terça-feira, 23 de abril de 2013

como a Religião pode atrapalhar?



 Na verdade não é a religião em si que atrapalha, mais a forma erronea de interpreta-la, posso dizer por uma pessoa que viveu isso de perto, eu particularmente não tenho uma religião, acredito em Deus, simpatizo mais com umas menos com outras, enfim.
O Dú é de familia evangélica, uma das igrejas mais tradicionais e de doutrina rigorosa, durante sua adicção, fui com ele e com a familia algumas vezes ao culto dessa igreja, muitas vezes me emocionei bastante, acreditando cegamente em uma palavra muita repetida entre eles : Meu filho vc está liberto, o espirito ruim foi derrotado, vc será um vitorioso.
Nossa eu me emocionava com a emoção e a fé deles nessa frase e também acreditava que como em um passe de mágica, a adicção tinha sido curada e nunca mais eu viveria aquele pesadelo, de ver quem eu amo sendo perdido pelas drogas, me lembro bem que em um culto em especial, eu estava grávida de  meu primeiro filho, ele nasceria dentro de uma semana e o Dú vinha de um perído de ativa onde o uso estava sendo semanal, eu sofria demais chorava sozinha a noite toda, com medo, ansiedade, tristeza, dor, angustia não consegui a dormir, era tudo que eu mais queria mais não conseguia.
Então depois de mais uma noite em que ele me largou na casa da minha sogra e foi se drogar, no dia seguinte ele cheio de culpas e arrependimento, eu com o rosto inchado de chorar a noite inteira, minha sogra diz: É hoje meu filho que Deus vai tomar uma providência, vamos ao culto em tal lugar, fomos, chegando lá, eu parecia um zumbi, estava lá de corpo presente, minha mente e minha alma pairavam em um lugar distande de tudo aquilo, quando veio a palavra do culto, me lembro do ansião dizendo assim:
- Minha filha, Deus tem visto suas lutas, suas noites sozinhas em desespero, chorando de agonia, ele me mandou dizer que vc não está mais sozinha e mandou dizer mais, seu sofrimento terá fim, anota ai daqui 7 dias sua vida se enchera de bençãos e vc não derrubará mais uma lágrima sozinha nas noites de tormenta, pq Deus está contigo e a partir de agora ele te liberta desse calvário.
Não preciso dizer que essa hora eu chorava de soluçar,com uma expectativa danada pra essa "libertação" acontecer, e passar logo esses 7 dias, pra mim agora eu seria feliz pra sempre, não só pra mim, pra minha sogra, pro Du, pra todo mundo, o pesadelo dependência quimica havia acabado.
Passaram-se uns 8 dias e meu primeiro filho nasceu, sim aquele ansião estava certo e a palavra de Deus também, a partir daquele dia eu não choraria mais sozinha, tinha um bebe pra me acompanhar nas noites de desespero que não demoraram a acontecer.
Na época fiquei revoltadissima, cheguei a ir em outros cultos com a familia dele e ele, e sempre ouvia a mesma coisa "o espirito ruim caiu, meu filho está liberto" pra não ser a do contra e não decepcionar nem as pessoas e nem Deus eu me esforçava em acreditar, até que se passaram 6 anos e o tal espirito ruim caia mais levantava denovo e denovo e nada mudava...rs
Culpa da religião? Não culpa minha alias nossa que interpretava tudo errado, afinal Deus faz por nós o que não conseguimos, mas antes ele espera que a gente faça a nossa parte, e ninguém fazia no caso, eu não procurei grupo de ajuda, os familiares dele então não podiam nem ouvir falar, lembro que a minha sogra também se encheu e mudou o discurso: "Ou o espirito ruim cai ou Deus levará meu filho desse mundo", bom não precisava ser Deus pra saber disso, ou o Du parava de usar drogas ou um dia ele ia acabar em um dos 3 C, Caixão, Cadeia ou Clinica.
Quando depois de tanto sofrer tentando controlar a dependencia quimica do Du, eu comecei a entregar os pontos, comecei a entregar minha vida nas mãos de Deus e pedir que ele me guiasse, foram surgindo pessoas, informações e eu fui seguindo as pistas e colocando em prática o que eu aprendia, e um dia voltando a essa mesma igreja em um testemunho de um irmão cego, ele me emocionou e me fez entender como Deus age em nossa vida, a história dele foi mais ou menos assim.
Ele sofreu um acidente e perdeu a visão, depois de tanta tristeza e decepção em sua vida, ele conheceu essa doutrina, se encantou e começou a frequentar os cultos assiduamente. Nos cultos tinham os musicos que tocavam na orquetra os hinos da igreja, nasceu dentro dele uma vontade imensa de participar dessa orquestra, mais ele era cego, como que aprenderia a tocar um instrumento, procurou um professor de musíca da propria igreja afim de que o ajudasse a aprender, ele tentou, mais realmente não estava dando certo, o professor o aconselhou a aceitar a sua limitação, que se Deus havia permitido que isso acontecesse com ele, que deveria aceitar com resignação e se dar por satisfeito em fazer o que lhe era possivel, ele muito triste, foi embora decepcionado, arrasado, derrotado, mais uma voz dentro dele lhe dizia, não desista, seu coração aquecia sempre que se imaginava tocando os hinos durante o culto, ele se ajoelhou e pediu senhor se é da sua vontade me guie e me mostre do que sou capaz, ele tinha um violino em casa, sentou em sua cama, e se e esforçando por lembrar as notas dos hinos que havia tentado ensair antes com o professor, passou a se decidar, dia após dia, passava horas em seu quarto ensaiando sozinho se lembrando das notas, até que conseguiu tocar o primeiro hino, foi correndo mostrar ao seu professor o que ele havia aprendido, ao milagre que Deus estava operando em sua vida, o professor emocionado o abraçou e retomaram as aulas e hoje ele é musicista na igreja e toca nos cultos, em apresentações em outras cidades, ele realizou seu grande sonho, louvar a Deus tocando.
Emocionante não? Me lembro ainda que ele completou: irmão se vc tem um sonho, acredite nele, pra Deus nada é impossivel, Deus diz a vc faça até aonde seu braço alcança, aonde ele não alcançar mais confie em mim que eu farei por vc.
Era isso que as pessoas não estavam entendendo direito, o erro não é da religião que diz estar liberto,  o erro é nós que somos acomodados e queremos que as coisas aconteçam em um passe de mágica, quermos que nossas vidas mudem, que as pessoas mudem em um estalar de dedos.
Não definitivamente não é assim, Deus faz milagres, ele nos salva e cuida da gente todos os dias, mas a caminhada é nossa, quem tem que subir os degraus da escada da evolução somos nós, com nossos proprios pés, trazendo esse exemplo pra nossa realidade a dependencia quimica e a codependencia, se quisermos nos libertar de tamano sofrimento, devemos primeiro de tudo querer de verdade, assim como o cego queria aprender a tocar um instrumento, depois devemos procurar aonde adquirir conhecimento e força pra subir os degraus, devemos praticar, nos esforçar e ir subindo um de cada vez.
Os codependentes devem aprender a lutar pela propria felicidade, aprendendo a amar ao próximo como a ti mesmo, os dependentes devem lutar contra seu vicio pra viver uma vida digna e feliz

Fiquem com Deus

6 comentários:

  1. Sabe, Kel, na minha opinião, a religião bitolada sempre foi algo ruim, afinal, quem matou Jesus foram os religiosos... Por outro lado, se há algo que move céus e terra é a FÉ. A crença em Deus. Isso sim é benéfico. Saber que, mesmo diante desse problema tão enorme que vivemos, há um Deus maior do que nós, e que consegue ver o que não vemos, e com quem podemos contar sempre...
    Um forte abraço, querida!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. fiz esse post pra essas pessoas, que acreditam em um Deus que usa uma varinha mágica e acham que sem nos esforçar iremos conseguir...não basta acreditar, tem que merecer...tem que plantar pra colher...e infelizmente o que vejo muito por ai são pessoas que ficam olhando pra sua plantação, olhando pro céu e cantando e orando..esperando que Deus jogue as sementes, regue e colha por elas...não é bem assim...enquanto oram e cantam, plantem tb, mantenham a fé..pra quando vc tiver com as pernas fracas e não conseguir caminhar..ai sim levante seus olhos a Deus e peça...me de forças...ele dará ai é só se levantar e voltar a plantar pra poder colher..bju

      Excluir
    2. A fé sem ação é morta...
      Não é só sentar e orar, pra Deus mudar tudo...é correr muitoooo atrás...
      Muitas pessoas usam Deus, para continuar sentadas, esperando um milagre divino.

      Parabens pela evolução menina

      Excluir
    3. Este comentário foi removido pelo autor.

      Excluir
    4. O comentário da pink entrou acima do meu, daí ficou sem sentido, por isso removi... Eu dizia, concordo com você, Kel! Precisamos fazer a nossa parte!

      Excluir
  2. obriogada meninas...tendi Poly ;)..bjuuu

    ResponderExcluir