quinta-feira, 19 de julho de 2012

soltar a corda...como fazer isso??




Boa noite pessoal..

Hoje foi reunião no AE, e mais um dia de aprendizados....

Resolvi falar de soltar a corda, pq muitas vezes ouvimos isso: solte a corda!!

Ai temos a impressão que é somente abrir a mão pronto "to livre", não é bem assim não...rs...

Imaginemos, durante a adicção ativa do nosso ente querido, ficamos segurando essa corda da maneira que fosse possível, e pra isso nos enrolamos nela, e demos vários nós pra tentar faze-lo parar, fizemos uma força danada até que caímos no chão e começamos a ser arrastados por eles junto com eles, rumo ao fundo do poço.
Só que graças ao nosso bom Deus, criamos forças e nos colocamos de pé passando a caminhar ao lado deles os acompanhando, porque depois de tanto esforço reconhecemos que não dava mais, porém precisávamos conseguir nos soltar dessa corda.
Esse impulso de se colocar de pé foi um folego que tomamos a mais para continuarmos vivos, muito provavelmente nessa fase vc deveria estar observando ao seu redor e buscando ajuda de alguém ou algo, onde vc pudesse se agarrar e sair dos nós.
Ai alguém gritou pra vc: "solte a corda", vc em um ato de desespero, pegou uma tesoura e passou a cortar sem pensar aonde e se iria se ferir, e vc cortava, se machucava e sangrava e não sabia por onde começar e por onde ir, mesmo assim cortava, sangrava e encontrava outro nó.....digo callmaaa.

Quer soltar a corda?

Lembre-se esses montes de nós e enroscos se formaram durante anos e eles tem nomes, vc precisa saber como desamarrar, pra realmente conseguir soltar a corda, soltar da melhor maneira possível pra conseguir superar os traumas e não somente se machucar mais.
Primeira coisa a se fazer pra  desamarrar um nó, é achar a ponta da corda, qual seria a ponta da corda?
A ACEITAÇÃO, a partir do momento que vc aceitou que vc é impotente perante a doença do seu adicto, vc encontrou a ponta, pois bem a segure pra não perder.
E repita: EU NÃO POSSO IMPEDI-LO, EU NÃO POSSO MUDA-LO SOMENTE A MIM.
Ótimo, agora vamos começar a desamarrar o primeiro nó, que se chama CULPA, vc não tem culpa alguma pela adicção de outra pessoa, infelizmente ela buscou isso porque quis, e não pq vc deixou de dizer o quanto a amava, ou disse isso em demasia.
Conseguiu se livrar da culpa? Calma que não é do dia pra noite, é preciso buscar conhecimento para entender todo o processo da dependência e codependência, nesse processo o nó da culpa vai se afrouxando até que vc consiga desata-lo de vez.
E agora? Vc já aceitou que isso é uma doença, e que vc não tem culpa pela doença do seu ente querido, porém ainda vc sofre muito, devido as atitudes dele com ele mesmo e com vc, e la vem mais um nó.
Se chama LIMITES, vc precisa conhecer os seus limites, cada um tem o seu, não se compare a ninguém para encontra-los, seja sincero consigo mesmo, assumir, SE ASSUMIR não significa ser forte ou fraco, significa ser VC. Esse processo também não é assim rápido, vc não dorme hoje e acorda no dia seguinte sabendo o que suporta e não suporta é preciso se autoavaliar e se conhecer, pra isso repito procure conhecimento.
Conseguiu traçar SEUS LIMITES, ótimo, mais um nó desfeito.
Agora vem o próximo nó, impor seus limites ao outro, esse acredito ser um dos mais difíceis, mesmo pq depende do outro aceitar os seus limites ou não, e infelizmente na maioria das vezes, não é aceito, o que resulta (no meu ponto de vista) a aparição do nó mais complicado, ter que tomar uma ATITUDE pra que seus limites sejam respeitados.
Pra desatar esse nó, o da TOMADA DE ATITUDES, precisamos estar muito certos do que queremos, livre de culpas com total aceitação de impotência perante a doença, pq tomar a atitude não será fácil, precisamos estar fortes para suportar e não voltar atrás.Se prepare muito antes de soltar esse nó, e só solte quando estiver certa do que quer.
Nossa parecia que não ia conseguir né, então conseguiu?
Mais apareceu mais um nó a CRISE, se vc se preparou bem, muito provavelmente conseguirá sair bem dela, caso não esteja preparado o suficiente poderá ser afetado, então não tenha pressa, mais sim persistência e se prepare.
Superada a CRISE, com certeza surtiu algum efeito no outro, pode ter sido positiva ou não, mais alguma coisa mudou, se não foi positiva pro outro pra vc foi com certeza, pq até aqui vc já desfez bastante nós.
Agora creio que esse seja o último nó, tb difícil de desfazer, pra conseguir desfaze-lo, só depois de ter desfeito todos os outros.
Esse nó, é o ENTREGAR NAS MÃOS DO PODER SUPERIOR.
Isso implica em viver a SUA, vida e deixar que o outro viva a dele, quando vc conseguir chegar nesse ponto ai sim vc terá entendido o significado da frase: VIVA E DEIXA VIVER  E TERÁ DE FATO SOLTADO A CORDA
Se seu adicto está em recuperação essa frase se torna mais leve.
Caso o tempo dele ainda não tenha chegado, será mais triste, porém não a nada a ser feito, a não ser entregar nas mãos do PS e oferecer ajuda quando possível, o que caberá a ele escolher aceitar sua ajuda ou não.
Salvo casos em que o adicto não tiver condições psicológicas clara de escolha, e ele tiver colocando a própria vida em risco, a de outros, ou chegar a vias de fato de poder ser preso, ainda assim o máximo que vc poderá fazer será uma internação involuntária, que caberá a ele aceitar ou não a sua doença, para somente depois iniciar o processo de recuperação.

É somente aceitar a situação e ama-lo, e ama-lo, não significa se permitir ser machucada.

Vamos refletir se estamos passando por esses processos.

Ponda da corda: ACEITAÇÃO
Nós da corda: CULPA, LIMITES, TOMADAS DE ATITUDE,CRISES, ENTREGAR NAS MÃOS DO PODER SUPERIOR.

AGORA SIM VC SOLTOU A CORDA!!!

Boa noite a todos e fiquem com DEUS



3 comentários:

  1. Oi Kel..
    Lendo o seu post eu percebi o qnto estou no inicio da jornada..
    Você fala com a experiencia e determinação de quem já sofreu um bocado..

    E eu percebo quanta coisa ainda me espera..

    Agente tenta cortar caminho, pegar atalhos, mas no fim o trajeto é o mesmo.
    E além da corda que me amarra a ele, tenho a corda que esta amarrada em mim, com um monte de traumas e problemas de aceitação.

    A caminhada vai ser longa.

    Valeu amiga!!
    Um belo post pra começar meu dia!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Na verdade na verdade, Camis, eu ainda não soltei totalmente a corda, pq faltam ainda 3 nós....kkk..que estão por vir quando ele sair...que são
      Tomadas de Atitude / Crise / Entregarnas mãos de Deus.

      Até agora consegui chegar somente nos meus limites, estou me preparando, buscando conhecimentos para conseguir praticar os outros seja de que forma for, preciso fazer isso, e eu sei que deve doer pra caramba (tomar o remédio amargo)
      Outra cada um tem seu tempo, vc pode estar no inicio, amis eu tb tive um inicio que foi no final do ano passado, até então durante 6 anos, me arrastei e depois caminhei tentando ME ACHAR...
      Não desista amiga, vc vai conseguir, com toda certeza do mundo, AME SUA VIDA, ACREDITE EM DEUS que vc consegue...
      Bjus e fica com Deus

      Excluir
  2. Não é fácil soltar as cordas, não de uma só vez, mas também não se pode entregar os pontos.
    Força na sua caminhada.
    Tamujuntas
    BJs.

    ResponderExcluir