segunda-feira, 19 de agosto de 2013

da pra separar o que é defeito carater da doença da Adicção?




Boa Noite....

Trabalhando em casa, resolvi escrever o post de amanhã, alias já é hoje passou da meia noite...rs...cedinho levarei minha pequena ao médico...apenas rotina...

Comecei o post com essa questão:

Da pra separar o que é defeito de caráter da doença da Adicção?

Na minha opinião NÃO.

Explico, já ouvi terapeutas, donos de clinicas, em grupos, de adictos em recuperação, em NA, em Naranon, em Amor Exigente, de psicólogo, etc etc, que a dependência química é uma doença física, espiritual e emocional, ou a doença do comportamento.

O adicto assim como qualquer pessoa tem seus defeitos e qualidades, quando eles usam drogas não tem um botãozinho que  desliga qualidades e liga os defeitos, assim como quando eles estão em recuperação não viram santos, continuam errando e acertando, como eu e como vc

O Adicto foi uma pessoa antes de iniciar o uso de drogas, se tornou outra durante o período de ativa e em recuperação se formara uma outra personalidade, não será nunca como era antes e nem durante o uso, será uma pessoa reaprendendo a viver e conviver primeiro consigo mesmo e depois com seu próximo.

Defeitos de caráter todos temos, uns mais outros menos, a diferença é que na adicção ativa, os valores vão se perdendo aos poucos restando apenas o instinto, se perde a razão e se age apenas pelo instinto de perpetuar o uso de drogas isso na doença em seu último estágio

E quanto mais tempo se passa, mais os valores vão sendo esquecidos, chegando ao ponto de falta de respeito e amor consigo próprio, se submetendo a situações terríveis para continuar a satisfazer a vontade de usar drogas, por isso é a doença do SE, se não fez vai fazer....não tem pra onde escapar o final é certo caso a doença não seja controlada: caixão, cadeia e clinica.

Ele pode ser bonzinho, pode ser nervoso, pode ser violento, pode ser passivo, pode ser bom filho, bom pai, bom marido, bom profissional.

Se não parar vai perder a vida mais antes de perder a vida, perde a noção do que é a vida, do que é respeito a si próprio e ao seu próximo.

Ao famíliar cabe estabelecer limites baseados no respeito e amor ao próximo e não se esqueçam A SI MESMO TAMBÉM, pois só assim somos capazes de ajudar

Por isso não se iludam e não comparem o dependente químico da convivência de vcs com outros " meu marido jamais seria violento", "meu filho jamais roubaria", " isso já é do caráter da pessoa, se não presta não presta sem droga, não é a droga que vai modifica-lo"

NÃO SE ESQUEÇAM A ADICÇÃO É A DOENÇA DO SE, SE NÃO FEZ VAI FAZER, NÃO PARA DE USAR PRA VER

Uma coisa que venho aprendendo, quanto mais olho pra dentro de mim, menos tenho a necessidade de viver no autoengano, olho a vida as pessoas e as aceito como elas são de verdade sem maquiagem....

boa noite

 

6 comentários:

  1. Olá Kel. Tenho visitado seu Blog diariamente. Meu filho é um DQ, tem 18 anos. apesar de não ter encontrado um Blog (até agora) de pessoas relatando experiências com filhos (a maioria é de mulheres com maridos/namorados), me identifiquei muito com seus textos. Imprimo e levo para minha esposa, que está num estágio de CODEPENDENCIA muito grande, até por ser mãe (emoção). Enfim, gostaria de dizer que tem ajudado muito. É isso. Força e Honra, Sempre !

    Richard

    ResponderExcluir
  2. obrigada pela visita Richard...uma dica: no you tube tem videos de um pai falando sobre a dependÊncia quimica de seu filho muito bom é só procurar por CHICO SALDÃO, tem vários, assista e se puder mostre a sua esposa, também a ida a grupos de apoio acho essencial...e não se esqueça VCS NÃO ESTÃO SOZINHOS...;) AMO VCS INCONDICIONALMENTE...FORÇA FÉ E ESPERANÇA...

    ResponderExcluir
  3. Ótima postagem, querida! É isso aí. Bjão!

    ResponderExcluir
  4. Kel ..boa noite ....perfeita sua colocação...alguns donod de clinicas e terapeutas ou até emsmo técnicos em DQ ..INFELIZMENTE... ainda não se atiualizaram...a dependencia quimica não é uma doença de comportamento..e isso está escrito no GUIA DE PASSOS PAG 2 ..PASSO 1 ..... se esses terapeutas ou donos de clinicas de 12 passos se aprofundassem mais não diriam tal coisas...pois está na literatura de narcóticos anônimos......uma outra frase tbm interessante se encontra no texto básico ( o livro azul ) que diz o seguinte.... NOSSAS FUNCÕES MENTAIS MAIS ELEVADAS COMO A CONSCIÊNCIA E A CAPACIDADE DE AMAR FORAM FORTEMENTE AFETADAS PELO USO DE DROGAS.....enfim.... hoje existem estudos comprovados através de tomografias computadorizadas com marcadores nuclear de pet..( sugiro que leia sobre isso ..mando o link no final dessa postagem ) que explica que existem pessoas com desvios de conduta ou transtorno de conduta pelos seguintes motivos: uma baixa responsabilidade na área orbitofrontal área responsável pelo processamento de estímulos de recompensa. Pode ser causa e consequência de um histórico de aprendizagem em que prevaleceram punições pelos maus comportamentos em vez de reforço pelos bons comportamentos.4 De forma similar, a amígdala cerebelosa responde menos a estímulos de intimidação e medo, podendo tanto ser o motivo por não evitar estímulos aversivos que a maioria evitaria ou/e por ter se acostumado a viver em um ambiente intimidador e ameaçador.5
    É importante estar alerta ao comportamento dos pais, pois transtornos de conduta podem indicar histórico de abuso sexual e violência, alcoolismo e abuso de drogas na família... estudos ainda mais aprofundados mostram que a droga aféta várias outras áreas do cerébro...eu sou membro de N.A amo esssa literatura de 12 passos...porém aplico ela em minha vida mais voltada a principios espirituais e não para definições cinetificas sobre dependencia quimica.....pois estudos comprovados mostram a verdade....é óbvio que o adicto no uso perde seu espiritual....a parte mental tbm é afetada...e a física então nem se fala....algumas pessoas já tem comorbidades congnitivas comportamentais...e quando usam potencializam...outras adquirem essas comorbidades devido o uso abusivo...mais tbm compactuo com sua idéia ..não é doença comportamental...nem tem sentido dizer isso....conheço várias pessoas que não usam drogas e tem inumeros defeitos de caráter....outra coisa que quebra um pouco a tese de doença comportamental é que todo sentimento é manifestado através de comportamentos...se eu estou triste eu fico auto-piedoso,cabisbaixo, mau humorado.....se eu estou alegre eu dou risada ..brinco....é isso.....só para completar...eu trabalho em uma comunidade terapêutica para reabilitação em DQ ... e não compactuamos que seja uma doença comportamental....porém o comportamento faz parte e precisa ser mudado...pois sem a mudança o dependente não consegue entrar em recuperação....se quiser meu email ......fabriciorezende60@hotmail.com............podemos falar mais sobre isso ..abraços

    ResponderExcluir
  5. http://www.espacocomenius.com.br/cerdrogasseis.htm



    esse é o link....

    ResponderExcluir