terça-feira, 5 de novembro de 2013

a Paz Interior




Bom dia galera

Hoje gostaria de falar da paz interior que venho adquirindo depois que comecei a buscar a minha recuperação.
Quando eu vivia reagindo a tudo a minha volta, minha vida era um sofrimento, com alguns momentos de humor sádico...rs...como dizem: era igual pintinho na merda, ta la na merda mais ainda continua piando porque ta quentinho...hehehe

Meu marido na ativa e nossa família sofrendo as consequências de seus atos insanos e irresponsáveis, de tanto tentar controlar o incontrolável (o outro) para que eu e meus filhos não fossemos afetados eu também agia insanamente, tentando evitar que as consequências do uso da droga não nos atingisse.
Mas vivendo de tão perto era impossível.
Meu filho mais velho estava a cada dia mais se afastando de seu pai, pois presenciava as suas oscilações de humor, hora bonzinho, hora irritado, se eu que sou adulta não entendia, quem dirá uma criança de 5 anos, e isso se refletia em seu comportamento, se tornando arisco com seu pai, minha pequena, tinha apenas 1 aninho, embora eu saiba que ela também sentia o que acontecia ao seu redor, não observei diferenças em seu comportamento.
Então sai de casa, esse mês faz 1 ano que sai de casa, e quando olho pra minha vida hoje, financeiramente, profissionalmente, nada de grandes mudanças.
A grande mudança está dentro de mim, e nos meus filhos que hoje são crianças mais calmas e que amam o pai.

Meu marido no meu ponto de vista está apenas limpo, não em recuperação, ele ainda não se rendeu digamos assim e pelo conhecimento que adquiri nesse período e conhecendo ele sei que outras recaídas aconteceram.

Porém de certa forma, hoje me protejo e aos nossos pequenos.
Hoje os poucos momentos que passamos juntos,, nos finais de semana ou algumas horinhas durante a semana, é a hora de matar a saudade, então não sobra tempo pra brigas e discussões, hoje as crianças quando encontram "o papai" não deixam ele quieto um minuto, hoje ele pode dar o que tem de melhor aos seus filhos, sendo um bom pai.

Há uns dias atrás ele me disse chorando: só não desisto de tudo por causa dessas crianças, eu não acho justo elas não terem um pai, eu sempre tive pai e mãe e sei o quanto isso é importante, não importa se eles erraram ou acertaram em tudo, mais sempre que eu precisei eles tiveram lá pra me ajudar e eu quero que meus filhos tenham essa segurança e saibam que tem um pai"

Ontem minha filha ao sair da escola disse: cade meu papai
Ontem na hora de dormir ela estava chorando: eu quero meu papai, to com saudade dele.

Confesso que me deu um aperto no coração, não de culpa por ter me separado, mais por saber o caminho que o pai dela está trilhando, peço muito a Deus que ilumine a cabeça desse ser e que ele acorde enquanto há tempo.
Enquanto isso continuo a lutar para conseguir viver com equilíbrio e PAZ nesse mundo doido

Bjus e fiquem com Deus

Nenhum comentário:

Postar um comentário