quinta-feira, 16 de agosto de 2012

por favor me corrijam se eu estiver Errada!!

Eu devo aceitar...

Aceitar a realidade, ele não entrou em recuperação

Eu não devo aceitar

Não devo aceitar a situação que ele quer me colocar

E agora devo pensar no que fazer, isso é se se tem algo a fazer...

Tá! primeiro me acalmar, to tentando, mais ta dificil...

Blza me acalmei eai o q faço?

Busco a Serenidade e fico olhando ele fazer da minha vida um marionete?

Preciso ter atitude, mais qual to engessada?

Quero muito ter esperança, mais não quero denovo cair na inércia...quero continuar andando...tem uma MURALHA  na minha frente....eu não sei como..MAIS EU VOU SUBIR...A MAIS VOOOO....

EU NÃO DESISTO DE MIM NEM A PAUUUUU

NEM Q O MONTE EVERESTE SE COLOQUE NA MINHA FRENTE...EU SUBO ELE...ESCALO NEM QUE FOR NA UNHA...

EU NÃO ME SUJEITO MAIS A ELE...E PRONTO..ESSE É MEU PRIMEIRO PASSO...



3 comentários:

  1. Primeiro passo, decisão tomada, não volta atrás: EU NÃO ME SUJEITO MAIS A ELE
    Sim, eles adoram manter a gente "embaixo do pé deles" e apertando cada vez mais. Sem piedade. O que vc quer dizer com "parte prática"? Financeira?
    Como você viveu antes, com ele na ativa e gastando o $$ dele e o seu em porcaria? E como vc viveu durante a internação dele, pagando a clinica com o dindin do afastamento dele?
    Pode até ter vivido apertada mas viveu, sobreviviveu e tenho certeza, você é guerreira, pode sobreviver muito mais, desde que tenha paz.
    J

    ResponderExcluir
  2. Nestas horas a melhor conselheira é a serenidade.
    Lembre-se de uma coisa, as pessoas só fazem com a gente aquilo que a gente deixa sendo DQ ou não.
    Quem tem que ter o controle da sua vida é vc custe o que custar.

    Deixo um texto pra vc.

    O Vaso de Porcelana e a Rosa (Paulo Coelho )

    O Grande Mestre e o Guardião dividiam a administração de um mosteiro zen.
    Certo dia, o Guardião morreu e foi preciso substituí-lo.
    O Grande Mestre reuniu todos os discípulos para escolher quem teria a honra de trabalhar diretamente ao seu lado.
    - "Vou apresentar um problema. - disse o Grande Mestre.
    Aquele que o resolver primeiro será o novo Guardião do templo".
    Terminado o seu curtíssimo discurso, colocou um banquinho no centro da sala.
    Em cima estava um vaso de porcelana caríssimo, com uma rosa vermelha a enfeitá-lo.
    - "Eis o problema", disse o Grande Mestre.
    Os discípulos contemplavam, perplexos, o que viram: - os desenhos sofisticados e raros da porcelana, a frescura e a elegância da flor.
    Qual seria o enigma?
    Depois de alguns minutos, um dos discípulos levantou-se, olhou o mestre e os alunos à sua volta.
    Caminhou resolutamente até o vaso e atirou-o no chão, destruindo-o.
    - "Você é o novo Guardião", disse o Grande Mestre.
    E então explicou: - Eu fui bem claro; disse que vocês estavam diante de um problema.
    Não importa quão belo e fascinante seja, um problema tem que ser eliminado.
    Um problema é um problema; pode ser um vaso de porcelana muito raro, um lindo amor que já não faz mais sentido, um caminho que precisa ser abandonado, mas que insistimos em percorrê-lo porque nos traz conforto. Só existe uma maneira de lidar com um problema: - atacando-o de frente.
    Nessas horas, não se pode ter piedade nem ser tentado pelo lado fascinante que qualquer conflito carrega consigo.


    PAz e luz querida.

    ResponderExcluir
  3. Hei garota não sei o q houve mas continue no caminho que vc acha o certo não não caia na inercia diga sim pra vc mesmo que isso represente um não para o seu relacionamento.... vixi dar conselho é fácil mas é isso ai não se sujeite, não se subestime lembre-se que vc pode ser bem melhor serenidade amiga!!!!

    ResponderExcluir