quinta-feira, 2 de maio de 2013

a Dor do desligamento



Bom dia Galera...salve geral...rs

Espero que o feriado tenha sido bom pra vcs, o meu foi tranquilo..."di boa"...rs

Vou falar sobre a DOR do desligamento emocional, no grupo em algumas partilhas, quando costumo "dar um grito" LARGA A CORDA MENINA...as pessoas acham que sou forte...rs...realmente eu em fortaleci bastante depois de largar a corda e me desligar emocionalmente, mais quando eu precisei fazer isso, foi como um parto, minha madrinha que o diga tadinha...rs..como eu pentelhava ela...mandava uns trocentos emais..gritando me ajudaaa...o que eu façooo..eu não to aguentandooo....quero sumiiii...rs
E ela na maior paciência, me ouvia, me dava bronca, e ia me direcionando, me incentivando, dizendo vem vc não está sozinha, vem vc consegue, vem vc é forte, vem menina ser feliz.

Até que consegui, mais confesso, essa foi a maior dor da minha vida, nada nunca doeu tanto, nem mesmo permanecer aonde eu estava doia daquele jeito, apesar de sofrer pela adicção do Du, o sofrimento de "largar a corda" ou se "desligar emocionalmente" era um trilhão de vezes mais forte.
Batia um medo danado, o coração disparava eu tremia, sempre que precisava tomar uma atitude diferente, e todas as vezes que eu tomei uma atitude diferente se fez tempestade e das feia, eu me quebrava inteira em cacos, nossa como doía.
Doia o peito fisicamente, os dias eram interminaveis, as lagrimas rolavam sem eu nem pensar, eu não tinha fome, eu morri em vida por alguns dias.
O vazio que eu sentia, a ausencia de vida eram enormes, mesmo tendo 2 filhos pequenos, eu não conseguia sorrir e encontrar prazer nas atividades do dia a dia, eu fazia tudo no automatico.
Os dias foram passando e eu apesar da dor, não me entregava, lutava pra recuperar a minha vida que estava em algum lugar antes da adicção, procurei insistentemente no meu interior, quem era a Rachel.
Comecei a remexer na ferida pra trazer a Rachel de volta a vida, descobri muita coisa sobre mim, fui vendo meus defeitos minhas qualidades, fiquei perto de pessoas que me entendiam, partilhei bastante, fiz novas amizades e aos poucos fui me redescobrindo, esse processo durou 1 ANO.
Depois de 1 Ano, eu posso dizer que sim estou mais fortalecida, mais não é pq eu penso "cara agora eu sou fodaaa"..não...eu apenas estou conseguindo encontrar meu equilibrio e assim eu parei de reagir e passei a agir mais assertivamente.
E isso me traz uma paz de espirito muito grande, poder saber que hoje eu consigo agir sem prejudicar a alguém ou a mim mesma, eu consigo ser mais assertiva.
Nunca estaremos preparadas pra soltar a corda, vamos nos reerguer depois de solta-la.
Pra quem não convive com a dependência quimica parece fácil, lhes digo é a maior DOR que existe, ver alguém se matando e se sentir impotente.
Diferente de qualquer outra doença que o doente corre risco de vida, muitas vezes o proprio doente não tem o que fazer então entregamos mais facilmente o "destino" nas mãos de Deus, pois sabemos que não há nada, exatamente nada a ser feito.
Agora com uma doença, que sabemos, se a pessoa quiser ela consegue se recuperar, e vc olha aquela pessoa amada cega, se matando sem se dar conta, é dificil demais não se fazer nada.
É dificil demais olhar e admitir que  EU NÃO POSSO...
É dificil demais saber que vc só pode ajuda-lo a "piorar" e esperar ele pedir ajuda, é dolorido demais.
A internação involuntaria é uma ajuda, porém sem garantias.

HAJA EMOCIONAL PRA LIDAR COM TANTA DESTRUIÇÃO.

É isso gente, quando eu larguei a corda, eu não estava pronta e nunca estaremos...apenas larguei e me pendurei nas mãos de Deus que era pra mim não mergulhar atrás do Du ao fundo do poço pra tentar mais uma vez ajuda-lo a subir.

Dói demais, mas é a unica saída pra nós e pra eles.

Fiquem com Deus

5 comentários:

  1. éeeee bem difícil...mas vejo que é possível!!!

    Deus te abençoe sempre!!

    ResponderExcluir
  2. É possível mas não é fácil, que luta a nossa para nossa recuperação....e eu fico imaginando que a deles deve ser ainda mais terrível. Só Deus pra nos dar essa força.
    Bjusss

    Janete

    ResponderExcluir
  3. ESSA MUSICA VAI PRA NÓS...\O/..

    Sorriso Maroto - por do sol

    Se você deixou de acreditar
    se a vida só faz piorar.
    Pegue a estrada e desligue o celular
    veja o por do sol em frente ao mar.

    Problemas na vida todo mundo tem,
    você não é pior nem melhor que ninguém
    Se quiser amar, aprenda a se doar.

    Faça que os erros te façam crescer,
    Na dúvida escolha o melhor pra você,
    Dê mais importância a quem lhe quer bem...

    E a vida, ha de ser bem melhor pode crer
    E na vida, ame mais, sem porém, nem por que

    Que a vida, passa depressa. Não perca tempo
    Que o final só Deus pode prever.

    Cante a vida, na beleza da imperfeição
    Dance a vida, feche os olhos tire os pés do chão

    Viva a vida, ouça os seus discos, reveja os amigos
    Que o melhor nessa vida é viver de coração.

    ResponderExcluir
  4. Eu nao sei muito o que dizer. So desejo que vc continue a ser forte.
    Nao sei se teria a mesma coragem.
    Bom, to tamando 5 tarja pretas pra aguentar o tranco...
    So por Deus.
    Beijo!

    ResponderExcluir
  5. Carol...viva o só por hoje...sem remédios...quando batr o desespero que vai bater...fique perto de pessoas queridas...ore muito..peça muito a Deus...se possivel abandone os remédios...é uma facada que a gente toma no peito..dói na alma..mais eu acredito..CARA VC CONSEGUEEE...SE EU CONSEGUI QUALQUER UM CONSEGUE...QUALQUER UM...TMJ..BJUU

    ResponderExcluir