quinta-feira, 12 de setembro de 2013

autoanalise!



Bom dia galera..

Sei que não da pra viver se auto analizando o tempo todo que isso é chato, porém quando não estamos muito legal conosco é necessário fazer essa autoanálise ou o tal do inventário como sujerito pelos grupos, pois então, coincidentemente ou não domingo na assistência espiritual o senhor me mandou essa mensagem: "Quando nossos amigos querem nos dizer algo, eles nos entregam bilhetes todo enfeitado de flores, com carinho e cuidado e por vezes é tanta flor que eles colocam no bilhete que acabamos não entendendo direito o recado, já quem não nos conhece, caso tenha que nos dizer algo nos entregará o bilhete com o recado escrito quer nós gostemos ou não de suas palavras, o que posso lhe dizer filha, ouça as palavras que receber e de quem receber com o coração, mesmo que sejam palavras que possam te ferir, deixe elas cair no fundo do seu coração e peça pra Deus lhe ajudar a entender esse recado, se for algo que deves mudar mude, se for algo que não tenha sentido releve"..ou seja a dica que tb dão nos grupos nas partilhas, o que ouvir dentro da sala, se te servir leve, se não guarde talvez um dia vc precise...rs..
E o PS resolveu me lembrar dessa ferramenta, as palavras do OUTRO.

E ontem eu recebi o comentário de um anônimo que foi direto em sua opinião (eu prefiro assim, sinceramente) e tentei seguir os conselhos das palavras me ditas no domingo.

Entrei em reflexão comigo mesma, tirei algumas conclusões, outras ainda estão martelando, me propus a algumas mudanças, enfim...vamos a elas

1º É fato que eu vivi durante muito tempo de migalhas do Dú, no meu relacionamento quando ele estava na ativa de sua doença
2º É fato que eu não consigo dizer qualidades sobre ele, embora eu saiba que elas existam é dificil pra mim exteriorizar isso, é mais fácil contar o ruim que ele faz do que o bom
3º É fato que algo na situação atual está me incomodando, porque ando perdendo a serenidade vivo brava e com algumas dúvidas que ficam me assombrando
4º É fato que eu não quero viver da maneira que eu vivia com ele, porém ainda me perco nos meus limites.

Pois então, a primeira questão eu já tomei consciência e me perdoei por isso, mais por ter me permitido a viver daquela forma, hoje eu ainda carrego "traumas" que em geram reações explosivas quando algo parecido acontece denovo, é como se eu me debatesse pra não voltar pro fundo do poço, isso é bom por um lado é porque assim eu não volto, mais por outro lado é arriscado viver se debatendo uma hora eu posso perder a força e cair, por ser uma situação muito desgastante
Segundo fato, realmente reparei que sou assim não só com o Dú é dificil eu falar das qualidades das pessoas, embora eu reconheça essas qualidades, eu não falo nem das minhas qualidades mesmo sabendo que eu as tenho, me sinto incomodada, quando falo da qualidade de alguém parece que estou abrindo guarda pra essa pessoa e quando falo das minhas qualidades parece que estou "me achando" na verdade acabo atacando pra me defender...isso tb não é legal
terceiro eu ando magoada com as atitudes do senhor Du...me irrita profundamente, então porque não dar um ponto final? porque vivo de migalhas ou porque me prendo nas suas qualidades no meu sentimento? Isso eu preciso descobrir e logo.
Quarto como eu ainda estou me confundindo, hora de rever algumas coisas que com essa autoanalise listei:
- Durante uma semana falar apenas das qualidades das pessoas e das minhas qualidades
- Iniciar o 2º Passo que ja está impresso, só falta começar a responder.

Acho que isso me ajudará

Gostaria de agradecer, obrigada anônimo pela sua coragem de dar sua opinião com sinceridade de forma respeitosa e sem medo de não ser compreendido, continue assim você mais ajuda do que atrapalha as pessoas.

Bjus no coração e ótima semana a vocês

Um comentário:

  1. Que bom que as minhas palavras te fizeram refletir. Acho que o autoconhecimento é fundamental pra todo mundo porque ao reconhecermos os nossos pontos positivos nos sentimos mais confiantes e capazes e conhecendo os pontos negativos, nós podemos melhorar e evoluir. Apesar de sabermos que somos responsáveis pela mudança em nossas vidas, frequentemente nos boicotamos e permanecemos no mesmo padrão durante anos, ainda que a custas de muito sofrimento. Essa autoanálise é uma coisa que todo mundo deveria fazer, pois fazendo chegamos mais perto de saber o que realmente queremos na nossa vida, o que podemos melhorar em nós mesmos, enfim, ajuda no nosso crescimento.
    Mesmo não te conhecendo pessoalmente já identifiquei algumas qualidades em vc, que são: bom senso, inteligência, sinceridade e responsabilidade. Aposto que a lista é bem maior.

    ResponderExcluir