segunda-feira, 6 de maio de 2013

lutando de VERDADE




Buenaaaaas...galeraaaa...

Hoje estou muito feliz, gente estou entusiasmada, como as coisas vão acontecendo, vcs já devem ter assistido ao filme Matrix??..Sabe o Neo (o mocinho), quando ele desperta do mundo de ilusão e passa enxergar a realidade "a matrix" como ela realmente é um programa de computador, e somente assim ele consegue lutar de forma efetiva, com chances de vitória, ele enxerga que a luta é dificil é uma batalha e tanto, mais ele consegue...rs...é assim que estou me sentindo...eu consegui, hoje eu consigo enxergar a doença da adicção agindo, hoje eu consigo lidar com ela, hoje eu enxergo bem a minha codepedencia gritando, eu sei aonde buscar armas e lutar contra ela sim, e o que resultou disso, quando eu consegui lutar direito, eu pude ajudar o Du a lutar sozinho contra a sua recaida que estava prestes a acontecer, eu consegui vencer minha codependência e entregar nas mãos de Deus...eu consegui AGIR e não a reagir frente as situações...é maravilhoso é mágico...mais eu sei que é SÓ POR HOJE...a recuperação é isso, não é viver feliz pra sempre, é saber identificar o mundo enxergando a realidade e sabendo sobreviver a ela, sim sobreviver pq é PUNK...vou resumir o final de semana.

O Du saiu da clinica quinta, me pegando de surpresa, nos reencontramos, ele veio me buscar na sexta, e eu só observando ele, as atitudes dele, controlando minha empolgação ao ve-lo feito um principe, pq eu sei que isso é passageiro, o teste pra descobrir a real, viria logo em seguida quando o Du desse de cara com a realidade dele, ai eu queria ver como ele se sairia, e nossa realidade é que estamos separados.
Na sexta tivemos uma conversa de 3:00hs sobre recuperação, eu estava gostando de ve-lo com aquela aceitação toda, parecia que ele estava firme e forte pra viver aqui fora, mais aos poucos percebia que ele começava a fugir da sua propria realidade, e não queria encara-la.
Ele era um homem separado, que precisava lutar contra sua doença, que precisa reconstruir sua vida, mais estava tentando fugir desse desafio, me cercando e me  tentando  me convencer de que ficar ao meu lado e ao lado dos filhos era tudo o que ele precisava pra ficar de pé, nisso percebi que ele estava voltando aos velhos hábitos, não foi a sala (NA) indo apenas a igreja, (o Du, cresceu dentro da igreja, casou aos 19 anos dentro da igreja, nunca abandonou a igreja, por isso digo que não adianta ir a igreja apenas sem entender o que ele precisa fazer que é se modificar ele usa a igreja como fuga) eu vi que não ia funcionar, então eu precisava trazer ele a realidade de volta, e eu só podia fazer isso não entrando junto com ele nesse mundo de fantasia que ele estava criando.
Foi então que falei, sabado não vou te ver, ele pediu pra ficar com as crianças eu deixei, e a tarde fui buscar, ai ele me ligou dizendo que queria passar o domingo com a gente, a conversa doi assim:
Du: Rá posso ir assistir o jogo ai a sua casa?
Eu: Du vc não tem mais o que fazer não, e sua recuperação, não to vendo vc cuidar dela
Du: Ja fui na igreja ontem
EU: Vc sabe que só isso não resolve e a sala?? a partilha? lembra do só por hoje?
Du: A Rá eu quero ficar com vcs, estou com saudades, passei muito tempo afastado de vc e dar crianças
Eu: Ok, mais eu não quero ficar com vc, me respeita, quanto as crianças se vc quiser passar e pegar elas sem problemas
Du: A Rá quero ver vc
Eu: Du, vc está fugindo denovo da sua recuperação
Du: para...pq vc acha isso
Eu: Pq vc não ta fazendo o que se propos a fazer quando saiu da clinica o tal do "tripé" laborterapia, igreja e sala...vc não ta indo na sala
Du: Vai começar??
Eu: só estou te lembrando dos seus propositos e se vc fugir deles vc corre um sério risco de recair, mais  a escolha é sua, e as consequencias tb, só estou lhe alertando pq quero seu bem
Du: Essa é só a sua maneira de pensar, eu tenho a minha e pq vc acha que só a sua é a certa?
Eu: Não ta mais aqui quem falou, tu que uma resposta pra essa pergunta, vc mesmo pode responder, até hoje vc fez do SEU jeito deu certo?
Du: Ja vai começar
Eu: Bom não tenho mais nada pra lhe dizer, vc já sabe não quero ficar com vc amanhã. somos amigos e não um casal, se quiser ficar com seus filhos pra mim não tem problema, vc quem sabe, vou desligar pq to saindo, tchau!

Isso foi no sábado, mesmo sabendo que eu não estava errada, a culpa e a raiva quis me pegar, pq eu havia criado expectativas, tratei de ligar pra uma companheira e partilhar, ela me ajudou a reforçar que eu estava agindo certo e comecei a me tranquilizar, fui a um aniversario com meus filhos.

No domingo, depois de ir buscar ajuda espirituale direcionamento pras situações que viriam a seguir aconteceu assim, o Du me liga chorando desesperado me acusando:

Du: Ta vendo o que vc ta fazendo comigo, pq vc faz isso, eu só quero te ver, o que custa pra vc, me deixa ficar perto de vcs
Eu: Vc quer me ver mais eu não quero, me respeita e aceita, se vc quiser ficar com seus filhos ja lhe disse não tem problema
Du: Vc ta acabando comigo
Eu: vai começar?? me culpar pq vc não aceita uma situação? vai começar denovo a jogar nas minhas costas uma responsabilidade que não é minha? bem vem nego o sentimento é seu, não meu a realidade é sua aceita ela e pronto, se as coisas estão assim hoje são consequencias dos seus atos.
Du: Assim eu não vou conseguir e começou a chorar
Eu: Ja falei nem vem jogar a responsa pra cima de mim ta mau?? Já foi pro grupo partilhar?? Não, não foi...vai partilha depois a gente conversa.
Desliguei o telefone, ele me ligou mais umas 4 vezes com a mesma conversa e eu repetindo a mesma coisa a ele.
Comecei a me sentir perdida, e percebendo que ele estava a ponto de recair, liguei pra uma companheira, liguei na clinica e pedi ajuda aos terapeutas, expliquei a situação e me aconselharam colocar em pratica o 3º Passo "Decidimos entregar nossa vontade e nossa vida aos cuidados de um Poder Superior, na forma em que O concebíamos"
Pois bem, realmente eu não tinha muito o que fazer, e entreguei minha vida e a do Du, nas mãos de Deus e fiquei em paz.
De repente ele me liga avisando que estava chegando, eu não tinha muito o que fazer, sair correndo de casa, não seria justo com meus filhos que estavam dormindo, e deixar meus pais sozinhos pra enfrentar a fera tb não era o correto, resolvi aguardar em paz.

Ele chegou me acusando, com as mesmas chorumelas do telefone, e eu muito calma e firme dizia, vc só tem a perder se comportando assim, hoje eu sou sua amiga, mais se começar a causar nem minha amizade vc tem mais, então para e aceita.
Depois de muita conversa, eu sendo sempre firme e com serenidade nas minhas palavras, ele se lamentou:

Du: Não é justo, vejo os meninos saem da clinica e tem a chance de reconstruir a propria vida e pra mim não tudo é dificil
Eu usei duas palavras que o proprio Du me disse que falavam o tempo todo na clinica
Eu: Primeiro não se compara, segundo não se justifica, se comparou e se justificou ta usando droga.
Terceiro aprenda, vc não tem tudo que ama, então passe a amar tudo que tem.

Aos poucos ele foi se acalmando, liguei pra um amigo adicto em recuperação e coloquei o Du pra falar com ele, sobre a importancia da sala,da partilha.

O Du voltou a sanindade...Só Por Hoje, levei ele no NA, e larguei ele la e voltei pra casa.

O que percebo nele: finalmente ele ta começando a entrar em recuperação, está começando se render, a perceber sua impotência, porém essa etapa é muito sofrida, é muito sofrimento pra ele, ter que encarar no espelho que ele usa droga pq tem defeitos de carater.
Quando eu disse a ele: vc precisa se modificar, ele me respondeu:
Du: - Mais estou me modificando, evitando hábito, pessoas e lugares.
Eu: Mais vc acha que é só isso?
Du: e não é?
Eu: lógico que não, se modificar é entrentar seus medos e se melhorar...vc ta fugindo disso, sinto lhe dizer é o unico caminho, machuca e dói  é muito sofrimento, mais não desiste não, se rende e entrega sua vida nas mãos de Deus que só por hoje vc consegue.
Em mim percebo que FINALMENTE ALELUIA...rs...aprendi a lutar...

É FACIL NÃO GALERA, POR ISSO EU GRITO

SÓ POR HOJE EU CONSEGUI

FIQUEM COM DEUS

Um comentário:

  1. É amiga, que batalha hein rs, mas tem que ser assim, ele precisa despertar, se ainda não aconteceu lá na clinica que seja aqui fora, mas que desperte!! Imagino sua luta interior, vc brigando com a co rs, não tem batalha pior, rs. Muita força pra vc! tamujuntas!

    ResponderExcluir