quarta-feira, 20 de junho de 2012

S.O.S. - Rede de Ajuda

Pessoas bom dia a todos...

O chuvinha essa aqui em São Paulo....que não passa...da uma preguiçaaa..rs

Hoje gostaria de contar a história de uma mãe, que como todas que ja li  fizeram me emocionar, uma mãe que como todas ama seu filho e daria a vida por ele, porém precisou passar por cima dela mesma pra ajudar seu querido nessa luta da recuperação...

*******************************************************
Meu filho é dependente quimico e estava internado em uma comunidade terapeutica, eu ja frequentava há algum tempo o grupo de ajuda Amor exigente, quando, houve um momento em que eu precisei mandar ele embora de casa. Foi em dezembro de 2010. Ele saiu de uma internação em uma comunidade, onde não havia obrigatoriedade de ficar, é diferente de clinica. Se o paciente não quer ficar, eles deixam ir embora.  Aí eu impus a ele ir para uma clinica, ele se rebelou, (procurei me aconselhar no grupo AE que frequentava e a resposta foi que eu deixasse ele ir embora e foi a melhor coisa que pude fazer) eu respondi: mas em casa sem tratamento você não fica. A resposta foi que ele então iria embora, que queria mesmo morrer nas drogas (acho que ele pensou que eu ia amolecer). Aí ele pegou as roupas colocou numa mochila, pegou o violão e saiu. Foi a pior dor que eu senti na minha vida. Se eu pudesse morrer naquele momento eu teria morrido. Mas deixei ele ir. Não tive noticias por uns 10 dias. Cada vez que eu via noticia de morte por confronto com policia, suicídio e outras coisas, eu ficava em desespero....aí um dia uma pessoa me avisou que viu ele numa mata que tem na cidade. Fui lá com meu marido, achamos ele parecendo um bicho...barbudo, cabeludo, sujo, todo picado de bichos, estava dormindo no chão, pedindo comida nas casas, tinha vendido tudo que tinha, ficou com a roupa do corpo. Eu tinha levado água e bolacha, dei pra ele, sentei no chão e conversamos. Eu disse: vim te oferecer ajuda. Quer se internar? E ele rapidamente disse: sim, vamos agora? Aí eu falei: calma, pensa direito, fica aqui hoje e amanhã eu volto, se vc ainda quiser eu te levo (blefei, queria tirar ele dali logo mas tinha que ter certeza que ele queria). Ele começou chorar e disse: não fico nem mais uma hora aqui. Me leva! Aí levei ele em casa, tomou banho, comeu (muiiito), dormiu um pouco. Conversei com ele e falei: ainda quer ir pra clinica? Pq se vc não quiser ir pode ficar lá no seu canto, no mato, não estou te impondo nada (ai meu Deus que coisa dura de dizer). Ele falou: liga agora na clinica e avisa que to indo.
E assim foi a primeira internação dele na clinica.
Esse é o caminho, que não pode deixar ele voltar pra casa pra viver lá sem se tratar, mas tem que oferecer ajuda e ele vem buscar logo logo, basta a familia ser forte. E não pode deixar ele perceber que estão ansiosos, tem deixar sempre ele decidir...

******************************************************************

Dificil e triste né minha gente...mais foi assim que ela tem conseguido direcionar seu filho pro caminho da recuperação...

Aproveitando....gostaria de poder ajudar de alguma forma a todos...só que é um pouco dificil, tive uma idéia e acredito que com a colaboração de todos ela funcione.

Eu li o livro codepedência nunca mais que me ajudou demais, e sei que muitos de vcs ainda não tiveram a oportunidade de ler...e agora o livro ta la encostado, o que acham de coloca-lo pra rodar?

A proposta é empresta-lo, quem tiver interesse le e depois devolve para que outras pessoas também tenham essa oportunidade.

Quem tiver interesse me manda um comentário dizendo que quer o livro EMPRESTADO...e eu mandarei, e assim que terminar a pessoa se compromete a devolve-lo.

O empréstimo será por ordem de publicação do comentario. (quem publicar primeiro recebe primeiro e o restante na sequencia) Podemos estipular um período de 10 dias pra cada pessoa, o que acham?

Quem quiser é só comentar neste post.

Bjaum a todos...

Fiquem com Deus


4 comentários:

  1. Oi Kel...to acompanhando seu blog...ainda nao tenho blog.....mais tb sofro de codependencia.....hj estou buscando minha recuperação.....ahhh eu adoraria sim ler este livro.....sou esposa do wal adicto....ele sempre comenta comigo sobre o apoio que recebe de vc e de outras pessoas e tem sido importante p ele tb.....obrigada ate mais!!!

    ResponderExcluir
  2. Seja bem vinda...manda o endereço pro meu email netrak_r@hotmail.com que eu mando o livro pra ti...

    Fico emocionada quando leio mo blog do seu marido, pq vejo que apesar das dificuldades ele tem seguido o caminho da humildade que acredite é o único pra verdadeira recuperação...infelizmente meu marido ainda não teve esse despertar...mais como pra Deus nada é impossível, vamos aguardar...rs...fique com Deus

    ResponderExcluir
  3. oi td bem... gostaria muito de poder ler o livro...alias to precisando muito de ajuda,pois estou com a doença a flor da pele e nem sabia... só me dei conta da doença depois q comecei a ler o blog de vcs, qdo eu digo q preciso de ajuda é pq ja nao durmo mais , nao como,ja emagreci uns 10 quilos, só sei chorar e viver agoniada... foi assim q comecei a pesquisar na net e me deparei com historias reais como a que vivo... Não sou casada,mas namorava um dq a quase tres anos onde só descobri e tive ctz a adicção dele a um ano, nesse um ano p ca minha vida esta se definhando diante desse sentimento doente meu por ele ...
    enfim obgada e aguardo resposta :(

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. me passa seu endereço...e seja bem vinda...manda pro email netrak_r@hotmail.com

      Excluir