sexta-feira, 19 de julho de 2013

amor Próprio



 "AMOR PRÓPRIO É A HABILIDADE QUE TEMOS DE AMAR A NÓS  MESMOS  E AO PRÓXIMO COM A MESMA INTENSIDADE"

(copiei essa frase desse site: http://rebelheartbr.wordpress.com/tag/amor-proprio/)

Bom dia Galera

Hoje não sei pq estou emocionada, emotiva diria, não triste, mais por qualquer situação que me faça enxergar o amor em sua forma completa, tem me emocionado muito...rs

Foi uma caminhada longa até aqui, muitos erros, muitos acertos, e acho tenho a impressão de ter aprendido a lição mais importante da minha vida, sobre o que é o amor esse sentimento tão falado por todos.
Hoje percebo que só fui capaz de compreende-lo de maneira mais ampla quando eu aprendi o que era de fato amor próprio, somente hoje posso dizer que estou pronta pra amar de uma forma PLENA, digo plena pq a palavra verdadeira me da a impressão de um julgamento, afinal aprendi que não existe verdade absoluta, tudo depende de que ângulo olhamos pra ela, por isso não me sinto a vontade em dizer "o amor verdadeiro"..preferi adotar o "amor em sua  forma plena"

Sobre o amor próprio: lemos em muitos lugares sobre como se amar, e vemos dicas do tipo, vá ao salão cuide do cabelo, cuide do corpo, se arrume, levante sua auto estima, vá estudar, se forme em uma faculdade, vá viajar, aproveite os momentos com os seus queridos, tenha uma religião, escolha sorrir, acho que se fôssemos listar tudo que se pode fazer para elevar o amor próprio daria um livro.
E confesso que durante muitos anos convivendo com a adicção de meu ex marido, eu nunca deixei de fazer grande parte das dicas dadas ai em cima, e mesmo assim eu não era feliz, me questionava porque?
De tanto questionar, discutir, discordar, desabafar, pedir ajuda fui aprendendo, fui olhando pra mim e começando a descobrir o porque desse vazio, mesmo eu fazendo o que a cartilha manda.
Dizem que a felicidade vem de dentro e não está ligada a nada material, pois bem, se lerem as dicas 98% diria estão relacionados  com coisas materiais ou com os outros...rs..não é?
Não que seja errado faze-las, pelo contrario considero isso o mínimo a ser feito para conosco, claro sempre sem exageros buscando o equilíbrio.
Mas se a felicidade vem de dentro, será que eu não devo ir além? Ou fazer de forma diferente?
Hoje eu descobri que o amo próprio tem haver com tudo que eu disse ai em cima, mais tem haver também com saber quem é si próprio, se reconhecer e buscar melhorar seus defeitos e reconhecer suas qualidades.

Quando reconhecemos um defeito, e trabalhamos para modifica-lo, isso afetará tudo ao nosso redor, pois passaremos a agir melhor em nosso emprego, em nossa família, com nossos amigos, mais primeiro tenho que aprender a fazer comigo.

Na prática um exemplo: se sou uma pessoa que grito demais e não escuto aos outros, primeiro caso eu viva com alguém que grite comigo ou que não me escute, devo não gritar mais passar a ouvir a essas pessoas.

Quando reconhecemos uma qualidade.

Ná prática outro exemplo: Sou uma pessoa tranquila, não grito com ninguém e sou boa ouvinte, se eu convivo com pessoas que tem o hábito de gritar e procurar briga, não devo me sujeitar a isso, devo me respeitar ME AMAR, então se essa pessoa insiste em continuar a me desrespeitar por que eu devo ficar ouvindo, se não faço isso com ela? Serenamente eu lhe digo em voz baixa: se quiser conversar civilizadamente eu aceito, se não vai falar sozinho me desculpa não me permito isso afinal eu não faço isso com você.

Quando olho pra mim, apenas pra mim, sem analisar o próximo, eu consigo encontrar a chave do amor na sua forma plena, eu consigo amar ao próximo como amo a mim livre de culpas.

Quando passamos a nos melhorar temos atitudes mais positivas, e levando em conta esse ensinamento: plantamos o que colhemos, passamos a receber coisas boas da vida em todos os sentidos, os caminhos vão se abrindo e se encontramos pedras, saberemos que elas estão lá pra nos mostrar que precisamos aprender uma nova habilidade para ultrapassa-la, mais um defeito nosso a ser corrigido.

Quando vivemos a vida, baseando no amor, nesse amor que devemos ter para conosco e no amor que devemos ter para com o próximo conseguimos enxergar mais rápido nossos defeitos, mais rápido superamos as dificuldades e mais rápido damos exemplos a serem seguidos, se não for mais rápido se torna ao menos mais leve.

Hoje eu posso dizer que:

Eu amo

Os amigos
O meu irmão
Os meus pais
O meu cachorro
O meu ex marido
Os meus filhos
Os companheiros (as) de grupo
O meu emprego
O meu próximo (eterno aprendizado)

Mais pra ama-los de uma forma plena, antes de tudo eu precisei aprender A ME AMAR

Fiquem com Deus e ótimo final de semana


2 comentários:

  1. Amor próprio...a chave de tudo! Assim como vc, nunca deixei de me cuidar de fazer coisas que levantassem a minha auto-estima, mas, ainda estou na caminhada do meu conhecimento pessoal, o quem sou eu, sabe! Por muito tempo deixei a minha vida ser guiada para atender as necessidades de terceiros e aprender o contrário agora tem sido extremamente difícil, mas, sei que eu consigo. sabe por quê? porque eu quero.
    Bjs guria bom fim de semana!

    ResponderExcluir
  2. é difícil mesmo, como diz uma de minhas madrinhas, navalha na carne, recuperação não é pra menininho e menininha é pra homem e mulher, recuperação não é pra quem precisa é PRA QUEM QUER..;)...ótima escolha

    ResponderExcluir