quinta-feira, 25 de julho de 2013

eu Acredito!





Bom dia galera...muitoooo friu aqui em sampa muitoooo friu...

Hoje acontecerá uma palestra sobre assertividade  no grupo Amor Exigente do Ipiranga, endereço: R.Lino Coutinho, 510.
Não sei se vou, pretendo ir.

Acho esse tema muito interessante, e fundamental para lidar com a dependência química, não somente, também de uma forma geral em nossas vidas.

Eu acredito que quando conseguimos ser mais assertivos nos nossos relacionamentos, a tendência sempre será melhorar nosso convívio, ainda mais se tratando de dependência química e codependência.

Sem assertividade, gente é queda livre rumo ao fundo do poço.

E pra você que tem um ente querido na família com problemas de drogas, busque ajuda, aprenda como ser assertivo.

Aprenda como agir com os seus, consigo mesmo.

Não da pra dizer que é certo e as chances de recuperação são 100%, mais elas aumentam e muito.
As estatísticas mostram como é difícil se manter em recuperação, cerca de apenas 10% conseguem se manter limpo.
Eu falo por mim, como familiar, falo em nome das pessoas que eu conheci nos grupos, falo em nome de adictos que estão em recuperação.

É muito importante a família TODA se tratar, isso aumenta e muito as chances do dependente químico além de melhorar a convivência dos familiares.

Meu ex marido só buscou tratamento depois que EU comecei a buscar ajuda nos grupos, antes foram 6 anos de uso de drogas sem interrupção, sem o verdadeiro desejo de parar.

Essa doença forma um circulo, a vida de todos envolvidos passa a girar como uma espiral sem fim, alguém precisa quebrar esse ciclo doentio.

Alguém precisa dar o primeiro passo

Está esperando o que? 

O fundo do poço?

Quando mais cedo buscarem ajuda, mais chances de terem um resultado positivo terão.

Não se envergonhem, abandonem o preconceito, pare de se auto enganar, acreditem vocês não estão sozinhos.

Fiquem com Deus
 

Um comentário:

  1. Nossa!!
    Postei hoje algo quase na mesma linha sua, amiga!
    Falei disso aê, que realmente é dificil conseguir a recuperação, mas que é possível, e tals.
    Bom ver essa sua postagem, amiga.
    Bons momentos e TAMUJUNTU.

    ResponderExcluir