segunda-feira, 28 de janeiro de 2013

posso dizer que VALEU A PENA



Buenas Galera...!!

Meu feriado foi tranquilo, em casa com as crianças acabei não saindo...mais foi gostoso dormi até...sexta foi feriado aqui em Sampa...ebaaa

Na quinta-feira fui ao Amor Exigente, levei um amigo cujo irmão está internado.

Nossa quanta saudades, revi muitas pessoas queridas e que me ajudaram muito na minha recuperação, vi pessoas que quando eu já estava com 7 meses de tratamento, essas  pessoas estavam chegando, e lembro a partilha delas cheia de tristeza de angustia, desespero, desesperança....e pude ver nessa ultima partinha depois de uns 5 meses quanta mudança, maavilhosa na vida delas.

Uma companheira que frequenta o grupo há 9 anos, casada há mais de 25 anos com um DQ relatou:

Finalmente o véu caiu da minha vista, engraçado eu venho aqui há 9 anos, eu estudei muito, eu sabia exatamente o que eu precisava fazer, mais eu nunca me preparei pras mudanças, eu nunca tive coragem de me modificar, confesso que foi extremamente dificil, dolorido, olhar pra minha vida e ver um vazio, mais finalmente eu tive corajem e arregacei as mangas vendi minha casa e me mudei pro interior, nossa, estou tão em paz, leve, feliz....eu consegui graças a vcs graças ao Amor Exigente.

Uma mãe de um DQ que está internado:

Quando eu comecei a frequentar vim aqui somente pra pegar o papel de frequencia pra poder visitar meu filho, no inicio eu tinha dificuldades em falar, me abrir, mais eu continuei voltando, trouxe meu marido, e hoje nossa que gostoso vivo outra história na minha casa, aprendi a ter consciencia até aonde vai o meu limite e aonde começam dos outros. Quanto ao meu filho, eu tenho fé que ele vença, eu sempre vou ajuda-lo com muito amor mais também com muito respeito por mim e por meus outros familiares, e se Deus me livre acontecer algo a ele devido ao uso de drogas, eu tenho meu coração e minha consicencia tranquila pq eu sei que não sou culpada pela doença dele,  eu não sinto mais vergonha em dizer que meu filho é usuario de drogas pq isso é uma doença.
E eu vou lutar sem nunca desistie,a não ser que ele desista...mais mesmo assim ainda me darei o direito de ser feliz

Uma companheira que já é separada de seu marido há 3 anos que é DQ

Nós temos uma história de 9 anos, há 3 ja não vivemos mais junto, mais eu to sempre apoiando ele e a mãe dele quem eu amo de paixão.
Eu também vim aqui somente pra buscar o papel de frequencia pra poderm visita-lo, e não consegui mais parar de vir, percebi o quanto eu tb precisava de ajuda, como minha vida era a vida dos outros e hoje enxergo que o problema sempre esteve em mim, por um lado me alivia pq vi que cabe a mim resolver.
Quanto ao meu ex está no final de sua internação e tranquilo se Deus quizer continuará firme no seu propósito

Minha partilha

Hoje me identifico muito com o que vcs disseram, graças ao grupo Amor Exigente eu pude aprender sobre a dependência quimica e sobre a codependencia, pude me olhar no espelho e entender que meus fantasmas são meus, e que eu precisava enfrenta-los, até que consegui, lidar com a culpa, o medo,a  covardia...e olhar pro vazio que era minha vida...depois que eu entedi o pq desse vazio que me corria por dentro me fazendo buscar "alivio" na vida de outras pessoas, pude escolher buscar uma forma saudavél de preenche-lo e estou aqui lutando dia a dia pra isso, pra me tornar uma pessoa melhor.

Gente como é importante essa ajuda mutua, fico imensamente feliz em saber que nossos blogs tem feito um partezinha nessa divulgação...

Ver reportagens como o do Blog da Polly, noticia no Estado de São Paulo como o blog da Giu.
Gente eu vi na Globo divulgarem o site do NARANON..cara isso me arrepiou, chorei me emocionei ninguém entendeu nada...rs

Só nós que vivemos essa tragédia "DROGAS" na nossa familia, conseguimos compreender a dor nos olhos de outra pessoa que vive o mesmo.

Só nós que conseguimos encontrar apoio sem discriminação nos grupos (Amor Exigente, NARANON) nos blogs nos grupos, sabemos o quanto isso é fundamental e importante pra mantermos acesa a esperança nos nossos corações

Só nós que depois de percorrermos essa estrada sem fim que se chama recuperação, quando levamos uma palavrinha de conforto a alguém que nem conhecemos e vemos nos olhos dessa pessoa um brilho de esperança sabemos a DADIVA desse momento.

No fim ainda conseguimos olhar pro céu e agradecer sabendo que VALEU A PENA, cada luta, cada vitória, cada sofrimento, cada lágrima, cada sorriso.

Obrigada a todos vcs por partilharem as suas histórias e podermos gritar ao mundo que sozinho ninguém é nada mais que: JUNTOS SOMOS MAIS FORTES

É isso ai galera TAMU JUNTO

Obs: Quanto ao Du, segue internado, a visita será dia 10/02 na verdade, fiquei muito feliz em saber que ele FINALMENTE está aceitando o tratamento e pedindo ajuda...é isso mesmo...ELE NÃO ESTÁ MAIS REVOLTATO...ELE PEDE AJUDA...HAHA UHUUUUUU..

FALA AI SE NÃO VALEU A PENA...

BJUUUUUUU

6 comentários:

  1. Bom dia Kelzinhaa !!!
    Tbm vi o site do Nar anon e me senti como vc rsrs só quem passa pode entender rsrs

    Fico feliz em saber que o Du levantou a bandeirinha branca rsrs eita coisa boa !!!

    bjsssss

    ResponderExcluir
  2. Só mudando de assunto, quem tem sofrido muito mais as sequelas sou eu.....pois virei uma co-dependente sem me dar conta e para pior ciumenta. Mas agora quem está em tratamento sou eu
    Mas quem sabe um dia eu aprenda a ter o coração frio
    Bjus

    ResponderExcluir
  3. ola Monica...a gente se torna codependente sem perceber...só nos damos conta quando estamos machucadas demais..na verdade a recuperação não se trata em ter um coração frio...mais em nos colocar em primeiro lugar...o q pra nós codependentes no inicio parece um absurdo, nos sentimos frias e egoistas...mais aos poucos entendemos q é amar de uma forma saudável pra que não nos machuquemos tanto...fica com Deus e um forte abraço..tamujunto viu

    ResponderExcluir
  4. Kelzinha, ai que postagem mais linda!!! É gostosa essa sensação de poder olhar para trás e conseguir enxergar a luz através das nuvens escurar não é mesmo? Valeu a Pena sim Kel, você mudou e muito e tenho certeza de que apesar da dor vivida, você soube tirar o melhor disso tudo! TMJ

    ResponderExcluir
  5. Que bacana!!! Adorei ler o seu post, me identifiquei muito!!! É bom saber que não estamos sozinhas nesta luta e que juntas vamos conseguir mudar alguma coisa e principalmente a cada uma dia nós. É que nós também temos uma doença e que poucos sabem e dão a verdadeira importancia, mas Deus é tão bom que prepara todas as coisas...Tenho certeza que o nosso futuro será bem melhor do que hoje e que conseguiremos ajudar muitas pessoas a se encontrarem, a descobrir e tratar essa doença e vamos saber guerriar melhor com a dependencia quimica. Kel, que Deus te abençoe sempre e que este seu trabalho de amor continue a nos tocar e a nos ajudar. Grande bjus.
    Tatiana M. Lopes

    ResponderExcluir
  6. A primeira vez que ouvi falar do naranon foi numa propaganda na televisão, nunca tinha ouvido falar, nem sabia que existia. Na época entrei no site, mas não tinha nenhum grupo nem perto de onde eu morava... cheguei a mandar email mas acho que nem responderam... Acho que está na hora do grupo se estender a internet... Cçaro que pessoalmente é melhor, mas infelizmente tem muita gente que não tem acesso. Pra quem mora nas grandes cidades é fácil, mas quanta gente tá la nos cantões de interior e não sabe o que fazer? Os blogs ajudam muito, foi o que me ajudou... mas se tivessem partilhas pelo site também, chats, sei lá... ajudaria muito também. É só uma ideia, não uma crítica...

    ResponderExcluir