segunda-feira, 27 de maio de 2013

temos mais em comum do que Imaginamos



Bom dia galera

Graças ao meu bom Deus meu findi foi tranquilo...e começo a semana com paz no coração..
Sexta o Du, ligou insistiu e eu atendi uma vez, nas outras eu deslguei o telefone e o celular...decidi, se quiser falar comigo sobre os filhos, sobre o tempo, sobre futebol, sobre a novela eu falo...sobre nós dois e sobre recuperação eu sai correndo...rs..
Sabado fui levar as crianças na casa dele, e quando eu estava indo embora ..ele me puchou pelo braço, e vem ca que quero falar com vc, eu entrei no carro e ele segurando a porta aberta...dizia e repetia o de sempre, pq eu faço isso com ele....pq eu tenho raiva dele...pq..pq..pq...
Eu apenas disse não tem nada haver com vc, tem haver comigo, eu quero e vou ficar sozinha, custe o que custar e quanto mais vc vier atrás mais eu vou me afastar, daqui a pouco eu nem apareço mais aqui..mandei ele arrumar outra mulher e me esquecer...ai ele disse q ia me esperar o resto da vida...eu respondi fique a vontade pra fazer o que quiser, mais não fica me pressionando pq a gente vai brigar.
Passou o dia, eu fui pra casa, meio triste mais não tanto quanto das outras vezes, fiz a faxina, arrumei o guarda roupa e escrevi meu primeiro passo.
Escrevendo o passo, percebi que eu estava "me achando" como se eu já soubesse tudo sobre a recuperação, e percebi que eu posso ter avançado bastante, porém NUNCA vou saber tudo ao ponto de evitar as crises...percebi que faltou humildade em admitir minha impotência e muita ansiedade em resolver tudo, me cobrei demais...por isso "recai" em sentimentos e sofri muito com isso.
Então decidi rever alguns limites...sobre não falar com o Du sobre sentimentos, ou achar que devo ouvi-lo desabafar, quando isso me fizer mau, eu até ouço mais se começar a me fazer mau, desligo sem culpa alguma...se recair recaiu pq não se preocupou com a propria recuperação, quer partilhar vai pro NA.
Ele foi levar as crianças a noite, chegou cheio de planos com os filhos, animado dizendo que o dia havia sido maravilhoso ao lado dos filhos, que a vida dele ia ser se dedicar aos filhos, ir a praia, levar o menino no estádio, sair em familia com as crianças.
Engraçado como meus sentimentos são bagunçados ao mesmo tempo que eu ficava feliz, pq é isso que quero pra ele que ele tenha vida propria independente de mim, meu coração apertava pq eu me via fora daquilo tudo...kkk coisa de maluco, mais pra essa tristezinha não me dominar, enquanto ele contava os planos dele, eu apenas agradecia a Deus e ouvia ele falando e eu agradecendo...a Deus e pedindo que minah tristeza fosse embora.
Ele ficou um pouco com as crianças lá em casa, o clima estava agradavel sem pressão, quando ele tenta começar a falar da gente e sobre recuperação...eu respirei fundo ouvi poucas palavras e cortei o assunto. Ele abaixou a cabeça baçançou e disse vc não me entende, isso não tem haver com adicção tem haver com sentimento.
Eu tinha lido no guia de passos, que a adicção se manifesta em outras áreas de nossas vidas, não é só pq a pessoa ta "limpa" que tudo bem, ela acaba afetando os comportamentos do adicto, fazendo o ter comportamentos compulsivos e obsessivos, eu me identifiquei bastante com isso e baseado nisso respondi a ele:
- Du temos mais em comum do que vc imagina, meu problema também é o sentimento, o nosso problema é o sentimento, eu sei que o que te faz sofrer é relacionado ao seu sentimento, mais não exatamente o que vc sente e sim como vc lida com ele.
Percebe que desde a adolescencia vc sempre foi obcecado por um sentimento, antes era com a sua ex-mulher, vc passou sua vida obcecado por esse sentimento, vc não viveu, quando vc não estava com ela vc anesteziava sua vida, e agora vc faz exatamente a mesma coisa comigo, vc coloca sua vida toda em cima de um sentimento, como se mais nada além existisse, não é errado amar alguém, mais sim fazer desse amor desse sentimento o único motivo pra ser feliz, tipo sem isso eu não vivo....isso é obsessão pelo amor que vc sente.
Eu também já fui assim, a minha vida toda ou estava namorando ou estava anestesiando a vida, em baladas e enchendo a cara, é por isso que hoje eu quero ficar sozinha, pq eu preciso aprender a viver sem esses sentimentos, eu preciso aprender a equilibrar minha vida, faça o mesmo.

Ele parou pensou, e disse pra mim:
- Vc não vai me perguntar se faz sentido?
Eu ri...ele vai pergunta
Eu: Faz sentido?
Ele: Sim
Eu: Coloca em prática...rs...

E ele foi embora, SÓ Por Hoje, ficamos em Paz.

Domingo fui a minha palestra espiritual, e o PS, me fez uma revelação que acalmou meu coração.

A tarde fui passear com as crianças e a noite eu queria ir a uma reunião de açgum grupo, porém la perto de casa, não tem Naranon e nem Amor Exigente aos domingos, tinha uma reunião de NA aberta e eu fui...

E nas partilhas percebia que todos falavam de um vazio que sentiam, até que um disse: Acredito que esse fazio todo ser humano sente, exceto alguns que passaram pela terrra..sei la Dalai lama, Chico Xavier...o problema é como nós lidamos com isso, como buscamos preencher isso.

Infelizmente eu escolhi a droga

Eu Kel Infelizmente escolhi agradar as pessoas...

kkkk...e assim somos todos nós do mundo já pararam pra pensar...vivemos em busca de preencher esse vazio...a tal felicidade...seja nas drogas, seja em um relacionamento, seja no trabalho, seja em busca do corpo perfeito, seja no status, seja no dinheiro...

E se pegarmos os exemplos por ele citado

Dalai Lama e Chico Xavier, ambos conseguiam preencher o vazio, aplicando o ensinamento deixado por Jesus Cristo.

Amai ao próximo como a ti mesmo, cuidavam de si mesmo e ajudavam de uma forma sadia aos outros, praticavam a caridade, davam pra receber, plantavam o bem e colhiam o bem

Alguém ainda não sabe por onde começar??...kkkk

Fiquem com Deus

Nenhum comentário:

Postar um comentário