quarta-feira, 4 de setembro de 2013

o mundo da Voltas




Bom dia galera...

Espero que esteja tudo bem com vocês!!

Cara ontem me peguei pensando como o mundo gira e como as coisas mudam...hehehe

Explico:

Desde que conheci o Dú a familia dele nunca foi com a minha cara. eles nem me conheciam mais já tinham um pré julgamento, afinal eu não usava saia longa e nem cabelo na bunda nem congregava.
Lembro que a mãe dele desligava o telefone na minha cara várias e várias vezes, eu não ligava, achava até engraçado e as vezes tirava um sarro dizendo ao Dú que eu seria exorcizada quando eles me conhecessem pessoalmente, pq eu tinha pircing, tatuagem, andava mostrando a barriga meio estilo piriguete..kkkk

Até que engravidei, então ai a coisa mudou de figura, acho que minha sogra pensou, preciso salvar essa criança e a melhor forma é me aproximar do inimigo..kkkk

Sim conheci minha sogra quando já estava grávida de uns 7 meses, fui muito bem tratada, todos me aceitaram do jeito que eu era e não tentaram ficar pregando nada ou me converter a religião deles.

Gostei deles, eram animados, prestativos até demais...rs

Meu filho nasceu e prontamente minha sogra se ofereceu pra cuidar dele enquanto eu trabalhava, eu aceitei afinal trabalhava próximo a casa dela, economizaria na escola e meu pequeno estaria com toda certeza do mundo sendo muito bem cuidado.

Deu certo, até a segunda parte..kkkk

O Dú afundado na sua ativa, eu passando por problemas financeiros e minha sogra presenciando tudo isso e algumas das frases que eu ouvia dela como indiretas me responsabilzando pelo filho dela estar daquela forma eram essas:

- Uma boa esposa deve seguir o marido, ir na igreja com ele, quando isso não acontece o inimigo domina o lar para destruir a familia
- Uma boa mãe cuida do seu filho em casa e espera o marido voltar do trabalho, nenhum homem gosta de ser sustentado pela mulher, por isso muitos vivem no vicio, nos bares.
- Todo homem tem defeito e o vicio é um defeito, a mulher tem que saber aceitar e carregar a cruz dela, e nunca deixar de orar pelo seu marido.
- Televisão prende a atenção do homem e ensina a mulher o que é traição, isso não deveria existir em lugar algum
- Meu neto está nervoso, porque você deve estar traindo o pai dele, vou investigar
- Você precisa me ajudar financeiramente, não precisa dizer ao meu filho, mais precisamos ser amigas afinal cuidar do X da gastos.
- Meu filho é diferente, ele está assim porque o inimigo quer afrontar a Deus e destruir seu filho
- As pessoas tem inveja do meu filho, coitado, eu entendo ele esse bando de demônio que querem tirar a felicidade e ver meu filho na lama
- Meu filho usa drogas porque não recebe carinho, não se preocupe quando ele sair da clinica ele vira morar com a gente e ai sim será feliz pq trataremos ele com carinho, ele usa droga por culpa  sua.
- O problema não é meu filho é você
- O marido da minha filha X é um animal como ele ousa dar um murro na cara do meu filho ele é uma pessoa doente tadinho vc viu se ele está muito machucado?

Essas foram algumas frases que ouvi dela...e hoje, alias ontem, depois de tudo que aconteceu, depois do querido e amado filho dela sair da internação em maio desse ano e estar morando com ela a 4 meses tivemos uma conversa assim, ela me ligou:
- Rá, queria te pedir um favor?
- Diga
- Você pode ligar pro irmão lá (filho dela) e dizer a ele pra não vir pra casa hoje jantar porque minha filha virá aqui com o marido e eu não quero que ele arrume confusão.
- Então dona XX, eu não vou ligar não.
- Tudo bem, é que como você tem bom conselho achei que seria bom você falar com ele.
- Não é por isso não, eu só acho que se eu ligar dando recado da senhora ai que ele vai ficar nervoso, vai se sentir desprezado pq a propria mãe não tem coragem de falar com ele, e outra ele já é grandinho, ele e o seu genro, eles precisam aprender a se entender.
O Dú precisa aceitar que ele vai frequentar a casa da senhora pq ele é casado com a sua filha e ele não pode fazer nada.
- É que esse irmão (filho dela) Deus me livre, não é gente, isso é a indole dele, pessoa ruim é ruim como dizem pau que nasce torto morre torto.
- Dona X, essas personalidade dele é caracteristica da doença, essa oscilação de humor é devido a crises de abstiência é assim mesmo, precisa ter uma paciência do tamanho do mundo pq não é fácil

Mudamos de assunto, falando sobre o aniversário do meu filho

Percebem quanta mudança....kkkkkkk

Parece a mesma pessoa de 6 meses atrás..kkkkkk

Pois é gente como dizem a justiça tarda mais não falha

Um bom dia pra vcs



4 comentários:

  1. Pois é.....trazer o problema pra dentro de casa muda bastante o angulo de visão das pessoas né, rsrsrsrs. Uma dica: se a mãe está sentindo assim, dá pra ter uma idéia de como ele está se comportando dentro de casa. Se não fosse com ela, seria com vc....ele ainda não aprendeu conviver.

    Bjusss

    Janete

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Agora vou defender ele..kkkk...então madrinha ele não finge ser o que não é pra mim pelo contrário, tem se mostrado a mesma pecinha de sempre, a diferença é que agora 1º eu não moro mais com ele e 2º Tenho tratado da minha codependência e tenho conseguido ser assertiva
      Já os familiares dele não querem nem saber, ai passaram de facilitadores pra carrascos, e sabemos que esse não é o caminho ideal, hoje enxergo que "facilitar e bater" são tão prejudiciais um como o outro, e é por isso que na minha opinião a recuperação da dependencia quimica é tão baixa, pq a familia não trata a codependência, então continuam vivendo um ciclo...as familias passam de facilitadoras para carrascas, não encontram um meio termo, ai nisso quando facilitam impedem que o adicto sofra as consequências e peça ajuda e quando são carrascas, tornam a recuperação um fardo maior pro adicto..partindo do principio que sozinho é impossivel e só com muito amor consegue se ajudar...digo que hoje o que tem atrapalhado a recuperação do Dú..além dele proprio obvio é a familia

      Excluir
  2. É, kel....
    Existe um ditado que diz: Deus tarda, mas não falha. Eu aprendi que Ele nunca falha e também não tarda. Age sempre na hora certa.
    TAMUJUNTU.

    ResponderExcluir
  3. Pois é, só quem convive sabe. Mas a maioria das famílias infelizmente acham que o problema esta sempre no Adicto e que eles nada tem haver com isso. Por isso tantos familiares se perdem na co-dependência.

    ResponderExcluir