segunda-feira, 7 de outubro de 2013

porque eu só falo do lado Ruim?!!



Bom dia Galera...

Por aqui tudo em paz, depois de uma quinta e sexta vivenciando umas crises do rei bebe, sábado as coisas voltaram ao normal e a paz reinou.

Muitas pessoas criticam, que eu sou muito negativa, porque só falo coisas ruins sobre a dependência química e codependência.

Eu sei quem sou e também quem me conhece sabe que o negativismo passa longe...rs...realista sim negativa nunca...mais enfim vou explicar.

Eu vivi durante 6 anos e meio no fundo do poço, vendo o lado positivo daquele buraco (isso é se existe)

Eu e meu marido estavamos la na lama, sentadinhos de mão dadas, enquanto isso pra não se tornar tão desesperador, eu tentava deixar o ambiente mais agradável, vendo sempre o lado positivo pra não ter que sair de lá.

Então eu decorava com flores, pintava de cor de rosa, quando meu marido na ativa, passava a noite usando drogas, pensava "á todos tem seus defeitos, pelo menos amanhã ele estará bonzinho, me levará pra passear, me trará flores, fará um café da manhã.

Az vezes colocava um solzinho pra iluminar, quando ele gastava o dinheiro do aluguel, eu sentava em frente da minha planilha de gastos e sentia um arreipio de raiva na nuca, mais respirava e otimista como eu era, pensava, há nem posso reclamar, afinal ganho bem, e se eu tirar um pouquinho da li, economiza um pouquinho aqui, tudo dará certo, afinal eu o amo e o amor verdadeiro tudo suporta.

E assim os anos foram passando, a lama foi aumentando, e as florzinhas, o solzinho e a parede cor de rosa, estavam ficando sujas, eu tentava limpar, me esforçava, mais era lama, atrás de lama não estava dando conta.

Então não deu mais pra me AUTOENGANAR, achando que eu era otimista, na verdade eu estava era fugindo daquela realidade horrorosa, pra não ter que tomar uma atitude, pra não ter que me esforçar e admitir que eu havia me enganado por tanto tempo.

Quando eu enxerguei de verdade o FUNDO DO POÇO, que eu vi que lá era impossível de se existir qualquer coisa que não fosse sofrimento, quanta raiva, quanta culpa eu senti.

Raiva dele, raiva minha, culpa por ter me permitido ser enganada e manipulada por tanto tempo, vergonha por ter compactuado com ele e ter trocado de papel com ele várias vezes, de manipula-lo, de engana-lo.

Quanta RAIVA, CULPA e VERGONHA, foi dificil admitir tudo isso e sair de lá.

Mais eu sai...to aqui, sobrevivi, hoje aprendendo a viver a vida de uma forma normal, sem ter que fantasiar nada.

Sou negativa? Não sou verdadeira, realista....tanto que eu agradeço eternamente minha madrinha Janete, por ter me feito enxergar aonde eu estava.

Eu não vivia no meu "lar doce lar" vivia na lama, no poço, sujo, feio, cheio de sofrimento e mentiras, aquilo tudo era uma mentira que eu vivia pra não ter que encarar a realidade, pra não ter que admitir que a única responsável por permitir viver daquela forma era eu mesma.

Graças a Deus tenho uma qualidade sou honesta comigo mesma, ao menos tento ser...o mais clara possivel.

Então hoje eu mostro o que é fundo do poço e o que é recuperação.

Fundo do poço é um lugar onde só pessoas insanas conseguem viver

Recuperação é o caminho que me faz manter a sanidade, evitando assim que um dia eu volte pro buraco de onde eu vim.

Me desculpem mais meus relatos serão sempre verdadeiros e nunca negativos...afinal como se falar de um assunto dependência quimica, sem falar da dor de quem quem vive e convive?

Como falar da recuperação, sem mostrar as dificuldades do caminho a ser percorrido?

Como falar de esperança, se eu não conhecer a escuridão e hoje conseguir enxergar a luz?

Bom dia e fiquem com Deus

8 comentários:

  1. É isso aí!!!!!!
    continue assim beijos

    ResponderExcluir
  2. Bom dia nega lora!!!! Amiga, conheço sua hostoria assim como vc conhece a minha, to contigo, o marido quer deixar o barquinho afundar? beleza mas antes deixa eu sair primeiro rsrs, é isso que muitas mulheres precisam ter conciencia, se o cara tá afim de se recuperar, tamujunto, mas se na tá pra que sofrer junto, fazer os filhos sofrerem, o que resta é orar, pedir pra Deus abrir a cabeça desse ser, e ajuda-lo qdo ele estiver disposto a mudar de vida! Viver ao lado de alguém na ativa, ou mesmo que limpo mas ainda NAO em recuperação é adoecer junto cada vez mais! As coisas precisam mesmo ser mostradas de todos os lados, fico tensa qdo vejo mulheres e meninas namorando um d.q na ativa e querendo se casar, se pudessem enxergar mesmo de fato que as paredes nao são rosa....pensariam melhor. Um beijão querida!

    ResponderExcluir
  3. Fale de você... acho que falar de recuperação nem sempre é falar do lado negativo da co-dependencia e da adicção... Podemos falar de coisas boas sim... afinal recuperação é isso... ser realista, e aprender a ver tanto o lado ruim, como o lado bom ... Tenho certeza de que vc tem muitas boas coisas boas pra partilhar sobre recuperação!
    Gostei do Post... tá de parabéns

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. pois é madrinha cicie...rs..ainda estou passando pelo processo de tirar a lama, já tirei muita lama a qual eu estava afundada, mais ainda preciso jogar mais água limpa...um dia espero poder mostrar uma realidade mais bela..porém ainda a realidade ainda me machuca as vezes...é um processo mais um dia chego lá...hehehe...bjus

      Excluir
  4. A verdade é que quando estamos na fase da negação preferimos nos autoenganar a ter que encarar a realidade e tomar as atitudes necessárias para o nosso bem-estar. Que você continue trilhando o seu caminho e não se permita mais voltar de onde veio, seu fundo de poço. Obrigada pela partilha. bjs

    ResponderExcluir
  5. Eu concordo com a sua madrinha. Olhe bem pro sol em sua vida e veja tantas coisas boas que a sua recuperação te dá. Apesar do lado negativo de ter vivido com um DQ na ativa, temos que lembrar que depois que entramos na recuperação podemos ver a vida mais bela. Temos que nos permitir ver o lado lindo da nossa recuperação. Olhar para o passado sim, mas deixa-lo lá aonde está, e não trazer o lado triste sempre atona, se não viveremos sempre tentando mudar algo que não pode ser mais mudado. Amo seu blog, mas tenho achado seus posts meio pra baixo sim viu? Vamos sorrir !!! Bjsss

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. são fases...rs...e sabe eu to bem claro q tem dias q neguinho me tira do sério...e eu do umas explodidas...mais hoje li algo sobre escrever um artigo...e fala muito q quando vamos escrever devemos pensar pra quem estamos escrevendo...e nisso percebi que de certa forma os meus posts tem sido escritos pras pessoas que como eu um dia se sentiram assim e essas mesmas pessoas assim como eu um dia buscaram um direcionamento mais "didatico" digamos...coisas que saem das frases de efeito que muito usamos..."modificar a nós mesmas e ao outro amar"...e sei que tem muita gente q qd le se identifica e consegue entender o q se passa dentro de si...eu qd tava la na lama...se alguém viesse pra mim e dissesse "que comece por mim"..eu mandava i cata coquinho...queria saber por mim aonde...hehehe...é só questão de identificação...mais eu to bem viu galera..bjus

      Excluir
  6. concordo com vc.....na verdade queremos pintar um mundo que nao existe e quando despertaamossss...ai o baque é grandeee

    ResponderExcluir