quinta-feira, 20 de junho de 2013

minha Vida




Bom diaa

Um comentário de uma companheira no grupo me levou a um passado, nesse comentário ela fala sobre os planos, as viajens que ela sempre planejava e eram sempre cancelados ou adiados devido a adicção de seu marido que hoje está internado, e agora ela resolveu realizar um de seus projetos uma viajem em familia, ela e os filhos, sem o marido, como ela diz é o que tem pra hoje e na minha opinião ela ta certissima, alias já parou demais a vida dela por ele, e se ele não pode ir não é culpa dela e sim consequencias de seus atos...

Isso me levou ao ano de 2006 e passou um filme rápido até os dias de hoje ano de 2013.

Eu me identifiquei muito, pois também adiei muitos planos devido a adicção dele.

Primeiro eu adiava porque tinha "dozinha" ou ficava preocupada em deixa-lo sozinho, como se ele fosse meu filho adolescente, um homem barbado de mais de 30 anos.

Depois liguei o botãozinho e larguei mão, mais ainda sim não realizava meus sonhos, não por preocupação, mais por condições financeiras, sobrava sempre pra mi cobrir os buracos feito pelo "filho adolescente" tudo pra manter a familia "margarina" do porta retrato,  me esforçava pra manter o quebra cabeças de uma sociedade chamada CASAMENTO de pé..só que uma andorinha só não faz verão...então o quadro desabou.

Resultados: muitas brigas, magoas, prejuizo financeiro e emocional, só perdas e perdas.

Tudo pra EVITAR as consequencias dos atos dos OUTROS.

Me separei, por mais que eu quisesse financeiramente falando, seria impossivel continuarmos morando na mesma casa, admiti minha "derrota"
Peguei minhas coisas e mudei pra casa dos meus pais, foi horrivel, parar e olhar pra mim e descobrir que eu não era eu, era uma sombra, a sombra de alguém, eu sempre lutei, por ele, pra ele, e agora nessa altura da vida meus sonhos os MEUS sonhos estavam distantes a se realizar.
Eu só queria que o tempo passasse rápido pra que aquela destruição ficasse pra trás, pra que eu conseguisse tirar os entulhos do castelo de areia do meu terreno, pra agora sim eu começar a montar meu propri castelo, e escolher calmamente os melhores materiais para que em meio a tempestades, sim as tempestades jamais sessaram, ele ainda permanecesse de pé.

Desde que meu mundo desabou,  se passaram 7 meses, e nesse tempo eu vim limpando o terreno (meu coração) e hoje estou iniciando uma nova construção.

Ainda estou aprendendo a escolher os materiais adequados, mais ja vislumbro  alguns planos num futuro não tão distante, sonhos que dependem apenas de mim pra se realizarem

(Cris uma viajem também a vista pro final do ano, ainda não sei pra onde, mais já ando pesquisando)

Enfim, finalmente estou conseguindo caminhar carregando apenas o que me pertence

MINHA PROPRIA VIDA

Se libertem...e vivam SEJAM FELIZES :)

Fiquem com Deus

Nenhum comentário:

Postar um comentário