quarta-feira, 31 de julho de 2013

viver um Futuro estando no presente? tem algo errado




Buenas Galera

Um dia ouvi isso da minha madrinha: Porque você vive o futuro?

Eu já com a resposta pronta: Não vivo no futuro me concentro no hoje

Madrinha: Sim, mais você se preocupa demais com o futuro, e nisso gasta uma energia enorme tentando controlar o incontrolável.

Parei pra pensar e era verdade, isso não a muito tempo atrás, acredito que cerca de uns 2 meses, mesmo fazendo o que a "cartilha" manda, eu ainda me sentia cansada, mau, sem um motivo aparente, então descobri, eu me preocupava demais com o futuro, me cobrava demais, nada podia sair errado, queria ficar longe do Dú pra não lutar contra meus sentimentos, mais na situação que estavamos vivendo não conviver com ele era também impedir que ele convivesse com as crianças, esta era a minha crise a um tempo atrás, queria achar uma forma de conciliar as coisas, mais focava só nas possiveis consequências pra minha vida, não que isso seja errado, devemos sim analisar com realismo todas as possibilidades, traçar um "plano" e executar, só que eu me perdia nas inúmeras possibilidades lá do futuro.
Então resolvi viver o hoje com metas mais curtas.
E naquela ocasião a situação era:
Terei de conviver com o Dú por alguns dias da semana, como fazer: lutar contra um sentimento ou deixar rolar com calma, muita calma.
Cansei de lutar contra um sentimento, e fui deixando rolar, porém com meus limites muito bem traçados, um deles  é:

Sem frequentar igreja e grupo não me encontro mais com você.

Os dias foram passando e foi dando certo, dificuldades apareceram, então tracei outro limite pra mim:

Quer conviver comigo me respeita, não aceito que você desconte em mim e em seus filhos suas frustrações, pra isso tem o grupo e precisei colocar em prática algumas vezes, foram poucas umas 2 ou 3 mais ele entendeu o recado, se começasse a se estressar eu simplesmente virava as costas e ia embora, ou convidava ele a se retirar da minha casa.
Ele entendeu e o máximo que ele faz quando não está bem é ficar quieto, quer desabafar até ouço mais desabafar é diferente de descontar em mim e nos seus filhos os seus problemas.

Assim temos vivido, ele me pergunta vamos ficar juntos pra sempre?
Eu respondo Só Por Hoje....ele sabe que se recair não tem nem mais ou meio mais, se recair é porque descuidou da recuperação: SIMPLES ASSIM...

Então vocês talvez pensem, se ele recair ela vai dar ou não outra chance a ele?
Sinceramente não sei, não me preocupo com o futuro que não aconteceu, mais já tenho algumas estratégias...rs...se recair 90 dias de Grupo intercalando com Igreja, pra voltarmos a conviver, se ele fizer isso e estiver disposto a lutar pela sua recuperação OK, senão a escolha é dele.
E eu conheço bem o caminho do Dú quando ele resolver andar sozinho, não da outra ativa na certa, afinal como obter resultados diferentes fazendo as mesmas escolhas?



Fiquem com Deus...

PS: Ontem ele me ligou comemorando que completou 7 meses limpo..

Parabéns Dú...esse é o minimo que você pode fazer a si mesmo, continue voltando que funciona... ;)

Nenhum comentário:

Postar um comentário