terça-feira, 30 de julho de 2013

quando Libertamos...



Bom dia Galera

Quando libertamos quem amamos, ou seja quando deixamos que estes trilhem o seu próprio caminho.
Quando não fazemos do nosso caminho o caminho do outro, a vida se torna mais leve.
Na nossa vida acredito que todos, ou a maioria busca a tal felicidade e para isso cada um escolhe um caminho a percorrer.
Há os que conseguem se realizar mais rapidamente.
Há os que entram e saem de portas, se enganando nas escolhas até achar o caminho.
Há os que se perdem na ilusão da felicidade pronta, comprada logo ali na esquina.
Existem trilhões de caminhos a se percorrer.
Escolha o teu caminho, e o siga, se perceber que existe algo errado pois você encontra mais sofrimento do que alegria é um sinal que está na hora de mudar de direção.
Mude, faça diferente pra ter resultados diferentes.
Respeite as escolhas dos seus, e o máximo que podemos fazer por quem se perde nos caminhos ilusórios e se encontra preso em um labirinto de sofrimento é sinalizar outro caminho a seguir, se ainda assim essa pessoa por orgulho continua em seu caminhar de sofrimento, permite, pra que ela queira realmente sair de lá.
Quando você encontrar está pessoa alucinada perdida, tentando atravessar paredes, o máximo que podemos fazer por ela, é retira-la do labirinto e acolhe-la em um local apropriado para que ela se acalme e volte enxergar a realidade, por apenas um tempo.
Depois as portas da vida se abrirão novamente e caberá a está pessoa voltar a caminhar, podemos e devemos ajudar.
Mais nunca e jamais deixar de prestar atenção em nosso caminho, nossa estrada, pra não ser pego de surpresa por armadilhas.
Quem ama e tem fé LIBERTA...e permite que os seus cresçam, colhendo o que plantam e nunca o abandonam, continuam a sinalizar o caminho que já conheces e sabe que faz bem.

Como queremos ensinar um caminho a percorrer, se nós mesmos ainda não o percorremos?

Bom dia a vocês e fiquem com Deus

Um comentário:

  1. Isso aí! Mude...
    Insanidade é fazer as mesmas coisas esperando resultados diferentes

    ResponderExcluir