quarta-feira, 10 de outubro de 2012

amor, culpa, insegurança ou insegurança, culpa, amor!!! Eita balaio de gato




Buenas Galera

Por aki tudo indo...os sentimentos se confundindo, bom mais agora pelo menos eu já estou conseguindo identifica-los...hahaha..antes quando eu me perguntava o que estou sentindo a resposta era não sei....hihihih...agora ao menos consigo dar nomes aos bois(sentimentos)...hehe..meu e do meu marido.

Quem acompanha o blog sabe que eu queria dar um tempo no casamento pra "respirar", pra definir os sentimentos dentro de mim, porém todavia e contudo...não foi possivel então a proposta foi que eu e meu marido vivessemos como bons amigos debaixo do mesmo teto pelo menos por um tempo...EU PRECISO DESSE TEMPO MEEESSSMOOO..

É impressionante, a um tempo atrás eu tinha que implorar pra ele me da um beijo, um abraço...agora só pq eu não quero...o homi quer ficar pendurado no meu pescoço...genteeee...que marcação serrada do caramba...isso ta me incomodando..pra não dizer irritando...rs...ontem foi froids...aff..não me largava, agora de manhã tb, eu como uma boa codependente pra dizer um NÃO...dói até a alma...mais eu fui obrigada a dizer...pq senão ja estaria eu passando em cima dos meus sentimentos pra  não me sentir culpada em relação a ele, ai agora de manhã liguei pra ele, e expliquei denovo o nosso "acordo", que ele não me levasse a mau, mais que eu não queria fazer as coisas por pressão dele, mais sim por vontade...ele aceitou meio tristonho...mais aceitou...a gente fazer o que...eu sei que em um relacionamento os dois erram..mais ele sabe bem as coisas que ele aprontou pra gente chegar no ponto em que chegamos...e eu tb sei..por isso quero fazer diferente dessa vez, seguir meus sentimentos...de amor proprio e não de culpa....

Percebo nisso tudo tb o quanto meu marido é inseguro, pra tudo na vida...EXATAMENTE tudo..haja insegurança...desde relacionamento, a emprego, a familia...

Hoje pelo menos consigo enxergar quando eu sinto culpa, quando eu sinto amor e quando a insegurança ronda o relacionamento...

Quero aprender bem a separar esses sentimentos pra tentar ser o mais assertiva possivel, e fazer diferente, pro resultado ser diferente...

Se eu voltar a ser a mulher dele...querem que eu conte o final da história..hahahah

Acomodação da parte dele, raiva minha por ter sedido (culpa) e ele ter se acomodado, brigas (eu acusando ele se defendendo e vive e versa) e no fim uso da droga...e assim o ciclo seguiria até os dois se matarem ou alguém morrer...(deus me livre)

NÃO NÃO...
EU QUERO FAZER DIFERENTE...E VOU FAZER DIFERENTE...PRO RESULTADO SER DIFERENTE...

Dia a dia, passo a passo...um pouquinho de cada vez, mais parando nunca e jamais...

Fiquem com Deus Galera...

4 comentários:

  1. Isso mesmo Kel atitudes diferentes para que os resultados sejam diferentes, e que bom q está conseguindo dar nomes aos bois hehehehe já é um grande avanço,pois qdo temos clareza de nossos sentimentos podemos olhar para o outro de forma diferente também se é que me entende?bjos fica com DEUS!!

    ResponderExcluir
  2. Gente, contagiante o seu post Kel!!
    Que ótimo que está seguindo seus sentimentos de amor proprio e não de culpa, isso é muito difícil!! Rs!
    Percebo mais alegria nas palavras escritas por você hoje e isso é muito bom! Que você se conserve assim!!
    Beijão, feliz 24 horas!!

    ResponderExcluir
  3. É amiga, né fácil não...Mas, que bom que você está conseguindo entender seus sentimentos. Eu sei bem o que você está falando, e quantas vezes já me comportei de certa maneira porque assim ele desejava, sempre cedia às pressões e depois me arrependia, culpava, etc...
    As vezes eu tinha a sensação de que eu não era a controladora e sim a controlada, porque ele sempre vencia. Fazia as birras dele, eu aceitava e ficava tudo bem para ele. Aí vinha exatamente o que vc falou, ele se acomodava e esquecia do principal:recuperação dele; resultado: recaída, pedir perdão e "aceitação minha", maldito ciclo.
    Acredito que você está indo pelo caminho certo, afinal como podemos esperar resultados diferentes se continuarmos a fazer as mesmas coisas.
    Nada muda se você não mudar.
    Fica firma aí.
    Beijos

    ResponderExcluir
  4. Eu percebo que vc está conseguindo se conhecer e acima de tudo se manter serena em meio ao turbilhão. Muito bom!!!
    J

    ResponderExcluir