segunda-feira, 16 de julho de 2012

Estudar da trabalho!!!



Bom dia pessoal!!

Espero que todos tenham curtido o friuzinho do findi, pelo menos quem mora na região sul e sudeste, tiveram um final de semana tipico de inverno.

Meu final de semana foi um tanto quanto confuso, pelo menos na minha cabecinha que os pensamentos voam a mil.

Estou lendo o livro dependência e codependência do autor Juliano Batista, comecei sexta a noite, li sábado ai quando achei que minha cabeça ia pifa, falei caaaalllma, vou pra minha mãe deixa o livro ai e depois termino, são 300 páginas, faltam umas 50 acho.
Tem tanta informação legal e eu como boa ansiosa quero aprender e colocar em prática tudo de uma só vez, essas horas gostaria que fosse igual no filme "Matrix"..colocar um pluguizinho na cabeça e pronto, maaaasss não é.
É pra aprender demanda esforço, tempo e muita persistência e aceitação e da-lhe remédio amargo.
Bom chega falar bla bla bla, e vamos ao que eu aprendi, talvez sirva de exemplo pra alguém e talvez ajude, vou separar por tópicos.

ACEITAÇÃO

Entendi o quanto é duro e dificil e como me machuca a ACEITAR a realidade, pq no MEU caso eu já consegui definir os meus limites, que repito não sei viver com meu marido adicto na ativa tanto no uso quanto no comportamento, e no livro entendi que o comportamento deles, demooora pra mudar, e muitas vezes existem recaídas secas.
Ai comecei a me sentir culpada pelos meus limites, comecei a pensar que eu poderia modifica-los, e esticar um pouquinho mais essa linha que eu tracei, mais ao mesmo tempo que eu pensava que podia fazer isso doia meu peito de ter que viver algo parecido com o de alguns meses atrás, ai me dava uma mistura de sensações (raiva, medo, angustia, culpa, esperança, e dúvidas muitas dúvidas) que resultou em uma crise de gastrite...rs..pedi pra Deus me acalmar, me dar paciência e me ajudar a aceitar.
É eu preciso aprender a aceitar que esses são meus limites, e não devo me culpar por isso, devo aceitar qual a realidade do meu marido e se tiver que tomar atitudes por mim, deverei toma-las sem culpa pq se trata dos meus limites, paciência fazer o que eu sou assim, não adianta eu querer extrapolar senão quem acaba doente sou EU.

VIVER SÓ POR HOJE

Aprendi tb que apesar de falarmos vamos viver SPH, quando está tudo bem é fácil, mais quando as coisas não vão bem, é dificil não se pegar pensando e se preocupando com o futuro, a gente enxerga algo ruim, ai fica quieta, e depois começam os serás na cabeça, e pra tira-los de la...rs...haja concentração e disposição.

Bom acho que a principio foi isso que mais me marcou, tem mais coisas que eu aprendi, mais ainda estou processando na minha cabeça pra entender e viver de fato...vou devagar pq quando vejo que minha cabeça começa a rodar em volta de várias idéias sei que vem mais gastrite por ai...rs..

Espero que possa ajuda-los de alguma forma

Há outra coisa, acho muito importante frequentarmos mais de um grupo de apoio, eu atualmetne vou no Amor Exigente (que acaba sendo mais imediato em suas atitudes), adoro ir la, mais no livro aprendi tb que o Naranon me ajudará bastante no trabalho a médio e longo prazo através da aplicação dos 12 passos.
E tudo isso minha gente, pra ajudar a MIM, quanto ao meu marido está entregue nas mãos do poder superior, quanto ao futuro (07/08)..rs..a data que tem me preocupado, deixa ela chegar...HOJE  eu posso dizer que SPH, tenho muitas coisas a fazer e não da pra perder tempo tentando adivinhar o que irá acontecer..mesmo pq não vai adiantar nada...rs

Um enorme bju e bom inicio de semana a todos, fiquem com DEUS 

Um comentário:

  1. É...nossa situação é muito dificil mesmo...não podemos "passar a mão na cabeça" dos nossos adictos, por outro lado temos que dar amor e apoio. Não podemos aceitar o comportamento ruim mas temos que estar prontas a socorrê-los se recaírem E pedirem ajuda. Dificil saber a medida certa de cada coisa, mas com fé em nosso Poder Superior e frequentando nossos grupos de apoio, temos mais chances de acertar.

    ResponderExcluir