quarta-feira, 11 de setembro de 2013

da nó em pingo d'água? Comigo nego? NÃO MAIS




Buenas galera!!

Não sei porque ainda me surpreendo com o sujeito...rs...

Bom realmente somos responsáveis por como deixamos fluir nossos sentimentos, andei triste, irritada, cansada porque? Criei expectativas. Quais? Como o Dú ultimamente estava se comportando como uma pessoa "normal" com uns processos de "crises" mais até então estava normal, com consciência das suas responsabilidades como marido, como pai, o que aconteceu, eu achei que essa "consciência" era pra valer e não somente um estado momentâneo...rs.. então quando ele me contou que iria trabalhar em outro lugar, ganhando mais minha cabeça teve a certeza de que ele teria "consciência" de me ajudar mais também, engano meu, foi ai que criei expectativa e cai de cara no chão...rs...
Infelizmente ele até pode ter uns lapsos de homem responsável, mais não passam de lapsos, ainda isso ta longe de fazer parte do caráter dele, e ontem em uma longa conversa apenas comprovei esse fato, vou tentar resumir ok.

Eu liguei pra ele durante o dia mais não foi possivel nos falar, e ele se mostrando indiferente, magoado, enfim deixei quieto não quer falar não fala.
A noite ele me ligou e disse assim:
- Olha eu não estou com raiva, eu fico assim quando você me manda embora porque eu não faço o que você quer, isso me derruba, por isso estou quieto.
- Ta bom, mais eu não te mandei embora, só achei que você ganhando mais iria se preocupar em me ajudar mais e me decepcionei foi isso.
- Ta vendo já vem você me acusar, agora sou obrigado a concordar com tudo que você pensa, isso é só sua maneira de pensar (frase que ele aprendeu na clinica)
- Me desculpa mais não é só minha maneira de pensar, se eu fosse o pai de duas crianças e ganhasse um salário de 1.000, desse pensão de 300,00, se eu passasse a ganhar 2.000 com certeza aumentaria a pensão sem ninguém me pedir afinal são meus filhos e minha responsabilidade, isso não é uma opinião é um fato.
Ai ele começou a se defender...e veio os blablabla..eu quieta ouvindo.
Dos blablabla, eu respondia até que ele todo cheio da razão disse assim:
- Há eu não sabia que quem comprava fralda e leite era seus pais, isso pra mim é novidade, pra mim você estava dando o dinheiro pra eles comprarem.
- Você deve sofrer de "amnésia seletiva" só esquece o que tem convém, esqueceu que desde que vc se internou a mais de um ano atrás meus pais estão nos ajudando dessa forma, qual o espanto?
Ele ficou mudo...mudou o discurso.
- Porque você fica me mandando embora se eu não fizer o que você quer, você quer que eu seja quem eu não sou, senão eu não sirvo, você é igual a outra lá (a ex dele) fica ameaçando, se não fizer faculdade, se não for advogado, se não ganhar X pra mim não serve, isso acaba comigo eu tento dar o melhor de mim e nunca é o suficiente.
- Quando foi a vez que você fez alguma coisa que eu mandei? Quando foi que eu exigi que você fosse alguma coisa? Verdade eu te mandava embora e as vezes mando, mais por outro motivo, eu não aguento mais ser prejudicada por você, a vida é sua você faz dela o que quiser eu te aceito como você é, mais Eduardo se em alguma situação eu tiver que escolher entre você e eu, pode ter certeza que eu escolho a MIM, eu não aceito mais sofrer as consequencias dos seus atos, dos seus erros, o plantio é SEU e a colheita também é SUA, então me diz o que e quando você fez algo contra a sua vontade pra ficar comigo? Anda responde
- Vai eu fazer o que eu quero hoje que olha seu discurso: Não fala mais comigo e nem vai ver mais as crianças
- E o que você quer fazer hoje que eu te impeço?
Ficou mudo
- Anda responde, que absurdo que eu te obrigo a abrir mão de fazer porque senão eu sumo da sua vida, eu e as crianças, o que tanto você quer fazer e não faz porque eu impeço?
Ficou mudo
- Sabe porque você não responde, porque a unica coisa que você quer tanto fazer e eu não aceito de forma alguma é USAR DROGA...isso eu não aceito mesmo, se você quer viver uma vida de destruição e maldade, vai mais vai sozinho porque eu e nossos filhos você não arrasta junto.
  Ficou mudo mais uma vez, depois de um tempo mais uma vez mudou o discurso.
- Fico impressionado coma  indiferença com que você em trata, isso que me deixa mau, você age como se não estivesse nem ai se eu for embora ou não, não sei porque tanto desprezo.
- Não adianta Dú, porque na sua conversa eu não caio mais, percebe como você muda o rumo do assunto, sempre tentando arrumar um culpado pra não ter que admitir que o problema está em você.
- É mentira o que estou falando que você não liga, que você me despreza, pora caso é mentira que se eu for embora hoje, você vai soltar fogos?
- É mentira sim, uma mentira que você conta a si mesmo, tanto é mentira que se eu realmente não me importasse, e te desprezasse tanto assim, porque eu me preocuparia se você está buscando sua recuperação, porque eu te incentivaria a ir em busca de um crescimento, porque eu te aconselharia a buscar ajuda? Tudo isso é porque realmente eu não me importo? Você acha isso? Se eu quisesse que você sumisse pra soltar fogos eu te incentivaria a beber, te levaria a uam recaída, pronto eu teria a desculpa perfeita pra vc sumir da minha vida, mais não eu me preocupo com você. Sinceramente você acha que eu te desprezo tanto assim? Ou será que mais uma vez você quer arrumar uma justificativa pra poder chutar o balde.

Disse estar cansado e que ia dormir, desligou o telefone afinal ele precisava de um tempo pra recriar outra manipulação, então depois de 10 minutos me liga:

- te liguei pra dizer boa noite, não sei se falei tchau ai você pode pensar que desliguei na sua cara.

Só ele acredita nesse discurso de bom samaritano, fiquei quieta esperando pra ver o que tinha pro traz, qual era sua verdadeira intenção, então ele emendou:
- sabe Rá, é verdade o problema está em mim, é falta de amor próprio, as pessoas me desprezam e quando envolve sentimento eu fico me sujeitando.
- Opa eu desprezo quem quer que eu desenhe de novo?
- Não o problema sou eu, mais um dia eu vou aprender a ser como os caras que davam as temáticas la na clinica, um dia quando alguém disser não quero mais você eu vou falar tudo bem, pq sei das minhas qualidades e não vou ficar buscando a aprovação de ninguém
- Sim é isso que você deve fazer, ter amor próprio, e agora te pergunto, aonde eles aprenderam que eles dão pessoas com qualidades e defeitos, que hoje buscam melhorar seus defeitos e sabem reconhecer seu valor, aonde?
- Não interessa aonde
- Há não interessa, nossa quanto orgulho e medo de dizer duas letrinhas NA, se você quer tanto ser como eles VAI PRO GRUPO.
- Eu não preciso eu vou aprender
- Sozinho? boa sorte sinto lhe dizer mais você não vai conseguir, azar o seu.
- Lógico que eu vou eu já aprendi.
- Oxe aprendeu como a 2 minutos atrás era o que você mais queria aprender? Percebe como você ta confuso, para de querer da volta nos outros só pra se convencer que seu problema é os outros e não você, um dia eu cai nessa conversa, mais to vacinada NARANON e AMOR EXIGENTE na veia desiste.
- É lógico que eu já aprendi, um dia depois que eu terminei com a minha ex, eu fiquei com outra menina que me disse: não gosto que você tome cerveja. eu respondi que ia tomar e se ela quisesse bem se ela não quisesse problema dela.
- Pois é mais você amava ela? Então existia sentimento envolvido? Pelo menos no que você diz a mim que somente sua ex e eu que um dia fizemos você realmente gostar de alguém, então a não ser que isso seja uma mentira eu lhe digo, não existia sentimento, ela era só uma que você tava pegando, assim é fácil, então você não aprendeu, você evitou uma situação é diferente.
- Lógico que eu aprendi
- Então tá vou desenhar: neguinho faz uma prova de matemática, se ferra e tira um zero, não estuda e a prova que ele faz é de português ai ele se sai bem, mais evita fazer a de matemática porque sabe que vai tirar zero então ele fica feliz porque só tirou notas boas evitando fazer a prova da matéria que ele não sabe. O tempo passa ele faz a prova de matemática de novo, zero outra vez. Ele aprendeu matemática?
-Ficou mudo...criiii criiii
- Boa noite to cansado e foi dormir.

A noite passa, ele me liga agora cedo assim:

- Bom dia.
- Bom dia tudo bem?
- Não dormi de novo to cansado
- Por causa da gripe
- Não por causa de ontem, acordei as 23:00hs e fiquei pensando não dormi mais
- Oxe porque
- Não aguento mais as pessoas ficarem me cobrando o que eu não sou
- Caramba de novo, olha Dú eu to no trabalho e aqui infelizmente não da pra ficar mais de uma hora no telefone com você
- É porque você fica colocando condições pra ficar comigo, e me diz que se eu não ganhar salario X você não volta a morar comigo e blablabla
Essas horas respirei e pedi, senhor da uma luz.
- Sabe qual o problema, pra mim não importa o quanto você quer ganhar, pra mim importa como é que você quer viver, se você ganhar R$ 100,00 e não fizer questão de nada, de comprar roupa, de sair, de comer pizza, de morar em um lugar simples, pra mim beleza, porém você não quer viver assim, você quer passear, comprar roupas boas, sair pra comer, comprar uma casa, ai Dú sinto lhe dizer mais sim você tem que ganhar um mínimo pra isso, tem uma coisa que você precisa aprender, infelizmente o mundo é assim, primeiro nós temos que cumprir com as nossas responsabilidades pra depois ter o lazer, primeiro a fralda dos seus filhos pra depois comprar o perfume.
Agora se você quer tanto o perfume, tenha condições pra comprar a fralda e com o que sobrar comprar o perfume, isso não é errado, você só precisa entender que agora é um adulto e tem obrigações a cumprir, primeiro o dever depois o lazer.

- Tá me deixa vou desligar..tchau

kkkkkk ele deve estar matutando qual a próxima auto manipulação

PODE VIR NEGO, ENQUANTO TU VEM COM O FUBÁ EU VOLTO COM O BOLO PRONTO

Bom dia galera, me sentindo super hiper bem...OBRIGADA DEUS

5 comentários:

  1. Mulher, se ele não consegue entender que ele tem responsabilidades com os próprios filhos vc deveria entrar na justiça para que ela faça isso por ele. Não continue se desgastando, enquanto vc fica dando mais um tempo pra ver se ele muda o tempo passa e até onde sabemos só há uma vida pra viver...tente cair fora desse relacionamento tóxico.

    ResponderExcluir
  2. olá Anonimo...se eu for na justiça ai que ferro..kkk porque registrado ele ganha pouco, ele tem me dado o dinheiro, mais do que um juiz determinaria pelo Holerit porque ele recebe por fora, e eu não tenho como comprovar o valor pq não é depósito bancário...o que seria relacionamento Tóxico pra vc? queria entender..bjus e obrigada pelo comentário

    ResponderExcluir
  3. Pra mim relacionamento tóxico é aquele relacionamento pesado, cheio de brigas, incompreensão, falta de respeito, egoísmo, descontentamento etc. Pelo que vc conta dá pra perceber que é frustração atrás de frustração tanto para um como para o outro. Às vezes, por mais difícil que seja, é melhor finalizar um ciclo e começar outro.

    ResponderExcluir
  4. entendo...realmente um dia eu me comportei assim, hoje eu tenho tentado mudar...ele ainda ta dificil de enxergar, porque eu não termino? perguntei isso a mim mesma e a resposta que veio na minha cabeça é, será que essa seria a solução dos meus problemas? aprendi que não..encontrar a felicidade em outro relacionamento não é o que quero, quero encontrar a felicidade dentro de mim...ele além de meu marido é pai dos meus filhos, seria difícil o afastamento total, já me questionei porque não virar as costas e ir embora..eu amo ele, quando ele é uma pessoa "normal" o que acontece, é que eu tenho a mania de falar só do lado ruim aqui no blog...mais quando ele age feito uma pessoa normal ele é melhor do que muita pessoa que conheço..realmente é dificil demais conviver com extremos, por enquanto eu ainda acho que vale insistir, se ele vai mudar, não sei, eu sei que eu mudei muito e se eu mudei acredito em uma mudança dele...sim basta ele querer...até quando vou esperar, enquanto eu achar que vale a pena...por enquanto pra mim me afastar totalmente e arcar com as consequencias desta decisão, dói mais do que aguentar mau criação da parte dele...não se se esclareci algo..mais é isso...bjus

    ResponderExcluir
  5. Entendi sim. E problemas fazem parte da vida, com um ou com outro ou sem ninguém a gente sempre vai ter algum problema com que lidar. Mas cuidado pra não ficar aceitando migalhas. Esse negócio de ficar se apegando as situações em que ele age dentro da normalidade não significa muito se isso é a exceção e não a regra.

    ResponderExcluir