terça-feira, 24 de julho de 2012

ultimo ato



Essas cartas estão indo hoje pelo correio, são as últimas palavras que eu tenho a dizer pro meu marido..orem pra que ele realmente ENTENDA o que eu quis dizer e pare de fechar os olhos pra realidade

******************************************

Vai ver que é assim mesmo e vai ser assim pra sempre
Vai ficando complicado e ao mesmo tempo diferente
Estou cansado de bater e ninguém abrir
Você me deixou sentindo tanto frio
Não sei mais o que dizer
Te fiz comida, velei teu sono
Fui teu amigo, te levei comigo
E me diz: pra mim o que é que ficou?
Me deixa ver como viver é bom
Não é a vida como está, e sim as coisas como são
Você não quis tentar me ajudar
Então, a culpa é de quem? A culpa é de quem?
Eu canto em português errado
Acho que o imperfeito não participa do passado
Troco as pessoas
Troco os pronomes
Preciso de oxigênio, preciso ter amigos
Preciso ter dinheiro, preciso de carinho
Acho que te amava, agora acho que te odeio
São tudo pequenas coisas e tudo deve passar
(meninos e meninas - Legião urbana)
Como em uma das primeiras cartas, encerro esse período com essa música, que ouvi hoje e esse trecho me fez chorar...pra vc entender...vou fazer igual  fiz com a outra, explicar por partes
Vai ver que é assim mesmo e vai ser assim pra sempre
Vai ficando complicado e ao mesmo tempo diferente
Vai ver Dú que vc se tornou essa pessoa, e esqueceu de quem um dia foi, isso pra mim, alias que pra gente é muito complicado de se entender o pq disso tudo, de se achar responsáveis pelo sofrimento do outro
Mais ao mesmo tempo nossas vidas estão diferentes, estamos diferentes, vc não é mais aquela pessoa que eu conheci, que se importava se eu estava feliz e eu não sou mais aquela boba apaixonada que fingia não ver seus erros e errava também me machucando e te machucando apenas pra ficar ao teu lado
Estou cansado de bater e ninguém abrir
Você me deixou sentindo tanto frio
Não sei mais o que dizer
Eu to cansada de te dizer o quanto eu me importo com vc, estou cansada de dizer e tentar te mostrar como vc estragou SUA vida, e como continua estragando, como vc é infeliz e vc nunca quis me entender e ainda por cima me chama de sínica e acha que quero o teu mau, isso me faz perder o chão me sinto sozinha sem saber o que fazer pra vc entender que só quero nosso bem o seu bem
Não sei mais o que dizer e nem o que fazer

 

Te fiz comida, velei teu sono
Fui teu amigo, te levei comigo
E me diz: pra mim o que é que ficou?
Te fiz comida e vc não chegou pra comer, passou a noite na rua, quando vc veio pra casa, louco ou mesmo quando não vinha eu passei a noite acordada tentando entender o pq disso tudo e pq vc agia assim, e o que eu poderia fazer pra que isso não acontecesse mais
Tentei conversar com vc pra descobrir o que te faltava, e tudo que vc dizia que queria eu conseguia pra vc, te levei pros lugares que eu me sentia feliz, no ano novo de 2006 pra 2007 vc queria ficar sozinho, tava triste , sem carro, vc me mandou passar a virada com as minhas amigas pq vc achava que não tinha nada a me oferecer e eu disse não, peguei na sua mão e falei vem comigo vamos ficar juntos, vamos pra paulista vai ser legal, pra mim foi mágico não sei pra vc, mesmo parando na praça João Mendes e comendo churrasquinho com um bando de mendingo.
Depois quando engravidei do Kauan, acho que eu tava de 6 meses, vc queria sair, estávamos sem carro, nós fomos ao Tatuapé lembra, e não dava pra vir embora, vc cheio de pinga na cabeça e eu sóbria pq não podia beber, vc quis ficar sentado do lado de um monte de moradores de rua pra ver o sol nascer...eu fiquei la do teu lado, vc dormiu no meu colo eu morrendo de friu, sono e fome, mais fiquei la só pra te fazer feliz naquele momento.
 E de tudo isso o que ficou?
A sua raiva me acusando de que quero te destruir
Me deixa ver como viver é bom
Não é a vida como está, e sim as coisas como são
Você não quis tentar me ajudar
Então, a culpa é de quem? A culpa é de quem?
Se vc acha que ta tudo bem viver assim do jeito que vc vive hoje, achando que as pessoas te odeiam e todas querem teu mau, querem te ver debaixo da terra como vc diz, no emprego, na familia no meio dos amigos vc só enxerga isso, tudo bem eu te entendo, mais eu não sei viver assim então me deixa viver, me deixa ser feliz, me deixa escolher e não piora as coisas
Pq o problema não é como a vida é hoje e sim como a gente faz as coisas acontecerem...se não se tem dinheiro pra viver momentos bons com os quais o dinheiro nos proporciona, podíamos ser felizes e viver momentos mágicos assistindo um DVD pirata no sofá de casa.
Eu tentei enfiar na sua cabeça a todo custo que a vida é simples, que podemos ser felizes com o que temos, mais vc não quis me ouvir e nem me ajudar a sermos felizes juntos.
E vc me culpa por isso, me culpa pela sua internação, pela sua dor, pela sua saudade...tudo que eu quis foi ser feliz ao seu lado, me explica qual erro foi o MEU? Que CULPA tenho EU?
Eu canto em português errado
Acho que o imperfeito não participa do passado
Troco as pessoas
Troco os pronomes
Eu faço de tudo pelo nosso bem pelo seu bem, mesmo que errando...tento de tudo trocando os papéis...e vc me acusa dos erros que cometi apenas pra tentar te fazer feliz, eu errei querendo ver seu bem e vc errou pq?..Pq queria continuar com a sua vida assim desse jeito?

Preciso de oxigênio, preciso ter amigos
Preciso ter dinheiro, preciso de carinho
Acho que te amava, agora acho que te odeio
São tudo pequenas coisas e tudo deve passar
Eu preciso voltar a viver, eu preciso me sentir normal denovo
E não viver em cima de uma montanha russa
Vc confundiu meus sentimentos, eu consigo te amar e de odiar com a mesma intensidade,
Quando quero te ajudar vejo o quanto te amo, quando vc me agride por eu querer seu bem eu odeio vc
Já sofri tanto com isso que hoje esses sentimentos o amor e o ódio parecem pequenos, meu coração ta anestesiado, ele não sente mais dor mais também não sente mais felicidade...e assim eu to vivendo.
Eu sobrevivo e vivo tendo a certeza de que o tempo irá se encarregar de colocar as coisas de volta no lugar e assim eu poderei voltar a viver e não a sobreviver

4 comentários:

  1. Adorei seu post amioga, de verdade, sou suspeita adoro legiao.
    Nao tem o que falar. Texto perfeito.
    Parabens.

    ResponderExcluir
  2. Chorei, nossa vc falou tudo o que eu queria falar pro meu ex, é todas as historias são iguais...amei mesmo, to lendo o seu blog a um tempo, e consigo ver que vc tem crescido muito, que ta mais madura do que no começo, parabens é isso mesmo a cada dia que passa temos a obrigação de nos tornarmos seres humanos melhores...ja te adoro

    Estamos Juntas companheira

    Maria Albuquerque

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. obriga maria pelo carinho...ando tão carente...q lendo seu comentario to aki chorando...rs...
      mais é assim né...crescer é isso...então bora colocar a armadura e partir pra vida...

      Excluir