quarta-feira, 19 de setembro de 2012

cansada...muito Cansada



Buenas Galera...

Ta dificil, ta complicado...

Ontem eu não surtei Graças a Deus...mantive a serenidade dentro do possivel, mais dizer que não me magoei é dificil, não estou remoendo o que aconteceu ontem estou apenas relatando, só de estar longe daquela situação meu coração ja se acalma, e eu consigo me equilibrar novamente.
Eu não guardo magoas, não mesmo, se nossa vida fosse realmente diferente os dois em recuperação...pra mim o que passou passou, o duro é quando o negócio não passa e fica se repetindo que é o que tem acontecido.
Eu esqueço as magoas mais 2 dias depois acontece denovo a mesma coisa...me diz como esquecer algo que se vive no presente? Dificil...
Pois é ontem o assunto foi AMOR EXIGENTE...
Depois da conversa que tivemos domingo sobre respeito, achei que ele tinha entendido algo, então perguntei se ele ia ficar com as crianças ou eu deixava na minha mãe, a resposta se estendeu por quase 2 horas de ofensas, e desrespeito por parte dele....
Vc é uma louca, neurótica vai la com aquele bando de doido, e o pior larga seus filhos não respeita ninguém, quer que eles se danem, que mãe é vc, vai la e fica dando uma de coitadinha, nossa vc deve adorar né quano alguém diz coitadinha de vc, mau sabem quem vc é, como vc destrói a minha vida, sua louca, neurótica, não adianta eu não concordo que vc vá la, pra mim vc quer é ficar na rua, vc ja fica das 6:00hs as  18:00hs na rua fazendo o que bem quer e entende, vc larga seus filhos com os outros pra ficar por ai o dia todo livre do jeito que vc quer ficar, tem que ser (disse meu sobrenome)...vcs são iguais, farinha do mesmo saco, um bando de falso que adora se fazer de coitado e culpar os outros por isso, vai se junta com aqueles lá..aquele povinho...vc não ve que vc ta louca sua neurótica...?
Eu ouvi isso tudo quieta, eu estava dobrando roupa e guardando que tinha uma pilha enorme, e ele ia na porta e perguntava: Heim sua louca, vc não ta vendo que vc ta neurótica?
Uma hora olhei e respondi: Sou tudo isso que cv disse e mesmo assim vou no Amor Exigente quer vc goste ou não...só te peço uma coisa ME RESPEITA..pq eu não tenho sangue de barata e vc está me xingando.
Ele repetiu tudo denovo...
Gente EU NÂO SOU OBRIGADA A ATURAR isso, e como eu sei que se eu tentasse ir embora ia ter barraco, fuia té a sala..ai dei um grito CHEGAAAAAAAAAAAAAA...ele me olhou com cara de assustado...ai eu disse baixinho...não fala comigo...ME RESPEITA...não me xinga de louca, vc ta me desrespeitando e eu não sou obrigadaaa, eu tenho sangue correndo aqui...depois vc reclama que eu estouro...se vc continaur vai ter escanda-lo é isso que vc quer?
Ele: eu não to te desrespeitando...
Eu NÃOOOOO...há ta me elogiando me xingando de louca, neurótica irresponsável ..dispenso seus elogios...
Ele resmungou e ficou quieto falou umas merda  pegou as crianças e foi pro meu quarto assistir desenho com eles...
Eu estava com aquela sensação de querer que o chão se abrisse pra mim sumir...disse a ele ja com lagrimas nos olhos, tudo que eu queria agora era poder desaparecer...olha  no meu olho...olha o que vc ta fazendo...vc ta me fazendo chegar no meu limite...e a hora que eu desistir...mais não vai ter cristo que una a gente denovo...vc sabe como eu sou em relação a isso...então continua, continua valorizando dessa forma a unica pessoa que fez de tudo, inclusive ferrou com a propria vida pra poder te fazer feliz...tudo tem limite...
Ele ficou me olhando quieto e eu sai, fui pro quarto dos meus filhos sentei no chão, no meio dos brinquendos espalhados, encostei na parede, abracei minhas pernas enconstei a cabeça nos joelhos e chorei...mais chorei...pedi, implorei que Deus não me deixasse permitir que mais ninguém fizesse isso comigo, que eu não deuixasse mais as pessoas me magoarem dessa forma, pedi me da força senhor pra não aceitar isso pq eu sei que eu não mereço viver dessa forma.
Meu filho de  5 anos parou na porta e me perguntou:
- Mãe! o que vc ta fazendo ai?
Eu: to de pensamento
Ele: Não, quem tem que ficar de pensamento é meu pai.
Ele sentou do meu lado e disse: vou ficar aqui com vc não vou te deixar sozinha.
Pegou uma lanterninha vermelha e me deu dizendo: quando vc tiver sozinha ascende isso pra não ficar com medo.
Eu peguei sorri de volta e disse: Desculpa a mamãe, eu fico nervosa mais não pe com vc não viu.
Ele: mãe vc não tem que pedir desculpa, quem tem que pedir desculpa é meu pai, ele que grita e fica brigando.
Ele: Mãe, vc vai sumir?
Eu: não
Ele: vc vai embora e eu e a Laís
Eu: se eu for embora vcs vão comigo, eu nunca vou deixar vcs
Ele: então vamos embora mãe?
Eu: Vc quer ir embora?
Ele: eu quero
Eu: Mais vc não vai sentir falta da sua casa, aqui
Ele: Nãooo...meus brinquedos vão ter que ficar aqui?
Eu: Não
Ele: mais como a gente vai levar tudo isso, não cabe na minha mochila
Eu: A gente chama um caminhão
Ele: Então chama mãe, vamo?
Eu: VC que rir agora?
Ele: é, só que ai meu aniversário vai ser em outro lugar né?
Eu: Não da pra ir agora, e a gente iria pra onde?
Ele: pra sua mãe ué?
Eu...sorri...pra vovó não da pra gente ir
Ele: Ja sei pro apartamento do vovo, la tem praia, piscina, é vamos pra la
Eu:...dei risada e falei la também é muito longe, mais se vc querir embora a gente vai não vai ser hoje, primeiro a gente vai procurar uma casa
Ele: parou...me olhou..pensou, disse eu vo achar um jeito..perai..ja sei mamãe, vamos voltar a morar na casa pequena (a casa que eu morava antes de ir pro apartamento)
Eu: Vc quer voltar pra la?
Ele: eu quero, só eu vc e a minha irmãzinha
Eu: e sei pai
Ele: eu vou da um jeito nele, vou deixar ele de pensamento, ele mora em outra casa

Uma criança de 5 anos achando soluções pra minha vida...é mole..

Sabe gente a questão não é ser adicto ou não nesse caso, a questão é que mesmo que ele não fosse eu deveria aceitar ser tratada dessa forma pq?

Eu ja havia conversado com a advogada semana passada, ela ja me orientou...

Um dos meus medos era que meus filhos sofressem  por ter que deixar a casa deles, não morar mais com o pai, eu tinha medo de faze-los sofrer por uma decisão minha...e muito pelo contrario, to fazendo eles sofrer aceitando viver dessa forma, tanto que meu filho me pediu pra irmos embora...uma criança de 5 anos....

Não quero bater o martelo aqui...mesmo pq codependente é uma mer...
Mais tudo que aconteceu me deixa mais segura pra seguir em frente sozinha.

Quanto ao meu marido a recaída é questão de dias, ele ficava assim quando estava uns 3 meses limpo, ficava caçando motivo, coisa de doid mesmo, discussões sem nexo,  falava coisas se sentido...

Ele ja bebeu e disse que vai beber que eu não mando na vida dele...SE UM MILAGRE não acontecer nesse meio tempo...ele vai cair..E ELE QUER CAIR...parece ridiculo...o que eu afirmo mais é verdade e enquanto ele não reconhecer isso e não quebrar o orgulho proprio, ele não vai se recuperar...

Fiquem com Deus...bjuu

7 comentários:

  1. Bom dia Kel, vejo que seus dias tem sido muito dificeis, e fiquei me imaginando no seu lugar, eu acho que tbm nao aguentaria, uma coisa é continuar com alguem em recuperaçao, outra coisa é continuar com alguém com comportamento de ativa (mesmo ainda nao ter usado) Durante a internaçao é trabalhado o comportamento do adicito, se nao muda o comportamento tao pouco entra em recuperaçao.

    Olha Kel, independente do marido ser um DQ ou nao, mulher nenhuma merece ser maltratada, eu já sofri muito com o mal comportamento do meu marido e hj NAO adimito mais.

    Nao posso jamais aqui dizer pra vc se separar dele, nao posso e nao devo, a vida é só sua e de ninguem mais, mas vc ja tem o apoio do seu filho, que ja até abriu mao da data do aniversario pra poder sair dessa guerra, isso mostra o qto ele esta sendo afetado com essa situaçao, fora sua bebe que nao sabe falar mas com certeza esta sentindo todo esse clima, sofre calada tadinha...

    Kel, torço muito por vc, vc merece ser feliz, ter paz, vc e seus filhos!

    Desculpa aí se falei demais, mas na verdade gostaria de falar até mais coisas rsrs, mas nao posso interferir rsrs

    Bom dia pra vc ! bjs

    ResponderExcluir
  2. imagina Emily, fique a vontade e fale mesmo o que achar que deve falar...eu muitas vezes preciso ouvir verdades na lata que é pra ver se eu saio do mundo fantastico de boby...pra vc ver..eu aki achando q permanecer casada estava fazendo bem pros meus filhos e nem isso está fazendo mais...eu vou vencer meus medos eu vou vencer minha codependencia...eu sei que as vezes parece coisa de maluco, tipo como essa mina aguenta isso...ta doida não tinha nem que pensar pra decidir...mais eu to vencendo meus medos...eu acho que to tentando fazer de uma forma que eu aguente..
    Eu to travando uma luta comigo mesma, com minha personalidade de acreditar...eu queria não acreditar em mais nada em acreditar apenas na minha felicidade e pronto...as vezes tenho raiva de mim mesma pq sou assim idiota...mais eu vou conseguir...por mim e pelos meus filhos..a vou

    ResponderExcluir
  3. O que dizer não é... tamuhuntu....
    Oração da Serenidade

    Eu coloco minha mão na sua, uno meu coração ao seu,

    para que possamos fazer juntos, aquilo que sozinho eu não consigo.

    Concedei-me senhor, a serenidade necessária,

    para aceitar as coisas que eu não posso modificar,

    coragem para modificar aquelas que posso e

    sabedoria para distinguir umas das outras.

    Força !

    ResponderExcluir
  4. Bom dia Lokinha! Nha que vontade de te dar um abraço bem apertado... segura ele ai... ;)
    Bom, casamento por filho nâo funciona em hipotese alguma, seja dq, traição, financeiro, sempre vai trazer sofrimentos e principalmente aos filhos. Vc acha que seus filhos gostariam de saber mais pra frente q vc aguentou coisas que nao queria por eles e deixou de ter um futuro feliz? Não coloca essa pressão neles que é horrivel, falo por experiencia propria. Alias o fato nao é somente esse, vc esta com medo de deixa-lo, por questao de ainda não se sentir segura,incerteza, seus sentimentos por ele, com medo da reação dele, logo não pensa nos pequenos, mas sim em vc, tu ja escreveu muito a respeito deles e sei que os ama e nunca vai deixar nada faltar pra eles, eu confio em vc. Mas se vc quiser ficar um pouquinho mais e esperar, tamu junto linda, nosso apoio é incondicional, mas fique por vc, pq vc acredita e pq o seu amor ainda é maior do que a dor, não fique por ele e nem pelo seus filhos. A lei te protege, pede pensão, enfia a cara, volta pra sua mãe, faz o possivel pra vc fazer o que e melhor pra vc, as duas escolhas terão sofrimentos mas nenhum será eterno. Mas conversa com ele tb, pede um tempo, não entra na dele e fica brigando diz que vai passar uns dias na sua mãe, não vai querendo mover montanhas em um dia, se prepare e escolha o momento oportuno, para que as coisas se desenrolem da melhor forma para ambos. Fazer isso de forma abrupta nao sera bom pra nenhum dos dois. Força meninaaaa vc merece ser feliz e ele tb, mãos a obra! =)

    ResponderExcluir
  5. pois é solzinha...antes de descobrir sobre a codependencia quando eu me perguntava pq eu vivo isso a resposta era não sei? eu não sabia dar nomes aos meus sentimentos...hoje graças a Deus depois de entrar em recuperação comecei a descobrir os motivos:
    Medo: da reação dele, de fazer meus filhos sofrerem
    Amor: um vazio em saber que poderia ter sido diferente e algumas raras vezes era..e como eu era feliz nesses momentos
    Expectativa: Imaginava mil coisas de como seria e assim seriamos felizes
    Teimosia: Sou determinada e teimosa demais da conta, quando acho que tem jeito eu luto até esgotar todas as possibilidades, eu lutava por ele pq eu não sabia que não adiantava eu lutar sem ele querer...hoje eu sei que se ELE não quiser é em vão.
    Negação: Negava a doença como ela realmente é, nunca imaginei existir algo tão forte e destruidor que somente um milagre pode transformar, não existe remédio..só Deus

    É um conjunto de nós que me prendiam a ele, eu tava toda enrolada nesses nós e tentei me livrar deles de uma vez só, me machuquei bastante me livrei de alguns e outros permaneceram, agora estou em livrando deles...

    Nunca exixtiu só um motivo pra manter o casamento...nunca joguei a responsabilidade pros meus filhos...foram medos meus que me paralisavam...

    Quando a ir devagar eu conheço a peça...esse negócio de tempo não funciona e na verdade isso pra mim nunca funcionou...ou eu to junto ou não estou eu sou assim..mesmo com ex namorados, ou tava junto ou acabava e acabava de vez, nunca fiquei com EX...

    Eu nunca senti por ninguém o que senti por ele...foi amor, paixão a primeira vista..forte demais, intenso demais...ficar longe dele era uma dor insuportável...tinha vontade de fechar os olhos e não abrir mais...fiz tantas loucuras...então não sair desse casamento existiram varios motivos e não um só...todos esses motivos juntos posso denominar de codependencia...sentir a necessidade de ter alguém pra se sentir feliz..não ter vida propria...desde os meus 15 anos até hoje se fiquei 1 ano solteira foi muito...rs..

    é isso gente...obrigada pelo carinho..e que eu consiga vencer essa luta contra a minha co...

    ResponderExcluir
  6. Kel, que gracinha do seu filho...
    Achei tão bonitinho ele te dar a lanterninha vermelha, pra você não se sentir sozinha... Com certeza, ele deve usa-la, quando fica com medo do escuro neh?!rs

    Que Deus, tê dê serenidade necessária pra você passar por tudo isso...

    Essa doença, é mesmo traiçora... Ele tá procurando, procurando um motivo pra sair e usar... Ele fica dando esses "shows" pra depois ele jogar a culpa em você! Infelizmente ele se encontra em um momento que é mais fácil jogar a culpa nos outros, do que enfrentar a doença de frente e perceber que o problema está nele......

    Continue sim, frequentando seu grupo! Pois ele pode não querer se cuidar, mas você tem que se cuidar sim!!!
    Pelo menos nessa parte, não tenho que reclamar do "João", ele sempre me pediu pra arrumar ajuda... Grupo, psicologa...

    Beijos.. TamuJuntas

    ResponderExcluir
  7. Kel, minha amiga, eu sempre digo que precisamos chegar no fundo da piscina para darmos um impulso e voltarmos à superfície, acredito que o seu momento de emergir em busca de ar está chegando.
    Seja com ele ou sem ele, você já percebeu que do jeito que está não dá e isso vai te impulsionar a fazer algo a favor da sua felicidade que diga-se de passagem, tem que ser prioridade juntamente com a das crianças.
    Entao minha amiga, sei que você está no limite, mas não perca o controle tá, fica bem!!!
    TMJ!

    ResponderExcluir