segunda-feira, 10 de junho de 2013

entendendo como Funciona!!



Bom dia Galeraaaaaa

Sabe andei pensando sobre esse universo dependência quimica e comecei a entender mais profundamente certas coisas...rs...

Vou falar os ultimos acontecimentos...bom meu ex marido, faz uma marcação cerrada comigo...sempre que ele pode ele tenda ganhar um "sim" (ele mesmo diz já tenho um não, não custa tentar)..ok nisso ele pesa e pesa e pesa na minha cabeça, eu como uma boa codependente tenho uma dificuldade enorme me dizer não, ultimamente eu disse muitos nãos isso me machucava nossa, mais foi passando, hoje so incomoda um pouco..rs...mais mesmo assim quando acho que devo falo...então mais um final de semana chegou e mais uma vez o Du:
- Rá queria sair com vcs, passear com as crianças, desde que sai da internação não fiz isso, sinto falta de ficar um dia no parque, e vc sabe que eu não me dou bem com a minha familia, já tentei não adianta, mais com eles eu não consigo sair junto com as crianças, "tô" com saudade, não só de vc, mais das crianças tb...
Eu parei pensei e respondi que ia pensar, realmente a história dele de não ficar com as crianças era verdade, realmente ele não tinha como sair com os filhos e alguém da familia, e  sozinho com os 2 pequenos tb não rola, ele até pode estar usando isso pra se aproximar de mim, enfim, mais sim ele anda muito distante das crianças, e eu fico triste por esse afastamento acontecer....mais ai comecei a pensar nos MEUS LIMITES e ver se eu não estava sendo egoísta, pensei, conversei com minha madrinha e ela me deu uma ótima idéia..rs...se ele quer passar um final de semana com a familia deve frequentar NA, senão nada feito.
Assim eu consigo ter "certa tranquilidade" pois pelo menos ele estará dando continuidade no tratamento e eu acredito que possa lhe dar com uma pessoa mais flexivel não tendo que ser tão radical...rs...
Propus isso e ele aceitou, disse q se todo o problema fosse esse eu não precisaria me preocupar.

Ele foi ao NA e passeamos em familia como ex marido, ex mulher e os filhos juntos...rs

Claro que ele tentou se aproximar, mais eu me mantive firme na boa sem brigas.
Ocorreu um fato o qual ele ficou nervosinho(problemas dele) e ja ia vir descontar a raiva em cima de mim e das crianças, então cortei já de primeir: Ta nervoso problema seu, se vier descontar na gente vou embora agora.
Na hora ele ficou contrariado, mais depois me agradeceu pelo puxão de orelha, e disse que realmente esse defeito ele precisava mudar, pois durante os 6 anos foram assim, ele brigava fora e descontava na gente.

Toda vez que ele reclama de algo pra mim e pergunta minha opinião, eu respondo o que tenho aprendido em recuperação, tá nervoso, ta triste, ta se sentindo mau, ta assim pq quer, ta assim pq tem um defeito de carater a ser modificado, melhorado.
Sempre que eu respondo isso a ele falo de mim tb, mais ele não gosta fica irritado, ontem pela primeira vez ele me perguntou claramente e com a mente aberta:
- Rá pq esses sentimentos de raiva tristeza surgem em mim, pq vc me acha errado, eu respondi:
- Não te acho errado, só te digo que todo sentimento ruim que temos, é devido aos nossos defeitos de carater, vc não é o único, eu posso citar vários meus, quando julgamos alguém, quando não aceitamos, quando somos prepotentes ou arrogantes frente ao próximo, sofremos, ficamos com raiva, revolta, tristeza...por isso digo que precisamos nos conhecer pra nos melhorar, ou seja, saber o pq esses sentimentos surgem e apartir dai nos modificar e nor tornarmos pessoas melhores.
Ele: Poxa nunca tinha pensado nisso
Eu: Pra isso que servem os grupos, agora se vc quer encontrar isso dentro da igreja, se envolva nos trabalhos da igreja, va as visitas, participe dos projetos da igreja e não apenas coloque a bunda no banco uma vez por semana e acha que ja ta bom...rs
Ele riu

Passamos um final de semana agradavel, e só por hoje ele ta limpo a uns 5 meses e eu buscando a recuperação.
Ainda me perco as vezes...mais hoje reconheço que preciso de ajuda e peço ajuda...estou buscando me melhorar como pessoa.

Ontem eu estava pensando:

Queremos tanto que nossos amados fiquem longe das drogas, sejam indenpendentes pra serem felizes, questiono e vocês, já aprenderam a serem felizes mesmo sem seus maridos ou parentes adictos?

A felicidade vem de dentro, nossa vida não pode depender da recuperação de alguém, pensem todos no mundo correm o risco de perderem quem amam, seja por adicção, seja por um acidente, seja pelo cara ser um galinha te dar um pé na bunda e arrumar outra, por doença, por varios e varios motivos.

NÃO PODEMOS E NÃO DEVEMOS, condicionar nossa felicidade ao outro no nosso caso na RECUPERÇÃO DO OUTRO.

Devemos nos conhecer, nos modificar pra sabermos ser felizes por nós.

Que os outros venham e passem pela nossa vida, pra nos ensinar, algo, que possamos retribuir de alguma forma, mais não com a nossa felicidade, não entregue a sua felicidade nas mãos de ninguém, a segure pertinho do seu coração.

Não se permita ser maltratada, seja por quem for, perdoe, compreenda, ajude mais sem deixar de se amar e de se respeitar, não existe motivo nenhum no mundo que a obrigue ser " A MARTIR SALVADORA" não vc deve ser feliz, deve ajudar, deve amar ao proximo como a ti mesmo.

Convido a refletirem:

VC QUER QUE SEU ENTE QUERIDO SEJA FELIZ LONGE DAS DROGAS, MAIS E VOCÊ SABE SER FELIZ POR SI SÓ?

Fiquem com Deus

4 comentários:

  1. ;) No começo , as vezes o adicto precisa de um motivo pra ir para a sala... pois ir por sí só, lhes parece um motivo muito "futil" rs... Que bom que ele foi... se no começo seja por vcs, não importa... Convido algum cedependente a dizer que chegou no grupo por sí só... sem querer buscar ajuda para o outro tb"

    ResponderExcluir
  2. É, pura verdd. Como a codepedencia engana e cega...viver a vida do outro é sempre mais fácil.Mudar dá um trabalho enorme e gera muita insegurança. Estou nessa fase. Hoje em uma crise terrível, mas vai passar. Obrigada pelas palavras.

    ResponderExcluir
  3. E aí guria tudo certo? Se não há diálogo a culpa é de quem da boca ou do ouvido? Lendo tua postagem, dá pra ver que tu está no caminho certo, tu falou que ele em certo momento ficou "nervosinho", todos nós temos o direito de ficarmos nervosos mas não temos o direito de descontar nos outros. Mas tu fez uma troca com ele, ele vai no NA e pode sair com as crianças e contigo, mas ele está fazendo por ele ou por vcs? Estar em uma reunião só de corpo presente e a mente sabe-se lá aonde é outra coisa, mas espero que ele consiga tirar algum proveito disso. SABE QUAL A DIFERENÇA ENTRE A ESCOLA E A VIDA? NA ESCOLA VC APRENDE UMA LIÇÃO E LOGO TE DÃO UMA PROVA; NA VIDA, VC É PRIMEIRO POSTO A PROVA E ENTÃO APRENDE UMA LIÇÃO. BJÃO, FICA COM DEUS QUE ELE ILUMINE OS CAMINHOS DE VCS, PRINCIPALMENTE O "DU". TORÇO POR ELE, E POR VCS.

    ResponderExcluir
  4. obrigada galerinha pelos coments...passa sim anonimo..dói mais passa..kkk aceita q dói menos...e gaucho..é vdd..o ideal é ir a sala por ele..porém dizem q a maioria começa a ir pro alguém...então vamo d aum empurrão se ele vai aproveitar ai é com ele...nessa primeira parece q ele gostou pelo menos tava todo animado...como dizem no mais lhe sera revelado...hoje eu quero é paz...na minah vida...bjuuuuuuuuuuuuu

    ResponderExcluir