que a palavra de Deus iria chegar a todos os corações... AVERDADEIRA MENSANGEM DE AMOR.
Sim ainda os poderosos fazem de tudo pra se manter lá em cima, pra satisfazerem seu ego, seus instintos, seus desejos, custe o que custar
Mas hoje o que enxergo é a mensagem de Cristo se espalhando em todos os cantos da terra, ninguém mais é dono da palavra, encontramos a palavra de Deus em todos lugares
Hoje eu encontro Deus no Papa Francisco, encontro Deus nos testemunhos de cura como o da Bianca de Toledo, encontro Deus nos livros e ensinamentos de Chico Xavier, nos livros de Kardec, na serenidade de Gandhi, encontro Deus nas mensagens de fé, força e esperança dos grupos de anônimos NA, NARANON, AMOR EXIGENTE.
Encontro Deus na sinceridade de um amigo
Hoje eu finalmente conheci Deus, ele não é meu rei, ele é meu pai.
Me criou simples e ignorante, e com paciência, bondade e amorosidade, me deu a oportunidade de crescer livre e me transformar, através de minhas experiências, de minhas escolhas.
Ele como pai bondoso me deixou aprender a discernir o que é bom e o que é ruim.
E hoje só tenho a agradecer por ter nascido, não pra ser mais uma serva, mais pra ser sua filha e poder levar a sua mensagem as pessoas que ainda sofrem sem conhecer a sua verdadeira face.

Deus é AMOR na sua mais sublime forma.

Um ótimo dia a vcs

quarta-feira, 19 de março de 2014

VALE A PENA

COMPARTILHANDO UM VÍDEO SHOW, E QUE INDEPENDENTE DE RELIGIÃO UAAAAAAUUU

DE LINHA EVANGÉLICA

autoengano, negação e finalmente HONESTIDADE



Olá...galera..

O que tenho aprendido sobre isso, negação, autoengano, etc, etc

Como uma boa codependente, primeiro fiquei craque em saber quando o adicto de minha convivência está nessas fases, a da negação a do autoengano, e só de ouvir o som da voz dele sou capaz de prever qual fase ele está ou corre o risco de entrar.
Exemplo acabei de falar ao telefone com ele agora, desde ontem a noite e hoje de manhã, sem ele me relatar nada, percebi em sua voz, desânimo uma provável depressão que pelo jeito vai faze-lo entrar no autoengano começar a inventar desculpas pra não ir ao grupo e querer viver momentos bons, até entrar na negação e achar que uma cervejinha ou mais uma vez não da nada.
Hoje nem preciso ficar raciocinando pra chegar a essa conclusão, já ta registrado na cabecinha aqui...kkk como 1+1 é 2...
E eu como irei reagir? Entrarei junto no autoengano e na negação?
Então nessa fase exatamente eu já não caio mais, só fico observando, até que acontece de fato a recaída ou volta ao uso tanto faz o nome...enfim usou droga denovo..rs
Enquanto tudo isso acontece, eu não me abalo, não me afeto, vivo normalmente, toco minha vida, meus projetos e tals.
Porém, após a recaida, volta ao uso ou "uerevers" como EU irei me comportar?

Entrarei no autoengano, na negação, ou continuarei em recuperação?

Eu admito, eu tenho entrado no autoengano

Por que?

Porque ando acreditando em promessas de um adicto na ativa, e me desculpem mas realmente acreditar em promessas de adictos na ativa é um tremendo autoengano (na minha opinião)

Por mais que essa credibilidade seja de 0,5%, eu ainda acredito e espero pra ver o próximo passo, acredito que não agora ele realmente entra em recuperação.

Cara quantos anos eu vivo assim? Acreditando nesses 0,05%...

Isso é esperança, expectativa ou autoengano?

É esperança quando eu acredito que um dia ele vai conseguir, não sei quando mais um dia ele consegue

É expectativa e autoengano quando eu acredito que é dessa vez.

E eu sempre vou pela segunda opção, porque NO MEU CASO, não consigo conviver com alguém na ativa sem sofrer.

Suas atitudes são egoístas, e me prejudicam, por mais que eu me proteja, a ignorância, a intolerância, a irritabilidade, as mentiras acabam afetando quem vive mais próximo ao adicto.

Por mais que perdoe esses desrespeitos, sinceramente eu gosto que alguém me trate assim, ou simplesmente eu não ligo?

Sendo honesta, não eu não gosto de ser tratada assim, mas por amor, por codepêndencia, por problemas afetivos e sei lá mais o que, eu acabo aceitando, porque ele me da "amor" o suficiente pra me manter "presa" a ele.

Sim é isso que acontece, ele me da o amor que ele sabe ser o suficiente pra me manter ao seu lado.

E como codependentes costumam ser "heroínas", trabalhadoras, independentes, etc, etc (nós somos foda...)

Pra mim "ta beleza"...rs...fazemos uma troca, ele me alimenta com a quantidade de amor que ele sabe que é o suficiente e eu me esforço pra dar um apoio emocional a ele.

Assim fica bom pra todo mundo, eu mantenho meu cargo de "heroína", e ele continua a usar drogas sem nunca se estabacar no chão, porque de alguma forma eu sou seu "freio" como ouvi em outro blog em um comentário de um adicto.

Ai vem a pergunta que minha terapeuta fez..kkk

Ok, você o ama e tem esperanças, mais te pergunto, porque vc ao invés de se submeter a certas situações, não diz a ele, quando você conseguir ficar limpo e arcar com suas responsabilidades como marido e pai, ai sim voltamos a conversar?

Eai mulher qual sua resposta??...rs..

Pois é tive que admitir a mim mesma, PORQUE EU NÃO CONSIGO.

Pelo fato de eu não conseguir o que faço?

Vivo me enganando, achando que não é tão ruim, que estou vendo apenas o lado bom dele, que todos tem defeitos, e assim sigo justificando o fato de aceitar viver uma vida a qual realmente não me acrescenta, ou não me faz feliz, eu aprendo a ser feliz com essa realidade, pois a realidade de não ter mais ele é muito triste e me dói.

Até quando viver assim?

Eu to buscando ajuda pra que essa vez seja a última que eu acredite, que seja de fato a última chance e chega de próximas.

Mas existem muitas pessoas que vão esticando o seu limite ou o seu não é tão ruim, até o dia que o adicto tem uma atitude realmente impossível de se fingir não ser tão ruim...atitudes graves, geralmente violentas.

Muitas vezes ouço que temos que ajudar o próximo e ser caridosos, não abandonar um doente.

Muito cuidado com isso galera, no caso da dependência quimica a forma de ajuda é diferente do que por exemplo, auxiliar um doente mental, um esquizofrênico ou uma pessoa com cancêr.

Essas outras doenças requerem cuidados de auxilio físico, por incapacidade do doente.

Ja na dependência quimica, o auxilio não deve ser físico e sim moral, como educar uma pessoa, o adicto precisa aprender a sofrer as consequências de seus atos e ser responsável por si próprio.

Enquanto eu tiver fazendo o papel de mãe, contribuindo pra que um homem de quase quarenta anos, não precise bancar sua própria vida: moradia, alimentação
Responsabilidades de pai, e não somente financeiras, mais também de pai presente, acompanhar nas reuniões da escola, no médico, cuidar do filho.
Enquanto eu assumir todos esses papéis eu não estarei sendo caridosa e sim egoísta
Vendo que estou tirando a oportunidade de uma pessoa crescer, tudo por egoísmo meu, pra não ter que viver longe dele, pra não ter que abrir mão do meu "amor"
Será que é por amor a ele, ou falta de amor a mim?

Eu não tenho que precisar de alguém ou algo pra ser feliz, eu tenho que ser.
Tenho que me permitir, tenho que aceitar que cada um cumpra seu papel, tenho que deixar.

Não sou responsável, nem intermediadora entre o relacionamento de pai e filhos, se meus filhos tem um pai adicto, eles terão que enfrentar essa questão, eu apenas posso auxilia-los no entendimento e superação deste fato.

É um assunto muito complexo, não da pra ter verdades absolutas, mas se olharmos a fundo pra nós e fomos honestas conosco.

Saberemos o porque nos permitimos e iremos parar de justificar e finalmente iremos admitir e finalmente poder escolher sem nos enganar.

Eu quero me recuperar ou prefiro viver na doença?

Admiro quem assume o que realmente quer, como uma companheira do AE que um dai em disse: eu to casada com ele porque sou uma codependente e não por que o amo, sim eu o amo, mas o principal motivo de estarmos juntos é porque eu não sei viver sem ele, sem ter que cuidar dele.

Gente eu sou uma codependente e estou nessa situação por isso, mais sinceramente eu não quero viver assim pro resto da vida...e só por hoje eu espero cumprir com minha palavra.

Fiquem com Deus


terça-feira, 18 de março de 2014

se a pessoa está engatinhando como pode-se exigir que ela CORRA?


VOCÊ NÃO SABE O QUANTO EU CAMINHEI...

Bom dia galera!!!

Olha finalmente depois da consulta ontem com a terapeuta, consegui finalmente chegar a um ponto e parar de ficar correndo em "volta do rabo"

Em um relacionamento que não funciona, seja com adicto ou não, pode ser com um cara ciumento, um cara folgado, um cara mulherengo, qualquer relacionamento que tenha sua estabilidade afetada por situações que impliquem desrespeito ao próximo, se caso essa situação torna-se a e repetir e se repetir, causando o mesmo sofrimento ao casal, significa que o relacionamento não está funcionando, uma vez que gera mais sofrimento do que felicidade, ou seja como muito se diz por ai, não está somando....

Primeiro pra identificar isso, precisamos parar de arrumar justificativas do porque aquela situação aconteceu, e reconhecer que ela acontece porque o relacionamento é assim, nada de ficar justificando em nome do amor, ou disso ou daquilo, não interessa o nome que traga, se simplesmente não funciona.

Se essa pergunta fica martelando na sua cabeça: Porque eu aceito viver assim?

Tem algo errado, no meu caso, eu sempre soube que tinha algo errado, por vezes vivia no autoengano dizendo que o amor isso ou aquilo, mas sempre voltava a me questionar quando algo dava errado: Por que eu me permito viver assim?
Poxa legal eu já sei que isso não me faz bem, então porque não caio fora? Não dou um ponto final?
Porque o amo?
Porque sou codependente?
Porque tenho carência afetiva?
Porque?

Eu não gosto de rótulos, eu acredito que seja tudo aquilo ai em cima, amor, codependencia, carência afetiva e sei la mais o que.

Eu acredito que seja minha forma de me relacionar com o mundo e não apenas com o adicto.

Eu preciso reaprender algumas coisas, ver o que não está muito coerente e que acaba me aprisionando em situações as quais me trazem sofrimento

A culpa não é dele, a culpa não é minha, é apenas a vida como aprendi a viver.

O que importa é que a dois anos eu resolvi dar um basta de viver PASSIVAMENTE uma situação a qual me consumia, e desde então quem me acompanha sabe o quanto eu luto, mesmo que ainda eu apresente muitas dificuldades, eu nunca DESISTI DE MIM.

Isso é o que importa...o que importa foi o caminho que trilhei até aqui o quanto eu cresci e o quanto ainda tenho que crescer.

Eu ainda não sei correr, to engatinhando, chega de me levantar no desespero da cobrança e querer fazer o que AINDA EU NÃO CONSIGO, isso só me gera frustrações e sensação de derrota, energia perdida e que poderia ter sido empregada de maneira melhor.

Só por hoje, eu estou vivendo algo que eu não gostaria, mas que ainda não sei como sair fora
Só por hoje eu continuo voltando, eu continua aprendendo
SEMPRE E BUSCA DO POR DO SOL...DESISTIR NÃO EXISTE NO MEU VOCABULÁRIO

UM BOM DIA E FIQUEM COM DEUS


segunda-feira, 17 de março de 2014

o Amor



O amor...

Como usamos esse sentimento?

Sim usamos, nós seres humanos ainda não estamos preparados pra viver o amor em sua plenitude, aquele incondicional, que não exige nadinha em troca, estamos aqui nesse mundo lutando pra compreender e experimenta-lo, mas daí achar que somos capazes, não acredito, somos imperfeitos, como podemos amar de forma plena, perfeita.
Eu oscilo demais de emoção, do amor ao ódio.
O que já algum tempo tento passar aqui no blog, mas não consigo devido a confusões de sentimentos que por vezes expresso, é que realmente há muitos anos atrás eu não sofro mais pelas más escolhas de quem amo
Eu sofro pelas minhas más escolhas, por não conseguir respeitar os meus limites, olha bato cabeça heim!!!
Venho tentando, e lutando há mais de dois anos pra me salvar de mim mesma, todas as vezes que eu quis "salva-lo", foi principalmente pra ME SALVAR, pra não ter que dar de cara com a dor do fracasso de não conseguir dizer eu não quero mais
Esse "eu não quero mais", precisa estar coerente com meus sentimentos, pois preciso de muita firmeza pra agir, além de dizer o não, eu preciso praticar o não, impor o não, repetir o não com força, as vezes até física, isso me cansa, eu me desarmo e quando percebo sinceridade em seu olhar, mais uma vez me entrego, até a próxima batalha.
Hoje entendo por desligamento emocional, algo maior do que não parar minha vida ou manter minha serenidade pelas escolhas erradas de alguém.
Hoje o que quero e não desistirei de buscar é a minha paz...luto pela minha e somente minha PAZ

NÃO DESISTO.

Final de semana foi um inferno, eu mandando ele embora e ele plantado na sala de casa, eu ignorando e ele continuando plantado.
Foi ao grupo domingo, depois foi em casa tipo: olha já fiz o que vc quer agora cumpre com sua parte, resultado mais discussões.
Depois de um surto meu, ele parou, entendeu, ficou quieto.
Ai eu olho pra ele e sou traída pelos meus próprios sentimentos, aquele ódio e aquela determinação vão embora, somem em segundos e tudo o que volta são a esperança de podermos ser felizes denovo.

Até quando viverei assim?
Sinceramente não sei, contínuo na busca que iniciei a mais de um ano e meio atrás quando sentei em uma sala de NARANON e disse, eu vim aqui por quero usar as ferramentas e passos pra me conhecer e poder lidar melhor com meus sentimentos.

Os caminhos se desviaram um pouco, mais não desisto, continuo na busca

JAMAIS DESISTIREI DE MIM MESMA

Um bom dia e fiquem com deus

sexta-feira, 14 de março de 2014

o Amor realmente é maior que tudo?

E quando o amor não é o suficiente?

E quando o amor não consegue ser maior do que tudo?

Então alguns dizem, não era amor

Sim era amor...é amor, mais ele não sobrevive sozinho...

Lembro que quando comecei a ter relacionamentos, eu não entendia os casais que estavam separados, e diziam que se amavam, mas que não era possível viver junto.

Ai ouvi falar do amor tóxico, aquele que faz mau

Mais quando o que se sente é um amor que faz bem, por determinado tempo, porém a maré muda e de repente você precisa escolher, entre seu amor por outra pessoa ou seu amor próprio.

Eu juro que tento milhões de maneiras de acreditar, de seguir, quem lê deve achar até ridiculo, horas declarações de amor e horas declarações de ódio.

Quem é capaz de vencer o amor?

As drogas, elas são capazes de derrotar tudo o que se encontra pela frente, sim são.

E poucos que se arriscam nessa aventura conseguem se levantar e se manterem de pé. São os conhecidos milagres vivos do Só Por Hoje.

Estou mais uma vez passando por uma situação punk...será que os laços ainda são capazes de nos manter unidos em nome do amor, ou será que a adicção vai vencer mais uma batalha?

Fé, força e esperança...não no amor...mais em DEUS...ou Poder Superior pra quem preferir

Acredito que ele irá me guiar  

...




Bom dia galera...

Hoje estou meio revoltada, indignada, irritada, com o mundo, com a hipocrisia que reina nesse mundo, como o "homi".

É a escola dos filhos que quer levar vantagem
É o "homi" que não tem bom senso algum
É o chefe que acha que minha função é a de assinar atestado de incompetente
É o trânsito, que parece que ninguém sabe dirigir nessa cidade
É a faculdade, que você começa a perceber que também funciona apenas preocupada com a imagem

É muita injustiça, é muita hipocrisia, e tem que ter muita disposição pra agir com assertividade o tempo todo, muita paciência, pra conseguir não ser passivo a tudo e ser atropelado.
Só por hoje eu vou controlar a única coisa que eu consigo..MINHA INDIGNAÇÃO

Um bom dia e que o PS, nos abençoe, nos dando, paz, serenidade e entendimento nas situações da vida.

quinta-feira, 13 de março de 2014

POEMA

Onde Está Deus?

Onde está Deus? pergunta o cientista
Ninguém O viu jamais. Quem ELE é?
Responde, às pressas, o materialista:
Deus é somente uma invenção da Fé.

O pensador dirá sensatamente
Não vejo Deus, mas sinto que ELE existe;
A natureza mostra claramente
Onde o poder criador consiste.

Mas o poeta dirá com a segurança
De quem afirma porque tem certeza;
Eu vejo Deus no riso da criança,
N o céu, no mar, na luz da natureza!


Contemplo Deus brilhando nas estrelas
No olhar das mães fitando os filhos seus;
Nas noites de luar claras e belas
Em tudo pulsa o coração de Deus!

Eu vejo Deus nas flores e nos prados
Nos astros a rolar pelo infinito;
Escuto Deus na voz dos namorados
E sinto Deus na lágrima do aflito.

Percebo Deus na frase que perdoa
Contemplo Deus na mão que acaricia;
Descubro Deus na criatura boa
E sinto Deus na paz e na alegria.

Contemplo Deus no médico que cura
Encontro Deus na dor que nos irmana;
Eu vejo Deus no sábio que procura
Compreender a natureza humana.

Eu vejo Deus no gesto de bondade
Escuto Deus nos cânticos de toda a gente;
Eu sinto Deus no sol, na liberdade
Eu vejo Deus na planta e na semente!

Encontro Deus, enfim, por toda a parte e
Pois tudo fala dos poderes seus;
Percebo Deus nas expressões da Arte,
No amor dos homens também sinto Deus!

Mas onde eu sinto Deus com mais beleza
Na sua mais sublime vibração;
Não é no coração da natureza,
É dentro do meu próprio coração!

José Soares Cardoso

malandro desse tipo que balança mais não Cai...




Bom dia povo...

Ontem não fiquei aqui na empresa, estive externa o dia todo e acabou que não postei.

Eu estou  bem graças a Deus, a correria que tem sido acaba ajudando pra que o foco não saia de onde ele deve permanecer: em mim mesma.
Posso até escolher mudar o foco pro outro, maaaasss sei dos resultados: caos na minha vida...rs...prefiro do jeito que está então.

O "homi" voltou a surtar, ta na fase do ciclo: autopiedade, negação, auto-engano, não aceitação e indicíos de surtos psicóticos.
Um exemplo, ontem a noite ele falando ao telefone com nossa pequena, do nada ela solta um "papai de mentirinha", pronto o "homi" teve certeza de quem falou isso a ela foi o meu pai que quer destruí-lo e roubar os filhos dele...pense...minha resposta foi não viaja, meu pai nem com ela fica..ele ficou quieto...mais na cabeça doente dele, deve estar se passando milhões de planos de várias pessoas pra destruí-lo.
O que fazer?
Eu ignoro e rezo...e se surta chamo a camisa de força...rs
E eu aqui, no corre do dia a dia.
Em paz graças a Deus, porque hoje em todas situações me questiono, posso resolver?
Se posso procuro formas, se não posso escolho ficar em paz e deixar que o PS haja.

No caso das sandices de outra pessoa, deixo que o PS haja e eu cuido de mim e de quem mais devo cuidar meus pequenos.

E vamos de verso

"Tristeza foi assim se aproveitando
Pra tentar se aproximar
Ai de mim
Se não fosse o pandeiro, o ganzá e o tamborim

Pra ajudar a marcar (o tamborim)
Logo eu com meu sorriso aberto
O paraíso perto, pra vida melhorar
Malandro desse tipo
Que balança mais não cai
De qualquer jeito vai
Ficar bem mais legal
Pra nivelar

A vida em alto astral" 

E só por hoje eu escolho mais uma vez tocar pandeiro, ganzá e tamborim
Eu escolho sorrir, posso balançar....mais pra derruba a "nega lora"aqui tá fácil não.

Por que sei que não estou mais sozinha, tenho vocês, tenho meu Poder Superior...

E vamo que vamo...solta o som DJ


terça-feira, 11 de março de 2014

somos Únicos



Bom dia galera...

Comigo tudo bem amém..rs..com o homi...já nem tanto....

Ontem por volta das 18:00hs me liga e diz assim: Quando chegar em casa eu te ligo.
Eu respondo: Deixa que eu ligo pq vou demorar um pouco
Ele: OK

Depois de uma hora e meia ligo, ligo e ligo e nada, de repente ele me liga, barulho de rua:
Eu digo: O "homi" aonde vc está?
Ele: Trabalhando no delivery
Eu: Trabalhando? Te ligaram pra ir hoje?
Ele: É
Eu: É mentira vc não está trabalhando ta no bar
Ele: É eu to no bar, eu menti...
Ai ficou nervosinho e desligou...tentei ligar de novo não atendeu

Não fiquei irritada, me impressionei comigo mesma, mas claro que pensamentos de codependente começaram a rondar, como começar impor limites a ele...tipo se vc fizer isso eu faço aquilo
Insanidade, não da certo...pq foi o que fiz até hoje, me concentrei nos meus limites, quais eram, então retornei aos meus afazeres.
Ai ele me liga denovo:
- Se você não quiser ficar comigo, pode falar, pode me mandar embora
Eu ouvi e respondi:
- Eu vivo te mandando embora caso vc volte a se matar, não porque eu não te aceito, mais porque não quero te perder, eu sei e você sabe que uma hora será impossível termos qualquer tipo de relação se você continuar nesse caminho, é só por isso que eu ficava te pressionando, mais fazer o que você sabe aonde isso tudo vai dar,a escolha é sua e eu não posso te modificar ou escolher por você.
Ele apenas respondeu: Tá bom Rá...e desligou.

Ao acessar o facebook e assisir o video da escritora Darléa Zacharias



Foi impossível conter as lágrimas.....

E retomei os meus afazeres, acordei hoje de madrugada pra dar continuidade no curso EAD de pedagogia, e assim minha vida contínua, depois desse telefonema não tive mais noticias dele.

e voltando ao tema do post SOMOS ÚNICOS

Inspirado na matéria que estudei hoje sobre a formação de nossa identidade, gostaria de repassar essas reflexões a vocês, para que os auxiliem a compreender melhor o próximo e a nós mesmos sem julgamentos.

Quem somos nós?

Quem é você?

De onde você veio?

Aonde você cresceu?

O que você viveu?

Quem cuidou de ti durante sua infância?

Como era a sociedade onde vivia?

Quais acontecimentos influenciaram sua vida?

Quais valores lhe foram ensinados?

Quais sentimentos em si foram gerados?

Essas são algumas questões que ajudam a definir quem somos hoje, e até o dia em que morrermos, esses fatos continuaram a acontecer.

Nossa identidade é única e vive em transformação.

Como posso julgar uma pessoa por uma atitude, se eu não vivi a vida dela, se não consigo olhar através de sua casca e compreende-la

Que ao menos eu me cale ao aponta-la

As palavras e os pensamentos tem força, creia

(olha só que evolução a minha...kkkk...se fosse a poucas 24 horas atrás eu tava aqui soltando os cachorro...kkk)

Bjaum e fiquem com Deus

segunda-feira, 10 de março de 2014

normose





Bom dia galera
Tudo em paz por aqui, comigo com ele, com todos só por hoje graças a Deus, uns dias atrás estava pensando em escrever algo sobre o "normóticos", pesquisei na internet e achei a palavra normose, dei uma lida por cima, mais acabei deixando de lado, então assisti a uma palestra domingo que me esclareceu bastante, sobre o assunto e gostaria de repassar algumas coisas pra vocês

Primeiro o que é normose?

Segundo a Wikipédia
Normose é um conceito de filosofia para se referir a normas, crenças e valores sociais que causam angústia e podem ser fatais, em outras palavras "comportamentos normais de uma sociedade que causam sofrimento e morte".1 Dessa forma os indivíduos que estão em perfeito acordo com a normalidade e fazem aquilo que é socialmente esperados acabam sofrendo, ficando doentes ou morrendo por conta das normoses.1
É comum justificar a manutenção de um comportamento não saudável por ser normal, algo que "todo mundo faz", porém essa justificativa é falaciosa e acaba apenas perpetuando uma sociedade cheia de normoses.

Já pararam pra pensar como somos normóticos?

Se não vou listar abaixo algumas caracterirticas que a sociedade acredita "normal" e quem não nada nessa maré, muitas vezes é considerado um estranho no ninho:

- Casar
- Ter filhos
- Se formar em uma faculdade, fazer pós se especializar
- Comprar uma casa
- Beber socialmente
- Ser magra
- Trabalhar fora
- Fumar maconha (ta virando normal)
- Corrupção ou jeitinho brasileiro

Esses são alguns exemplos de situações que a sociedade espera que participemos

Tá mais e se eu não quero, e se eu não gosto, e se meu sonho é outro que não se enquadra em nada disso, vou ser considerara, maluca, estranha, não irei me enquadrar no mundo.

Precisamos saber quem somos nós, pra saber o que queremos da vida e seguir nosso sonho, investir nele, mesmo que para a sociedade não seja algo "normal"

Pra sonhar não existem limites, pra concretizar um sonho devemos apenas respeitar o limite do outro.

Eu sou livre pra escolher o que quiser fazer com a MINHA vida, desde que as consequências afetem somente a mim, pois se começar afetar o outro ai o problema deixa de ser somente meu e passa a ser sim da sociedade, então terei que arcar com as consequências destes atos.

Se não quiser casar, não case, se não quiser ter filhos não tenha, se não quiser fazer uma faculdade não faça
Se não quer ficar bebendo toda sexta depois do trampo não fique, se não quiser viver correndo atrás da balança não viva
Se quiser ser apenas dona de casa, ou "dono" de casa, seja
Se existem pessoas que querem detonar seu cérebro fumando maconha você não precisa fazer igual
Você não precisa ser aceito

Você precisa aprender a SE ACEITAR

Pra isso é fundamental SE CONHECER, PRA SABER O QUE REALMENTE TE FAZ FELIZ

Desligue por alguns minutos do seu dia o botãozinho do automático que comanda sua vida.

Tenha um tempo de reflexão, entre você e você mesma.

Converse com sua espiritualidade seja ela qual for, e sempre que possível mergulhe na viajem mais importande da sua vida: a descoberta de si mesmo.

Se ame...

Não adoeça para atingir a expectativa que o mundo cria sobre você

Fiquem com Deus



sexta-feira, 7 de março de 2014

revolta X passividade

x




Significado de Revolta (http://www.dicio.com.br/revolta/)

s.f. Ato ou efeito de revoltar ou revoltar-se, de provocar grande perturbação, de agitar; sedição, sublevação, motim, levante, rebelião: revolta de camponeses contra o sistema feudal.
Rebeldia, insubmissão: todos os seus atos eram marcados por permanente revolta.
Alvoroço, tumulto, desordem.
Perturbação moral, indignação, repulsa, náusea.
Resolvi falar sobre esse sentimento, pois ao acordar eu comecei a ser tomada por ele, os motivos?
Dia de pagamento, as contas vencendo e de repente veio as lembranças de um passado não tão distante, me fez pensar: eu poderia estar em uma situação tão diferente, se não fosse isso e aquilo.
Então comecei a pensar na política, nas falta de educação das pessoas, nos atos egoístas de muitos, somente em coisas REVOLTANTES, mas que infelizmente ou felizmente não cabem a mim resolver
Então ser passivo é a solução?

Significado de Passivo

adj. Que sofre ou recebe uma ação sem reagir a ela.
Não atuante, inerte, que não participa.
Gramática Voz passiva, forma verbal que apresenta o sujeito da oração como paciente, e não como agente.
Resistência passiva, a que consiste em opor ao adversário a força da inércia.
Defesa passiva, a que é organizada pela população civil contra bombardeios, ataques aéreos etc
.
Não, realmente não é a solução, muito cuidado ao interpretar o primeiro passo: Aceitar que sou impotente perante a minha doença ou a doença do outro.
Vejam, somos impotente perante a doença, nossa ou do outro, o que não significa que devemos ficar sentados aceitando tudo de ruim que nos fazem, aceitando nossa situação sem poder modifica-la, lembrem-se da oração da serenidade.
Serenidade parar aceitar o que eu não posso modificar, CORAGEM para modificar o que posso e sabedoria para distinguir uma das outras.
Então após me concentrar nesses pontos, primeiro pedi ao Poder Superior que tirasse aquele sentimento de revolta do meu coração, para que eu tivesse serenidade e continuasse focando nas coisas que eu podia modificar.
E assim comecei meu dia, focando em:
- Melhorar o meu trabalho
- Melhorar a minha relação com meu filho mais velho que por conta da pequena dar mais trabalho ele acaba ficando mais de lado
- Me preocupar em agir corretamente para servir de exemplo as pessoas ao meu redor, de como ser solidária, educada, etc
Essas coisas eu posso mudar, o mundo...é esse mundo em que vivemos...imagina se eu não posso mudar o outro, como vou poder mudar O MUNDO.
Bom dia galera e fiquem com Deus, bom final de semana!!