sexta-feira, 8 de março de 2013

depoimento de Ex mulher do Chorão



FONTE GI

 “Eu tentei tudo que vocês podem imaginar, mas infelizmente essa praga mundial que é essa droga, que está acabando com tudo, ganhou. Eu espero que outras famílias e outras pessoas não passem por isso que eu estou passando, eu os familiares todos, o filho dele, a mãe, os irmãos os amigos”, diz.

Questionada sobre qual seria o tipo de droga utilizada pelo ex-marido, ela afirmou que era cocaína. "Não era crack, era cocaína. Fazer o que? Celebridade todo mundo quer fazer uma 'preza'. Eu espero que essas pessoas escutem isso e fiquem na consciência de cada uma delas", completa.

Sobre a separação, ela explica os motivos. "Nós estávamos afastados em razão do que estava acontecendo com ele, na verdade eu estava tentando trazer ele de volta. Toda mulher sabe que às vezes uma separação nada mais é do que uma artimanha, uma arma que a mulher se utiliza para fazer uma chantagem emocional. Mas infelizmente eu perdi a guerra”.

Graziela agradeceu aos fãs pela demonstração de amor por Chorão. "Eu só tenho a agradecer pelo carinho que todo mundo demonstrou a ele, ao respeito ao trabalho dele. Apesar daquele exterior bruto, ele era uma pessoa maravilhosa, cheia de qualidades. Uma pessoa que só sabia dar, e por isso não ficou nada com ele. É tudo, é minha vida", conclui.



Impossível não chorar, impossivel não se emocionar...

Não Graziela..., vc não perdeu a luta..infelizmente essa batalha tinha que ser vencida por ele proprio.
Vc fez sua parte, lutou e lutou e lutou até o fim, até aonde deu, pra manter sua familia de pé.

Infelizmente essa "praga mundial" É FODA.

O que importa qual a droga?
Tudo só leva a um fim...Destruição.

Na minha concepção a diferença é a velocidade de destruição, o crack é muito mais veloz, a pessoa se deteriora em questão de meses.

Já a Cocaina a destruição é lenta, corroi aos poucos.

Tenho a impressão que os usuarios de Crack, conseguem na mesma velocidade com que encontram o fundo do poço, se reerguer, pq a queda é mas rápida e o contraste da vida deles antes e depois fica evidente pra eles.
Já o usuario de Cocaína como meu ex marido no caso, demora demais a chegar no seu fundo de poço, e nisso se passaram anos e a realidade que eles conheciam antes da adicção se afasta demais da realidade atual...elas se misturam, vira uma forma de vida, é dificil de se enxergar ao ponto de se chocar e ter um despertar.

Por isso Graziela e esposas, mães, ex esposas não se culpem.

Nós damos o nosso melhor pra salvar alguém, mais nesse caso infelismente a pessoa precisa querer ser salva de verdade....e esse querer verdadeiro infelizmente só entra no coração de alguns privilegiados...como dizem um adicto limpo por um dia é um milagre...e é mesmo.

O Chorão...pois é o Chorão...onde vc estiver que vc encontre sua paz

E galera que a triste partida dele sirva de exemplo pra que vcs entendam que com Droga não se brinca, ou vcs acham que ele a mente dele era fraca?

Quem pensa assim não tem a noção do tamanho do sofrimento que ele vivia, talvez até se tivesse passado por algo igual não tivesse suportado tamanha dor.

DROGA MATA.. E NÃO É EM UMA OVERDOSE APENAS

A droga mata aos poucos, ela deteriora sua mente, sua alma, seus sentimentos, ela não dói fisicamente, ela dói no fundo do seu coração....um buraco negro vazio, feio onde vc não enxerga a porta, onde vc não tem coragem de levantar do chão de medo, vergonha e culpa...é assim o FUNDO DO POÇO..

Tem uma saída sim..subir de volta...na unha, machuca e dói mais vale a pena.

Bom dia Fiquem com Deus

38 comentários:

  1. Esse depoimento da ex-mulher doeu em cada uma de nós...pq conhecemos essa dor. Vi em algum jornal que o irmão de Chorão quase agrediu a ex-mulher, que acusou ela, e fiquei imaginando como uma familia de codependentes pode ser insana. Agora a culpa é dela???? Com certeza enquanto ele estava vivo e ela sofrendo pela adicção dele, lutando pela recuperação, esse mesmo irmão não fez nada para ajudar....agora é muito fácil apontar o dedo. Lastimável.

    Janete

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. PROJETO MENSAGEM LIVRE
      TRATAMENTOS EM DEPENDENCIA QUIMICA

      Se você busca o que ha de melhor em tratamento em dependência química, onde a reabilitação é completa em todos os sentidos, basta ligar em um dos nossos telefones ou pelo site www.mensagemlivre.com e preencha o formulário, e aguarde nosso contato.
      Dispomos de uma equipe especializada e treinada para atender você e sua família, de forma discreta e altamente profissional.
      Temos um local apropriado e preparado para receber pacientes se necessitar de uma internação, voluntária e involuntária, equipe re resgate e um acolhimento diferenciado.
      Nosso trabalho é dirigido pelo renomado Sr. Altair Pesse, terapeuta em dependência química, que lhe dará pessoalmente toda atenção que merece e lhe esclarecerá qual a melhor direção no que diz respeito a tratamento que melhor lhe atenderá.
      Então procure-nos e receberá o que merece: respeito, seriedade e competência.

      Estamos 24 horas a sua disposição.

      Nossos telefones:

      Vivo 15 9 9772.0821
      Tim 15 9 8179.3999
      Claro 15 9 9107.2691
      Oi 15 9 8806.9672

      Excluir
  2. É verdade madrinha, não existem culpados existem VITIMAS...e todos são...por isso é importante quem tem um dependente quimico na familia, buscar informação em grupos, se fortalecer e principalmente SE UNIR não apontar dedos...pq essa doença é Terrivel, sozinho se torna mais dificil vence-la..FAMILAS SE UNAM, NÃO SE ACUSEM VOLTO A DIZER BUSQUEM AJUDA EM GRUPOR NARANON E AMOR EXIGENTE..VAMOS JUNTOS LUTAR CONTRA ESSE MAU

    ResponderExcluir
  3. "Eu tentei tudo que vocês podem imaginar, mas infelizmente essa praga mundial que é essa droga, que está acabando com tudo, ganhou..."
    São tantas Grazielas, Raquéis, Polyannas, Giullianas, Emilys, Bias, Natálias, Marias, Terezas... dentre outras...
    São tantas mulheres 'fazendo de tudo' na tentativa de salvar ao homem amado desse monstro da dependência química...
    É tanta dor... tanto amor...
    Dizer o quê?
    Peço a Deus que ilumine aos nossos amados, e lhes dê força para que esse mal não os domine, e que os seus finais sejam felizes!
    E quanto a nós, mulheres, aproveito o nosso dia para dizer: façam de tudo nessa luta, mas não esqueçam de si mesmas... amem muito, mas não deixem de amar a si mesmas... Vivam! E respeitem aos seus limites.
    Grande beijo no coração!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. E QUE DEUS NOS AJUDES E OS AJUDE NESSA LUTA !

      Excluir
  4. Nós, familiares de adictos, sofremos sãs o que eles tentam não sofrer usando drogas. Sò quem já sofreu com um familiar adicto sabe como nossa luta é dolorosa...
    Ela não perdeu, tentou o que podia, fez o que podia e tenho certeza que fez até alem do que podia...
    Amo vc meninas! Na luta sempre!

    ResponderExcluir
  5. Depoimentos de pessoas que vivem a Dependencia Quimica

    "Estou aq pensando como estou cansada...como posso me permitir...como posso deixar uma pessoa me deixar assim cansada psicologicamente...emocionalmente!!!
    Talvez cansada não seja a palavra certa,mas no momento é oq eu sinto!!!
    pois td oq vem me acontecendo ja não me dói tanto como antes,porem a tristeza é inevitavel"
    "SÓ POR HOJE meus pensamentos estarão concentrados na minha recuperação,
    em viver e apreciar a vida sem drogas."

    "Bom dia amigos!!!Hj o dia começou um pouco dificil.Desde ontem q a saudade me deixou vulnerável,vontade de ligar, d ver,de ouvir...O q eu faço com essa falta?"

    " Hj estou muito triste; infelismente meu irmão voltou a usar drogas. Sei que agora vai começar td de novo. Sei que a cocaina faz com que o usuario demore muito pra chegar ao fundo do poço; e com isso que sofre somos nós familia. Tenho muita pena dos meus pais pois eles sofrem muito; mais fazer o que.Vou orar e pedir a serenidade pra nós e entregar ele pra Deus. Só por hj funciona!!!!!!!"

    "Sóbrio? a melhor pessoa que já tive ao meu lado! Carinhoso! Amoroso! E mudou tanto a vida por mim! A recuperação estava muito próxima ... mas pela depressão, pelos problemas ... ele sempre tinha recaídas.

    Já não o vejo a mais de 1 ano ...
    Mas penso nele até hoje de 15 em 15 minutos"

    ResponderExcluir
  6. olá, sou um jovem de 21 anos, desde os 20 anos frequento esse mundo de raves, pvt, baladinhas e etc. lá temos contato com a grande maioria das drogas, porém nao são todos viciados... eu, em minha mera ignorancia interpreto que a dependencia quimica acontece apenas com algumas pessoas (e com algumas drogas), o pó (cocaina), a bala (ecstasy), o doce (LSD), não são drogas que causam a dependencia assim tão fácil... assim como há pessoas alcoolatras ao mesmo tempo que existem os que bebem muito e nao são dependentes... acontece o mesmo com as drogas ao meu ver... eu não gosto de condenar ou interpretar qualquer pessoa que use com frequencia ou "socialmente" qualquer tipo de droga como um doente. mas os verdadeiramente doentes necesitam muito de ajuda... adorei o seu texto, caso queira conversar me deixe seu e-mail. abraç

    ResponderExcluir
  7. Anônimo....o que você considera uso social ou beber bastante sem ser viciado pode ser um grande engano. Para tirar a dúvida, a gente sempre usa o seguinte teste: se a pessoa consegue ficar 3 meses sem usar a droga ou beber, e não sentir necessidade ou saudade, se ficar tranquilamente e sem esforço, então não é viciada. Caso contrário, ela está se enganando e enganando a familia.
    Existem sim algumas pessoas (raras) que usam ou bebem algumas vezes e não viciam. Porque a dependencia quimica tem uma base genética, a pessoa nasce com uma propensão para isso e assim que experimenta a bebida ou droga, os receptores no cérebro reagem à quimica e nasce a dependência.
    Não se engane com essa coisa de: uso socialmente, paro quando quiser. Todo dependente quimico diz isso.
    Bjusss e se cuida.

    Janete

    ResponderExcluir
  8. Ola Anonimo (21anos) complementando a Janete acima, a dependencia quimica de algumas drogas só mostram as suas GRAVES consequencias depois de um longo tempo de uso uns 5 anos aproximadamente, a bebida o tempo é bem maior com certeza, e infelizmente as pessoas começam assim na brincadeira, usando "socialmente" sem se darem conta suas vidas vão sendo dominadas e elas se tornam escravos da "tal busca pela liberdade artificial"...falo por mim mesma, desde meus 15 anos, frequento baladas, haves,barzinho, ja enchi muito a cara..., cresci com usuarios de tudo quanto é tipo de drogas que começaram assim...tomando umas breja, fumando maconha, e foram seguindo a escadinha...posso te afirmar que 15 anos depois, se eu me relembrar de 10 amigos que experimentaram socialmente apenas 1 deles tem uma vida normal hoje isso pq parou, o restante? Preso, morto, doido...e assim vai...
    Se quiser trocar idéia meu email netrak_r@hotmail.com
    Bjus um forte abraço e se cuida...não jogue sua vida no lixo...

    ResponderExcluir
  9. Podemos ser honestos conosco e, por um instante, nos questionarmos: Podemos controlar os nossos adictos, ou lidarmos com eles sem nos descontrolarmos afetivamente a todo instante?
    Podemos modificá-los ou obrigá-los a parar de usar drogas e a nos amar e ser da maneira como gostaríamos? A resposta é bem simples e óbvia: Não podemos controlá-los, moldá-los, modificá-los, persuadi-los, obrigá-los ou convencê-los a viverem as suas vidas da nossa maneira. Digo isso, queridos, porque hoje, depois de querer tanto modificar as pessoas que amo compreendendo que amor de verdade não pode estar condicionado a nada. Percebo que o amor e o controle, não pode ser amor, mas sim o egoísmo agindo desenfreadamente.
    Pois amor de verdade não pode estar condicionado a nada.
    O controle é o núcleo da nossa doença, em alto estágio de evolução. Se eu não libertar a outra pessoa, jamais me sentirei livre; estarei sempre atrelada a ela, e ao medo de que as minhas expectativas não sejam correspondidas.
    Preciso estar bem comigo mesma, buscando equilíbrio, para que a minha mão possa estar estendida, na hora certa em que o pedido de ajuda vier... vou deixar bem claro, se vier, ok?

    Darléa Zacharias, autora de livros de autoajuda na área da dependência química e da codependência.

    ResponderExcluir
  10. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  11. Eu li agora pouco em um site um depoimento de uma amiga do chorão que diz o seguinte: ele não tinha motivos aparentes pra se drigar, não era uma fuga, não era nada acho que ele queria viver oe stilo Rock Roll...GENTEEEEEEEE ACORDA ELE USAVA DROGA PQ ESTAVA DOENTEEEE

    DEPENDENCIA QUIMICA MATA E MATOU NESSE CASO INFELIZMENTE

    ResponderExcluir
  12. Infelizmente , mais uma vitima dessa droga maldita, milhares de pessoas estão neste momento sofrendo e fazendo seus familiares sofrer . Meus familiar teve dois surtos psicóticos onde destruiu tudo e tentou me matar . è horrivel e triste ver uma pessoa transtornada , agredindo você , acusando e se destruindo .Mais infelizmente muitas vezes temos que deixar e observar pois o PS age somente quando permitimos . Sofri e ainda sofro pois o medo me assombra . Mais como diz o programa Um dia de cada vez .

    ResponderExcluir
  13. Foi emocionante mesmo o depoimento da Graziela, é como a Poly disse, nela podemos ver cada uma de nós, a mesma dor, o mesmo sentimento....

    ResponderExcluir
  14. Triste é saber que perdemos um grande musico. Curto muito suas musicas desde muleque, mas tenho certeza que onde estiver vai estar compondo otimas musicas. CBJR PORRA!

    ResponderExcluir
  15. Eu sou um dependente me ajuden por favor.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. vc poderá encontrar ajuda no AA; NA; CAPS AD e outros grupos de apoio para DQ.

      Boa Sorte!

      Excluir
    2. PROJETO MENSAGEM LIVRE
      TRATAMENTOS EM DEPENDENCIA QUIMICA

      Se você busca o que ha de melhor em tratamento em dependência química, onde a reabilitação é completa em todos os sentidos, basta ligar em um dos nossos telefones ou pelo site www.mensagemlivre.com e preencha o formulário, e aguarde nosso contato.
      Dispomos de uma equipe especializada e treinada para atender você e sua família, de forma discreta e altamente profissional.
      Temos um local apropriado e preparado para receber pacientes se necessitar de uma internação, voluntária e involuntária, equipe re resgate e um acolhimento diferenciado.
      Nosso trabalho é dirigido pelo renomado Sr. Altair Pesse, terapeuta em dependência química, que lhe dará pessoalmente toda atenção que merece e lhe esclarecerá qual a melhor direção no que diz respeito a tratamento que melhor lhe atenderá.
      Então procure-nos e receberá o que merece: respeito, seriedade e competência.

      Estamos 24 horas a sua disposição.

      Nossos telefones:

      Vivo 15 9 9772.0821
      Tim 15 9 8179.3999
      Claro 15 9 9107.2691
      Oi 15 9 8806.9672

      Excluir
  16. ESTOU EN ABSTINENCIA A 10 ANOS E POSSO TE AJUDAR.MAS NÃO ESQUECE UMA COISA DEPOIS QUE VOÇE DECIDIR ENTRAR EN RECUPERAÇÃO JAMAIS OLHE PARA TRAZ.POIS E PRA FRENTE QUE ESTA UMA NOVA VIDA.

    ResponderExcluir
  17. Procure o grupo NA...www.na.org.br...la vc com certeza encontrará a ajuda que precisa

    ResponderExcluir
  18. oi sou casada ha 12anos e meu marido e dependente de crake ha alguns anos,ele tem emprego é esforçado e graças a deus ainda n chegou no fundo do poço,temos uma filha de 5 anos,ele consegue até ficar alguns meses sem usar mais sempre tem as recaidas e quando acontece nossa vida vira um inferno agora mesmo ele está em recaida estou em tempo de enlouquecer pois dessa vez ele esta se entregando demais a essa droga e está a um pé do fundo do poço, n sei mais o q fazer p ajuda-lo pq ele nunca aceitou ajuda de um profissional,estou pensando em me separar mais eu o amo demais e acabo desistindo pq ele fala pra mim q se eu for embora c minha filha ele faz uma loucura c ele mesmo,ai fico c medo dele se afundar de vez e eu só quero o melhor pra ele mais essa droga já está conseguindo acabar c minhas forças n sei o q fazer por favor me ajude,e parabens pelo seus 10 anos de luta me fale como vc conseguiu e o q vc usava qual era o vicio,fica com Deus

    ResponderExcluir
  19. Querida Anonimo, ninguém pode salva-los, eles proprios que precisam querer, vc precisa se cuidar nós que temos relacionamentos com dependentes quimicos nos tornarmos CODEPENDENTES...e acredite a gente só atrapalha quando tentamos salva-los, se vc quer ajuda-lo busque ajuda pra vc nos grupos Naranon e Amor Exigente, depois de conviver 6 anos com um adicto só depois que comecei a ME TRATAR...que ele buscou internação....FAÇA POR VC...FIQUE COM DEUS

    ResponderExcluir
  20. Nossa é muito triste ler tudo isso, eu não tinha noção do poder de destruição das drogas até começar a ler esses depoimentos tão sofridos.Faz pouco tempo que descobrir ser uma codependente, namoro a 5 meses com um DQ e fazem 22 dias que ele está longe de casa, ele só se comunica pelo face, ele diz que está bem, mas não assume que teve um recaída e está na ativa, a mãe dele está desesperada.É a primeira vez que isso acontece tão intensamente dentro do nosso namoro, está sendo muito difícil para mim, não sei como convence-lo para fazer o tratamento, cheguei a pensar em desistir de tudo, mas quando eu vi o depoimento da ex-mulher de Chorão mudei de ideia. Deus está sendo a minha força. Vou procurar tratamento para mim, ainda que está no inicio da Codepedencia. Não sei ainda me desligar e viver a minha vida, preciso aprender a fazer isso. Gostei muito desse blog, me deu muita força.Parabéns Kel pela iniciativa, Que Deus continue abençoado todos nós nessa grande batalha. Kel eu sei o quanto já sofreu pelo seu DQ, mas não perde a esperança não.Deus é um Deus do impossível e se vc crer ele vai operar milagre na sua familia.Participo de uma comunidade que trabalha com dependecia.Tamo Juntas .www.ocaminho.org.br

    ResponderExcluir
  21. Hoje esta fazendo uma semana que coloquei fim a um relacionamento de 10 anos com D.Q., estou sofrendo muito por que amo muito ele, mas ele chegou no fundo do poço, nao trabalha, nao quer nada com nada, nao se importa com a familia, nao come e esta roubando direto. Sinto que logo vamos perde-lo e nao posso fazer mais nada, a nao ser me afastar para nao me prejudicar mais ainda. Minha familia é toda contra ele e ainda tenho um filho adolescente que nao suporta o jeito dele, queria muito que ele mudasse mas estou entendendo que é ele que tem que querer e nao eu. Hoje exite uma pessoa em minha vida que faz tudo por mim e que estamos nos conhecendo, mas ainda nao consigo esquecer o grande amor da minha vida, que trocou tudo pelo crack.

    ResponderExcluir
  22. Querida anonimo, busque ajuda em terapias de grupos pra vc é de extrema immportancia tratar nossa codependencia, vão os sites: www.amorexigente.org.br ou www.naranon.org.br fique com Deus

    ResponderExcluir
  23. Olá, tenho 31 anos e uma filha de 1 ano e 6 meses. Meu esposo é adicto usa cocaína e crack.Fiquei com ele 6 anos e meio. Larguei dele há uma semana......Morava com ele e com os pais dele. Ele ficou bastante tempo limpo.....durante minha gestação não tivemos problemas. Mas depois de 3 meses que minha bebê nasceu começaram as recaídas..........com um ano e 2 meses minha filha sofreu uma queda e teve trauma de crânio.......ela ficou mal na uti. Após isso ele fez uma promessa......disse que se ela vivesse ele não colocaria mais alcool e drogas na boca. Senti que ele dizia a verdade e achei que não teriamos mais problemas.......a bebe com o milagre e a graça de Deus ficou bem e não teve sequelas. Mas ele após 3 meses da melhora da nossa filha voltou a ter recaídas. Mesmo jurando pela menina que não usaria mais drogas voltou a recair.....Pensei em ir embora da casa dos pais dele e da vida dele, mas os pais disseram que seria melhor dar mais uma chance, alem do mais eu já havia ido embora para casa dos meus pais e voltado com ele mais de 2 vezes...........Aí voltava com ele e minha familia ficava sem conversar comigo.....não queriam nem ver minha cara. Não o abandonei na 1 recaída após a sua promessa....ele disse que tava arrependido e não faria mais.....Mas um mes depois saiu para arrumar o carro e só apareceu 4 dias depois.....Fui embora novamente para casa dos meus pais........faz uma semana que estamos separado.....ele tem certeza de que vou voltar com ele. Minha decisão de ficar separada está me doendo muito......pois me acostumei a viver com ele. Mal consigo comer....ele ainda esta me procurando, me chamando para jantar e se reconciliar.....diz que sem mim não tem motivos para continuar vivendo....Mas dessa vez não vou mais voltar com ele, pois se depois de tudo que passamos ele não consegue parar de ter recaídas ...dificilmente vai mudar. Além do mais quem precisa de cuidados e amor é minha filhinha....e não um marmanjo de 27 anos que a cada alteração de humor ou a cada estresse desconta sua infelicidade com a vida em drogas e mais drogas.......Tomei a decisão de me afastar pq desde que o conheci, alem de ter envelhecido muito....não posso fazer planos........Por exemplo esta na hora de começar a planejar a festa da bebê que será em outubro........se estivesse com ele teria que planejar a festa um dia antes caso ele não tivesse sumido......Ela não tem que pagar as consequências de um mal que ela não pratica........

    ResponderExcluir
  24. Anônimo...sinta-se a vontade em partilhar conosco suas experiências, aqui fizemos grandes amizades, não se sinta sozinha...porque você não está... Bjus Kel

    ResponderExcluir
  25. Olá Bom Dia
    Sou a pessoa que postou o comentario anterior. Já faz 1 mes que não estou mais com ele. Meu coração esta partido pois o amo muito. Ele me procurou diversas vezes tentando reatar, e quase voltei. Mas pensei que se eu voltasse com ele eu brigaria com toda minha familia e ele ficaria alguns meses bem, mas depois recairia novamente,e eu teria novamente que enfiar meu rabo entre as pernas e pedir ajuda a minha familia .Estou com muita saudade e muito triste, espero que esse sentimento passe logo. Mas decidi não voltar, pois o sofrimento continuaria. Então chega.....acabou!!!!!vou cuidar de mim , pois me descuidei de mimem todoss os aspectos, pois não tinha tempo, era o tempotodo andando atras dele com medo dele ter uma recaida.

    ResponderExcluir
  26. Tenho 43 anos e tenho um relacionamento há 22 anos, descobri há 6 anos que ele é usuário de crack. Nossa vida nunca foi tranquila, sempre houve desentendimentos por causa de farras e amigos, mas em 2009 descobri que ele é adicto e que toda a família sabia, só eu que não, naquele momento algo se quebrou dentro de mim...
    Mesmo assim, começamos a morar juntos por pressão das irmãs e mãe dele, que queriam se livrar do problema... De lá para cá, envelheci muito, desenvolvi depressão, engordei, não durmo de noite, já passei por todos os estágios, de culpa, de cobrança, de desilusão, chorei, fui atrás, mas nada mudou a situação.
    Antes era uma excelente profissional e aluna, com rendimentos excelentes, mesmo trabalhando muito... hoje minha atuação é medíocre.
    Na tentativa de melhori até tive uma filha, na esperança que algo mudasse, aí piorou, e muito. Durante a gestação em alguns momentos pontuais, quando tentei impedí-lo de sair, ele foi hostil, grávida de 8 meses ele me jogou no sofá e também jogou meu carro em cima de mim. Eu percebi logo que se tentasse impedir que se drogasse, ele facilmente me agrediria.
    Ele é uma pessoa educada, nível superior, família de posses, de trato amável com todos, profissional bem sucedido e com condições de bancar o vício. Ninguém diz que ele tem problemas, até a família dele alega que o vício dele não é crack, que eu é que "exagero", ou seja, se for cocaína, maconha, álcool, tudo bem, é aceito por eles, mas como é crack, eles negam que o problema existe.
    Já peguei ele fumando em casa, e fechei o tempo...Eu pareço uma louca, mal cuidada, largada, amargurada, mal amada, embora todos à minha volta me digam que sou um exemplo de felicidade, pois sempre sorrio para todos. No trabalho até ganhei um prêmio por estar sempre sorridente. Como a aparência engana...
    Semana passada, cansada de suas mentiras, eu o agredi fisicamente, bati nele até meus braços doerem, depois fui trabalhar como se nada tivesse acontecido. Pedi para ele sair de casa, ele pegou algumas roupas e saiu, à noite a gente se encontrou perto de casa, ele dizendo que estava perdido, sem saber para onde ir, então voltou para casa novamente. Alto grau de "coda" (aprendi hoje)!!!

    Sinto muita dor por afastar minha filha do seu pai, mas não posso mais aceitar o desamor que recebo diariamente.O blog e os depoimentos estão me ajudando a formular minha separação, que mais do que necessária para a recuperação dele, é vital para minha própria sobrevivência. Estou pensando na melhor forma de fazer isso...
    Detalhe, meus pais não sabem de nada do que acontece, não são pessoas com estrutura para me apoiar, e ao contar para eles, eu teria mais problemas do que ajuda.
    Obrigada pelo blog, me ajudou muito.

    ResponderExcluir
  27. Primeiro gostaria que recebesse meu abraço (........--........) conheço todas as dores descritas acima, você não está sozinha, sim viver dessa forma só colabora pra que as coisas piorem, tanto pra vc, como pra ele e pra sua filha...sim doia demais quando pensava em afastar meus dois filhos do pai, mas depois que eu sai de casa, pude perceber que isso só fez melhorar a qualidade de vida que levavamos...sair de casa pode colaborar pra recuperação dele ou não...mais na verdade é que nem vc nem ninguém pode de fato ajudar se a própria pessoa não quiser ajuda...formule direitinho a melhor forma pra que vc possa se libertar...espero e torço pra que não precise tomar atitudes drásticas, mas se for necessário tome...não importa a idade...sempre há tempo de ser feliz...seja feliz AGORA....bjus

    ResponderExcluir
  28. PARTE 1

    18/09/2015

    Ola ,tenho 39 anos sou mãe de um D.Q adolescente de 16 anos em recuperação e limpo, ha mais de 35 dias,Minha vida iria virar um INFERNO e eu não sabia era totalmente leiga no assunto até porque eu tinha pavor, hoje tenho muito mais.
    Tudo começou mais ou menos ao final de 2013,um "AMIGUINHO"que inclusive era de infância e da mesma escolinha , eu conhecia os pais,convidou meu filho para ir dormir na casa dele 2 vezes ,ele foi,na ultima vez voltou muito nervoso porque eu implorei para ele vim embora imediatamente, pois eu havia deixado apenas um dia e ele ficou 2 dias além desligar o celular,e me deixou muito preocupada ,afinal nunca havia feito isso.Quando ele abriu a porta da sala "MEU DEUS ,EU VIA ÓDIO MUITO ÓDIO NO OLHAR DELE,começamos a discutir pelo que ele havia feito,e ele estava completamente transtornado e começou a quebrar as portas do guarda roupas com porrada e chutes,eu fiquei muito assustada,mas juro eu imaginei que ele estivesse tomado energético com vodka , ou alguma coisa assim ,não que o álcool deixasse de ser DROGA "acabou ficando acelerado ,nunca iria passar pela minha cabeça que ele estava fazendo o uso de LANÇA,COCAÍNA e foi a MACONHA a porta de abertura para que ele viesse usar as anteriores,2014, 2015 ,muitas brigas e discussões ,agressões verbais e por pouco não bateu em mim A PRÓPRIA MÃE,mas cuspiu na minha cara ,me chamou de vagabunda pra cima no meio da rua,tive receio dele me bater esse dia também,pois encostou o dedo na cara,eu recue que VERGONHA ,ameaçou o PAI chamamos até a policia pra ele , 2014 ele ficou 3 meses limpo ,caiu por conta dos zamiguinhos que deram a iniciação de drogas na vida dele,ele não praticou o evite amigos da ativa,enquanto isso eu frequentava o nar anon.só vim descobrir que ele estava fazendo o uso dessa MALDITA COCAÍNA,no final de 2014,porque o PAI colocou ele contra a parede,MEU MUNDO CAIU ,DESMORONOU,sempre fui uma mãe atenta ,descolada ,aberta , quando me perguntava sobre as drogas nunca tive receio de falar ,explicava tudo e sempre dizia...Filho se algum amiguinho te oferecer essas coisas não aceite nunca , não é teu amigo,mas não adiantou,Vivia e vivo em função dos meus filhos ,tenho um casal,o MIGUEL (nome fictício do meu filho )era um JUDOCA e dos bons ,eu tinha orgulho de ve-lo competir aos 12 e 13 anos,adora andar de bike e jogar bola,era um moleke sadio geração saúde mesmo.Enfim depois da recaída de 2014 ele não parou mais ,veio me pedir ajuda há um mês e 15 dias atras ,foi internado pediu para sair da clinica com 22 dias,eu retirei porque fizemos um acordo,a hora que ele quisesse sair eu pediria a alta,e acabei pedindo por outros motivos também,que não vem ao caso agora,hoje ele está tomando medicamentos fortíssimos para passar a vontade e mesmo assim bate abstinência e a fissura é desesperador,está fazendo acompanhamento no CAPS ,N.A e AMOR EXIGENTE E eu também vou,estou frequentando junto com ele uma igreja ,bem legal moderna e voltada para os adolescentes..........

    ResponderExcluir
  29. 18/09/2015
    PARTE 2
    Agora está fazendo os trabalhos de escola em casa,pois não tem condições de frequentar as aula dopado,Nunca repetiu de ano ,2°colegial,estava trabalhando e pediu as contas para se internar ,Mãezinhas fiquem atentas a qualquer comportamento diferente,nem toda rebeldia de adolescente é normal,cuidados que eu deveria ter ficado atenta ......Desliga o celular e deixa cx postal pra não ser incomodado sempre que sai,Quando fica muito tempo no banheiro e leva canetas ,verifiquem,as canetas de escola sempre fica um restinho de pó,fucem a mochila ,é natural vc é mãe,passe a língua em cartões magnéticos,aspiram em dinheiro enrolado também,se adormecer é COCAÍNA,Quando não cumprem as regras e horários estipulados para chegarem em casa com muita frequência,papel de seda guardam,nos bolsos,Halls preto, cheirem as roupas deles,,e o tal narguilé usam pra disfarçar ,o meu fez diversas vezes e eu achando que era essência ,mas não gostava disso também,entrem no Google verifiquem ,o que ele ou ela anda acessando,Que tipo de musica anda ouvindo ?Faz apologia ao que as musicas?as amizades sondem,pois o meu se perdeu com o filho de um casal conhecido de anos ,não deixem dormir fora se não conhecem de fato a conduta dos adultos que ficarão responsáveis,
    QUERIDAS (OS)É APENAS UM TOQUE E RELATO,EU ESTOU PADECENDO NUM INFERNO,E NÃO DESEJO ISSO PRA MÃE NENHUMA ,Ó MUNDÃO ESTÁ DOIDO PARA ENGOLIR NOSSOS FILHOS,EU AMO TANTO O MEU QUE DOÍ,ACREDITEM VOU LUTAR POR ELE,Estou participando das reuniões do Amor exigente ,é o que está me dando um pouco de força,mas estou decepcionada,arrasada,me sentindo traída por ele,não saio mais de casa, logo eu que gostava tanto de dançar ,das festas em família ,agora tenho que me resguardar, ,por causa dele,graças a Deus nunca roubou,mas minha confiança nele acabou.
    MEU DEUS ATÉ QUANDO?SERENIDADE SEMPRE.

    ResponderExcluir
  30. Até quando?!..realmente não sabemos...força minha querida pra aceitar...entregar e confiar...vc não está sozinha...um grande abraço..se quiser existe um grupo no face, me mande um email que posso pedirem pra inclui-la...bjus

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Bom dia amada !aonde posso encontrar o seu e-mail? Mandarei com certeza ,preciso de ajuda e preciso conversar com pessoas que entendam o que estou passando.

      Excluir
  31. Olá o e-mail é netrak_r@hotmail.com ;)

    ResponderExcluir
  32. Olá amigosss, estamos com um grupo no whatsapp com diversas experiencias, pessoas que ainda usam drogas mas querem se livrar, e é uma oportunidade legal de conversar, desabafar, afinal é um espaço onde muitos estão na mesma situação e precisando de apoio, e outros que já passaram pelo vicio e estão tentando ajudar. Se quiser entrar no grupo é só acessar pelo link direto do grupo do whatsapp:

    https://chat.whatsapp.com/4iXzUWhSoPU2ZhrXWttpJP

    Esperamos vocês

    ResponderExcluir