segunda-feira, 23 de setembro de 2013

rosas e Espinhos




Bom dia galera!!

Final de semana em paz, tudo tranquilo, sem nenhum alto tão alto e nenhum baixo tão baixo.

Ontem assisti a um video no you tube, do Chico Saldão (CLIQUE AQUI), falando sobre prepotência, arrogância e egocentrismo, na dependência química.

Gostei do vídeo e gostei mais ainda como ele coloca a situação, que infelizmente as pessoas não gostam de falar dos espinhos, preferem somente rosas, mais que não tem como não falar dos espinhos, porque eles existem e machucam, porém falando dos espinhos nós conseguimos curar as feridas os quais eles causaram.

Na dependencia quimica e na codependência é fato que nos machucamos demais, tanto o dependente quanto o codependente tem atitudes as quais machucam uns aos outros.

Se eu não conseguir entender o porque dessas atitudes extremas, que tanto nos prejudicam e nos afetam será mais dificil eu conseguir perdoar.

Quando um familiar adoecido pela dependência quimica ou o codependente tem atitudes egoistas, quando somos arrogantes, quando agimos com prepotencia, nos ferimos, e se não entendermos que essas atitudes tem muito haver, como a adicção afeta emocionalmente tanto o doente quanto os familiares, estaremos entendendo que aquela pessoa se tornou aquilo, que nós nos tornamos aquilo, pessoas as quais nunca fomos, mais que hoje: roubam, matam, agridem, mentem, manipulam.
A droga faz isso, ela tem o poder de devastar a estrutura emocional de uma família inteira, tornando homens de bem em pessoas que são capazes de cometer insanidades, devido ao sofrimento vivenciado pelo adicto que não consegue largar a droga prejudicando a si mesmo e as pessoas que convivem com ele e pelo familiar que presencia a autodestruição de seu ente querido e sofre as consequências junto ao dependente.

Como encontrar a recuperação, a palavra chave HUMILDADE.

Humildade pra pedir ajuda
Humildade pra se reconhecer impotente
Humildade pra reconhecer seus defeitos
Humildade pra querer se transformar

Somos humanos, o problema da dependência quimica não é culpa dos pais ou somente dos traficantes, isso tem haver com raizes culturais


 1º Princípio Básico do Amor- Exigente é: Identificador Os problemas da família, da escola e da comunidade têm raízes na estruturação atual da sociedade. Em linhas gerais, este Princípio identifica os valores, aquilo que somos e o que queremos ser. Trabalha os objetivos de cada pessoa, para que se ajudem mutuamente.       

   
Ou seja não existem culpados ou um unico culpado, as drogas estão ai desde que o mundo é mundo, a forma com que somos estimulados a viver.

Uma curiosidade se alcool também é droga, porque o que mais tem na televisão são propagandas incentivando o uso de?

Se incentiva o uso do alcool e discriminam o usuario de crack, qual a diferença? As consequencias ou a velocidade de destruição talvez.

Quem bebe cerveja tem a mesma intenção de quem fuma uma pedra, "relaxar, aliviar, tirar um barato" artificialmente, não existe diferença na intenção do uso, existe a diferença nas consequências do uso e na velocidade do poder de destruição apenas.

Quem bebe aos finais de semana, pode criticar quem fuma uma pedra? Pra mim não, porque ambos fazem a mesma coisa, usam droga para fugirem de sua realidade, sentindo prazer de forma artificial.

É isso gente as drogas estão ai, a coisa ta feia, e de que adianta fazermos belos discursos sobre recuperação se nós mesmos não conseguimos dar o exemplo muitas vezes.

Quer que aconteça uma mudança?

SEJA A MUDANÇA

QUE COMECE POR MIM

Boa segunda chuvosa aqui em Sampa...bjuuuu






4 comentários:

  1. o video que vc fala

    http://www.youtube.com/watch?v=9x3PVfjfTF0&feature=c4-overview&list=UU5qj6an8_NxflmDHB8c3avw

    ResponderExcluir
  2. aqui não consigo visualizar, obrigada

    ResponderExcluir
  3. Concordo contigo quando diz que bebida também é droga, mas a questão é que nem todo mundo que bebe se torna alcoolatra. As pessoas que conheco que bebem no final de semana, trabalham super bem, pagam as suas contas, cuidam dos seus filhos e nao ficam desesperadas a ponto de largar tudo e colocar a bebida em primeiro lugar.

    Claro que o alcool tambem pode causar isso, também conheço alcoolatra, mas como vc disse as consequencias do uso de drogas ilegais como o crack sao mais rapidos, elas tem um poder de adiccao e destruicao maiores que afeta a familia, o trabalho, causa aumento de criminalidade, o usuario vai e compra a droga de um bandido, fomentando o crime organizado etc, por isso que as pessoas criticam.

    Mas realmente existe uma cultura da bebida e quem não bebe é considerado estranho. Nao sei se é verdade, mas ja ouvi falar que o alcool é mais dificil de largar do que as outras drogas. Mas infelizmente, drogas sempre existiram e sempre vao existir. O qeu precisa acontecer é as pessoas ficarem mais cientes do poder de destruição delas, antes qeu comecem a usar.

    ResponderExcluir