segunda-feira, 2 de dezembro de 2013

tenho um Dependente Quimico na familia!!



Bom dia Galera!!

Final de semana em paz, de muito trabalho, e lazer com os filhos e com o Dú, é impressionante como a personalidade dele e o estado emocional oscilam, como se fosse duas pessoas em uma, bom até o momento se por acaso ele está usando, ainda não entrou na compulsão, não percebi sinais de uso, mais sei que isso não garante 100%, mas como sempre digo, se estiver mais cedo ou mais tarde aparece, por enquanto vamo que vamo..rs

Gostaria de falar as pessoas que tem um dependente quimico na familia, e também para os dependentes quimicos que acham ter controle e usam  apenas socialmente.

Eu desde a minha adolescência, sempre convivi rodeada de amigos que usavam drogas de todo tipo, licitas e ilicitas, e sempre pensei que eu sabia tudo sobre essa questão, achava que sabia até aonde ir e eu mesma diferenciava os amigos que apenas "curtiam" e os que haviam se descuidado e virado "nóias".

Quanta ilusão, infelizmente as informações que temos são muito pobres, dando vasão a mídia expor sem nenhum conhecimento, dizendo que a maconha não é tão ruim, incentivando o consumo do álcool e usando tremendo sensacionalismo pra falar do Crack

Foi somente após casar com um dependente químico que ao meu ver era uma pessoa que usava "controladamente" que fui começar a aprender sobre essa doença.

Foi quando comecei a frequentar grupos de apoio, ouvir palestras, ler livros, ouvir especialistas, ouvir dependentes químicos em recuperação, ouvir seus familiares, só assim posso dizer que hoje consigo entender um pouco desse mundo complexo, as conclusões que cheguei foram.

A maioria das pessoas quem fazem o uso de drogas, seja qual for a droga licita ou ilícita, acabam percorrendo uma escadinha rumo fundo ao poço, descendo estágios.
A diferença entre essas pessoas é que umas avançam mais rápido e outras mais devagar, isso tudo vai depender do orangismo da pessoa, do tipo de droga e da quantidade utilizada.

O termo "fundo de poço" pode ter vários significados, normalmente quando ouvimos esse termo imaginamos os "nóias" perambulando pelas ruas jogados atrás de mais uma dose, mas esse termo pode ser muito mais abrangente ao meu ver:

- Uma doença como um câncer causado pelo excesso de bebida ou cigarro durante toda a vida
- Suicídio em decorrência de depressão devido ao abuso de drogas.
- Doenças psiquiatricas como esquizofrenia, bipolaridade, entre outras
- Perda de oportunidades de emprego, de estudo, de tempo de lazer saudável, em troca de horas de "loucura" causadas artificialmente onde muitas vezes tomamos atitudes irresponsáveis.
- Provocar um acidente com vitimas fatais
- Servir de exemplo pros seus filhos que ser feliz é encher a cara e ficar loucão e num futuro mesmo que você não desenvolva nada de mais grave, ver um filho seu se afundando nesse caminho
- Cometer atos inconscientemente, podendo vir a contrair uma doença ou uma gravidez indesejada.
- Perder a oportunidade de ESCOLHER o que quer pra SUA vida e passar apenas a gerenciar as consequências de atos inconscientes, precisando sempre estar correndo atrás do prejuízo.

Esses são apenas alguns exemplos, é "da hora" a sensação que sentimos, lógico que sim (eu já bebi muito), mas o preço que pagamos é alto demais, é uma liberdade realmente artificial, pois nossos momentos de prazer vivem eternamente ligados a essas substâncias e então pra festa ser legal, pra relaxarmos, pra nos sentirmos bem, precisamos consumi-las.

É isso galera que queria dizer a vocês, existem formas de ficarmos bem sem que precisemos de algo artificial que nos auxilie.

Um bom dia a todos

Bjus 

Um comentário:

  1. Perfeita a postagem amiga...

    Eu tratava do assunto "drogas' na escola, mas só quando me envolvi com um dependente é que fui compreender a profundidade do assunto!

    bjooooooooooooooooooooooooooo
    (com perfume de flores!)

    ResponderExcluir