segunda-feira, 23 de julho de 2012

Última carta




Oi Dú
Muito triste tudo que aconteceu... não to aqui  pra puxar sua orelha, mesmo pq sei que não adianta.
Gostaria que vc entendesse que eu te entendo.
Infelizmente vc ainda tem muito medo de ser rejeitado e por isso não abriu sua mente ainda.
Vc de certa forma quer ser aceito por todos, não só por mim.
Vc quer ser aceito pelos internos que estão ai, ai vc se comporta de um jeito que eles te tratem bem.
Vc quer ser aceito pela equipe médica, então vc faz o B A BA, que é ensinado pra que eles não fiquem pesando na sua cabeça sobre recuperação.
E se vc colocar em prática o que lhe é ensinado sobre recuperação vc acaba se colocando contra alguns internos e passa a ser rejeitado.
Quanto a mim, vc achou que se internasse coisa que sempre pedi pra vc fazer, eu seria a pessoa mais feliz do mundo, e como vc ta vendo que eu ainda ando “te criticando” não aceitando seus comportamentos vc se revolta, pq pra vc, vc está fazendo tudo e eu to dizendo que vc não está fazendo nada, não estou reconhecendo seu esforço e vc se sente rejeitado.
Du, vc já parou pra pensar nos SEUS sofrimentos, sem pensar na opinião dos outros?
Vc não precisa ser aceito por todos pra ser feliz, nem Jesus agradou a todos, pq vc quer agradar alguém.
Conselho, as pessoas que são seus verdadeiros amigos vão te dizer a verdade e não vão ver vc fazendo um monte de merda e dar tapinha nas suas costas, passando a mão na sua cabeça.
Se decida de que lado vc quer ficar:
Do lado dos internos que são pessoas doentes tanto quanto vc, e com toda certeza se eles não encontraram a saída dessa doença uma vez que estão internados pra isso, não serão eles que poderão te ensinar o melhor a fazer?
Do lado da equipe médica, que por mais que tenham atitudes por vezes firmes, o objetivo deles ai dentro, é RECUPERAR O DÚ, eles só querem o SEU bem, ele estão conseguindo vencer essa doença, se quiser um conselho acredite em quem venceu, ou está vencendo.
Quanto a mim Du, to fazendo o que posso, que é segurando as contas sozinha, fazendo dividas no banco, pra te dar uma oportunidade de se tratar e voltar a ser o DÚ que um dia vc foi, e pra que seus filhos nunca mais precisem  presenciar o pai perdendo a cabeça e agredindo a todos verbalmente por não conseguir se equilibrar.
Sobre os meus sentimentos, aqui fora as respostas serão dadas com o tempo, com a nossa convivência.
Eu errei demais com a minha codependencia, eu tb gritei, eu tb bati, eu tb manipulei, eu tb menti, eu me descabelei pra tentar mudar vc, fiz tudo errado.
Coisas que vc não vera mais a Kel aqui fazer, eu mudei bastante esses 5 meses, lendo livros e frequentando grupos, aprendi muito.
Eu aprendi que eu não devia ter raiva de vc , pq vc tem uma doença e eu devo lhe amar como vc é, porém também aprendi que pra te amar eu não devo aceitar desrespeito e não preciso viver em uma casa que não existe paz.
Não é pq vc se sente rejeitado, que vc pode descontar suas frustrações nas pessoas, e vc acaba fazendo isso únicas pessoas que realmente te amam e querem seu bem que é a sua família.
Vc ta fazendo seus filhos sofrerem por seus desiquilibrios, e isso é responsabilidade SUA, não existe desculpa, justificativas que amenizem o erro de descontar nos outros problemas que são seus, ainda mais pessoas que nada tem haver com seus problemas (Seus 2 filhos)
Quanto a gente como te disse aqui fora o tempo dará as respostas pros nossos sentimentos, tanto vc quanto eu já sofremos demais com a doença da adicção, ambos tentando achar soluções no outro e ambos culpando um ao outro pelo fracasso na luta contra sua doença.
Vc pode odiar o q eu vou lhe dizer agora, mais eu vou dizer eu preciso dizer, estou escrevendo isso com todo meu coração (Como vc diz DEUS sabe o que se passa em nossos corações) então é com meu coração que escrevo agora:
APROVEITE ESSA ÚLTIMA SEMANA, E DESPERTE PRA UMA VIDA EQUILIBRADA E DE PAZ, ENCONTRE SEU EQUILIBRIO, SEJA UMA PESSOA MELHOR PRA VC E SEUS FILHOS.
É isso Du que te desejo muita paz, serenidade e fé.
Fique com Deus
Kel

Obs: Não sei se vc lembra mais agora dia 29/07, faz exatos 6 anos que ficamos la no Porto Alcobaça e desde esse dia não nos separamos mais...na saúde e na doença, na riqueza e pobreza...rs...descobri  que vc usava droga 3 meses depois, foi em setembro, escolhi ficar contigo, 4 meses depois de descobrir eu engravidei, e a gente tinha planejado lembra..to tentando lembrar de alguma comemoração seja desse dia em que ficamos ou da data que oficialmente casamos 22/11/2007...e reparou que nunca comemoramos.....  

3 comentários:

  1. UUUHUULL!!

    Linda carta. Uma verdadeira carta de amor. Quem ama cuida, mas não se descuida de sí, né?
    Acho que vou te nomear minha mentora, rsrs.
    Você é um exemplo, amiga. E se mesmo com todo esse esforço, ele persistir no erro. Mantenha a cabeça erguida, vc já é mais que vencedora!!

    ResponderExcluir
  2. Que bom amiga que vc se expressou pra ele e nao guardou tudo pra vc, aprendi isso no AE, que devemos nos expressar atraves das cartas para o interno, as cartas sao um ponto de despertar, e se esse despertar for lá dentro da clinica é melhor ainda !!

    Um beijo...tamujunto

    ResponderExcluir
  3. ... vc sabe colocar exatamente as palavras!!! Que carta linda

    ResponderExcluir