quarta-feira, 14 de novembro de 2012

que sirva pra MIM e pra VCS

Sem pedras na mão
Como disse Chico Xavier, todos nós temos certo grau de periculosidade, isto é, todos nós ainda percorremos a estrada do erro. Diante disso, com que direito iremos condenar aqueles que tropeçam nas mesmas pedras em que nós também tropeçamos? Jesus nos formula uma pergunta muito objetiva, cuja resposta, creio eu, ainda não demos porque não temos o que responder:

Por que é que você vê o cisco que está no olho do seu irmão e não repara na trave de madeira que está no seu próprio olho?


Quem cuida muito da vida alheia está cuidando pouco da sua, o que é lamentável, porque há tanto trabalho interior a se realizar na busca do nosso aperfeiçoamento, que não nos sobraria tempo para vigiar a conduta do próximo. E quem não cuida de si mesmo jamais conseguirá ter progresso na vida, pois seu mundo íntimo, onde todos os projetos de vida se iniciam e se sustentam, está repleto de traças e ervas daninhas.

Médium: José Carlos De Lucca. Da Obra: "Alguém me Tocou".

Um comentário: